Últimos assuntos
» Eu não sei mais o que fazer
Qui Abr 27 2017, 21:30 por rafaelvoodoo

» Depois do desespero
Qui Abr 27 2017, 20:21 por rafaelvoodoo

» Desmame de Alprazolam 0,25
Qui Abr 27 2017, 14:03 por Ingrid_K

» Quando a minha mente chegou ao limite...
Qui Abr 27 2017, 02:17 por Cristiane Aparecida Lessa

» Desmame Sertralina
Qui Abr 27 2017, 02:09 por Cristiane Aparecida Lessa

» desmame Sertralina
Qui Abr 27 2017, 01:56 por Cristiane Aparecida Lessa

» Ansiedade/ disturbio mental
Ter Abr 25 2017, 19:03 por ester

» Ataques de Pânico e Agorafobia
Seg Abr 24 2017, 17:20 por guevara

» opressão vs depressão
Dom Abr 23 2017, 22:54 por 1006

» Depois do desespero
Dom Abr 23 2017, 22:17 por lanaKayle

Quem está conectado
9 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 9 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 52 em Sab Fev 01 2014, 18:10

Depois do desmame da medicação...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Depois do desmame da medicação...

Mensagem por bushinha em Ter Ago 02 2011, 12:06

Olá boa tarde, há muito tempo que pesquiso na internet informações sobre o que sentimos quando finalmente conseguimos deixar os medicamentos, mas não há muita informação sobre isso. Por essa razão decidi abrir este tópico para puder ajudar as pessoas que se encontram na minha situação.
Quando tinha 18 anos foi-me diagnosticada uma depressão profunda, o médico de família receitou-me uma medicação que me ia matando... decidi então ir a um psiquiatra que me receitou antidepressivos e ansiolíticos. Durante dois anos fui seguida por esse mesmo médico, excelente médico mesmo, e ao fim de dois anos fiz o desmame acompanhada por ele e fiquei óptima. O problema foi mais tarde devido a problemas pessoais.. voltei a cair em depressão e a tomar medicamentos... e assim fiquei a tomá-los durante 9 anos.. Sempre que tentava um desmame não aguentava o sofrimento e voltava a tomar.. os próprios médicos dizem para tomar se não estamos bem, esquecem-se de dizer que quando fazemos um desmame é normal sentir a cabeça a mil, dores no corpo, ataques de pânico e ansiedade, enfim todos os sintomas como se estivessemos novamente na tempestade da depressão. Não conseguimos controlar a nossa mente, ficamos desesperados como se fosse o fim do mundo... A verdade é que é normal ter todas estas sensações. Os medicamentos que tomamos para a depressão são drogas, legais, mas drogas e quando as tomamos durante muito tempo sem nos apercebermos ficamos viciados nelas e achamos que nunca vamos conseguir viver sem elas.. é aqui que entra a nossa força de vontade e o apoio de quem nos rodeia. Levei um ano a fazer o desmame da medicação que tomava há anos, 1 comprimido de 10 mg de cipralex e um comprimido de Victan. Já passaram dois meses sem tomar qualquer tipo de medicação, dois meses de agonia.. Tenho ataques de ansiedade e de Pânico, a mente parece ter vida própria, durmo mal, o apetite é muito pouco às vezes sinto-me completamnete desesperada.. Mas a verdade é que tudo isto é normal, quando largamos os medicamentos temos que aprender a viver novamente, é como se fosse necessário aprender tudo do zero especialmente a controlar a nossa mente para que não nos leve à depressão novamente. A terapia é muito importante nesta fase da nossa vida, sentimo-nos tão despersonalizados, inseguros e sem auto-estima que acabamos por deixar os nossos medos comandarem a nossa vida. Não pode ser assim, não podemos deixar que a nossa mente doente ganhe!!! Faço psicoterapia há um ano e meio e foi graças a isso que consegui fazer o desmame e ficar limpa! Mas hoje em dia sinto que o trabalho que faço com a minha terapeuta já não é o adequado para mim, logo vou procurar outro terapeuta que me ajude nesta fase que é bastante complicada. Resumindo o que quero dizer é que É POSSÍVEL VIVER SEM MEDICAMENTOS, temos que confiar em nós e entender que é uma fase necessária para ficarmos curados de vez! Nunca devemos esconder a quem está perto de nós que não estamos bem..que precisamos de ajuda, não nos podemos isolar porque isso só nos prejudica e se algumas pessoas não nos quiserem aturar paciência, existem outras que nos dão sempre a mão! Não estamos sozinhos e o segredo é acreditar que é apenas uma fase e vai passar, que somos superiores a tudo isto e vamos encontrar o nosso estado de plenitude! Sei que me alonguei mas espero com este testemunho puder ajudar as pessoas que estão na minha situação e falar com elas sobre esta fase.
Obrigada a todos e força! Somos seres fortes e vamos vencer a depressão!

bushinha

Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

depois do desmame da medicação

Mensagem por zeta em Qua Ago 03 2011, 08:01

Concordo, plenamente. È dificil mas é possivel. Nossa mente tem que ser conduzida para o positivo.
avatar
zeta
Moderador
Moderador

Mensagens : 860
Reputação : 120
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 47
Localização : Guimaraes

Ver perfil do usuário http://rosette27.webnode.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por lemos-nuno em Qui Ago 04 2011, 12:08

sim sem duvida que é possivel viver sem medicaçao pelo menos para estes casos... mas embora as pessoas tenham muita força interior nem sempre... a força é sufeciente... a nossa mente é muito poderosa e motivo disso e quase ninguem se conseguir ver livre destes sentimentos profundos, sintomas e crises sem uma muleta que seja... agora a melhor arma e criar defesas e optimismo dentro da nossa mente... um trabalho pessoal que temos de fazer e de quem nos rodeia tambem, e tentar nao custa nada... Mas comos sabemos antes fosse assim tao simples passar da escrita à pratica

lemos-nuno
Moderador
Moderador

Mensagens : 341
Reputação : 10
Data de inscrição : 30/10/2010
Idade : 32
Localização : guimaraes

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por kikaskikas em Qua Jan 18 2012, 23:17

lemos-nuno escreveu:sim sem duvida que é possivel viver sem medicaçao pelo menos para estes casos... mas embora as pessoas tenham muita força interior nem sempre... a força é sufeciente... a nossa mente é muito poderosa e motivo disso e quase ninguem se conseguir ver livre destes sentimentos profundos, sintomas e crises sem uma muleta que seja... agora a melhor arma e criar defesas e optimismo dentro da nossa mente... um trabalho pessoal que temos de fazer e de quem nos rodeia tambem, e tentar nao custa nada... Mas comos sabemos antes fosse assim tao simples passar da escrita à pratica


vamos la ver se as pessoas intendem, não existe ninguém que não tenha ansiedade,todos os casos como o meu e os vossos foram activados por acontecimentos o que e normal este tipo de comportamento de ( alerta ) pelo organismo; nestes casos quando põe em causa as nossas emoções,sentimentos,etc nunca se fechem em casa por muito que isso doa tentem ter sempre alguém para vos ajudar que nada vos acontecera ninguém morre de AP.

se um dia se sentirem mal e normal não podemos andar sempre 365 dia bem dispostos
mesmo que tenham medo de sair a rua não fiquem em casa vão nem que seja dar uma volta de 10 minutos vão ver que na rua não sentem o medo que sentiam em casa, não se deixem levar pelos pensamentos negativos.

quando recebo noticias desagradáveis tenho logo vontade de ir ao wc mas depois passa e sinal que o meu sistema de alerta esta a funcionar correctamente mas se levar a serio agrava-se...

não tenham medo dos AP porque não fazem mal a ninguém.

eu trabalho com o publico e nunca deixei de o fazer porque não dei ouvidos a minha mente.

tenham coragem e não abusem na medicação falem sempre com o vosso medico.

kikaskikas

Mensagens : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/01/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por lemos-nuno em Qui Jan 19 2012, 21:36

kikas nao acho que tudo seja assim tao simples como pintas, o sentido é esse mas se fosse assim simples ninguem estaria aqui... claro que todo o ser humano é "movido" por sensações, emoções, sentimentos etc etc... mas tudo dentro da normalidade, para nós termos qualquer tipo de ataque ou crise de pânico sem dúvida que foi alguma que coisa que levou a esse estado, mas que nao considero normal... Somos seres e como tal nem todos reagimos da mesma forma e mesma intensidade seja ao que for, a verdade é que seja qual for a causa inicial que nos leva a ter este ataque, desde esse momento, o nosso sistema nervoso central fica "descontrolado" desiquilibrado ou seja la o que querem chamar... Isso tudo acontece e quem faz pscicoterapia percebe isso perfeitamente um dos hemisferios deixa de trabalhar em sintonia com o outro e leva a este estado... Agora toda a gente tem noção que o ataque de panico em si nao te pode causar morte, tens uma descarga de adrenalina que faz todos os teus orgãos reagir a algo como se sentissem o perigo por perto... Agora todos estes sintomas constantes não consideram que sejam normais, E é bem mais fácil dizer que a controlamos quando nos sentimos bem, mas uma vez perante outra eu cheguei a ter crises que nao haviam forma de parar, e nesse momento conseguires "convencer" o teu subconsciente que não e nada e estas bem.. as coisas nao são assim tão lineares... E uma vez termos crises de ansiedade nunca mais o nosso sistema nervoso consegue reagir de forma normal, por muito que se tente, qualquer coisa que nos faça enervar, ter um dia mais stressado no trabalho, ter medo de alguma coisa, adrenalina em excesso, tudo que nos faça sentir neste estado nos dias seguintes pagamos bem caro, coisa que em pessoas normais estáveis sao bem toleraveis e nem se preocupam se têm que se controlar ou não porque nao sentem nada de anormal no sistema... Logo para nós nos sentirmos equilibrados temos de andar muito direitinhos e o minimo descuido é a morte do artista correcto... Eu tambem nao aconselho medicação, agora por muito que queiramos a nossa mente até esteja com coragem de enfrentar esses medos, esse panico, seja o que for em determinadas situaçoes so mesmo com as muletas a que conseguimos chegar la... Eu falo por mim, eu á beira de muita gente nao tomo nada.. 20mg de pacinone é o que tomo o resto sao produtos naturais nesta fase, e quem me dera a mim retroceder no tempo... todos os dias ando empenado ou tensao muscular, espasmos pelo corpo todo, dores de cabeça, extrassistoles etc etc seja la o que for, e isto não é apenas agora a mente que tem medo, sao efeitos laterais do buraco onde caimos... nada mais e como todos claro vamos tendo dias melhores dias piores....

lemos-nuno
Moderador
Moderador

Mensagens : 341
Reputação : 10
Data de inscrição : 30/10/2010
Idade : 32
Localização : guimaraes

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

depois do desmame a medicação

Mensagem por zeta em Sex Jan 20 2012, 08:57

Kikaskikas

Não concordo contigo. Porque quando uma pessoa está mesmo mal psicologicamente o fisico sente e reaga e não há pensamento que destrua esse mau estar.
Dou-te um exemplo: de vez em quando, tenho crises vertiginosas, daquelas que só parada e olhar fixamente para um ponto...é do pior...e no entanto elas surgem do nada, não conto com elas até porque normalmente me sinto muito bem...
O que fazer? Achas que não tenho medo de sair á rua e ter umas dessas crises??E como é k eu faço para isto acabar????
Pois só mesmo com medicação eu consigo controlar mais ou menos estas vertigens,. Já tentei várias vezes deixar o anti vertiginoso e voltam as crises..
Por isso todos nós temos "dependencias" sejam de ansioliticos seja de outras medicações, mas há ainda as pessoas dependentes de alcool, drogas, vicio das compras, etc

Só concordo contigo quando dizes que o ap não matam ninguém e temos mesmo é que aceita-los...é o que eu faço, respiro fundo e deixo passar porque acaba sempre por passar e se resistirmos é pior ,pelo que o melhor é deixar andar...
avatar
zeta
Moderador
Moderador

Mensagens : 860
Reputação : 120
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 47
Localização : Guimaraes

Ver perfil do usuário http://rosette27.webnode.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por kikaskikas em Sex Jan 20 2012, 12:53

zeta escreveu:Kikaskikas

Não concordo contigo. Porque quando uma pessoa está mesmo mal psicologicamente o fisico sente e reaga e não há pensamento que destrua esse mau estar.
Dou-te um exemplo: de vez em quando, tenho crises vertiginosas, daquelas que só parada e olhar fixamente para um ponto...é do pior...e no entanto elas surgem do nada, não conto com elas até porque normalmente me sinto muito bem...
O que fazer? Achas que não tenho medo de sair á rua e ter umas dessas crises??E como é k eu faço para isto acabar????
Pois só mesmo com medicação eu consigo controlar mais ou menos estas vertigens,. Já tentei várias vezes deixar o anti vertiginoso e voltam as crises..
Por isso todos nós temos "dependencias" sejam de ansioliticos seja de outras medicações, mas há ainda as pessoas dependentes de alcool, drogas, vicio das compras, etc

Só concordo contigo quando dizes que o ap não matam ninguém e temos mesmo é que aceita-los...é o que eu faço, respiro fundo e deixo passar porque acaba sempre por passar e se resistirmos é pior ,pelo que o melhor é deixar andar...


sei bem todos esses sintomas eu sofri muito mas muito mesmo vou contar o maior pesadelo da minha vida que passei terror que não desejo a ninguém.

isto aconteceu a uns anos atrás, tava em sentido como um tropa esta a porta de armas e não me podia mexer tinha que tar naquela posição ate terminar a exposição que decorria. dores no estômago,medo terrível passou-me tudo e mais alguma coisa pela cabeça e eu sempre firme a minha vontade era de fugir mas não pudia passado mais um tempo deixei de ver tava tudo escuro mas eu permanecia em pe apenas so ouvia as pessoas , como me assustei e tava consciente comecei a sentir no canto do lábio a sair saliva ,fds disse para mim mesmo agora perdi a visão eu ouvia tudo mas não podia cair mandei lixar tudo interiormente e baixei a cabeça entre os joelhos e a visão voltou,continuei novamente naquela posição ate ao final os sintomas aumentavam e depois diminuíam porque eu não podia sair.chego eu a casa com um sofrimento de tanta coisa que passei e começo a pensar naquilo tudo eram AP uns atras dos outros.

tudo o que passei foi sem medicação. como eu em serviço não posso sair nem tar doente tenho que enfrentar o touro pelos chifres e seja o que Deus quiser....

quando consultei o medico e que tive conhecimento de todas essas coisas,tomei medicação e superei,quando sinto que o meu estômago esta mal e logo a primeira coisa que trato porque dai e que começam os AP no meu caso que chego a vomitar,bem tratadinho o fluxo gástrico e essas coisas nervosas que atacam o estômago adeus AP nunca mais os tive.

tenho alturas em que tenho receio mas não dou importância e tudo passa. lembro-me de fazer uma viagem de 600 km so para por a prova o meu sistema nervoso. posso dizer que comportei-me como se tivesse em casa, passa umas coisas na mente mas com a viagem passa .

kikaskikas

Mensagens : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/01/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por bushinha em Sex Jul 13 2012, 18:40

Olá boa tarde, estive algum tempo sem aparecer por aqui! Espero que estejam todos bem! A minha opinião é que os medicamentos são necessários em momentos da nossa vida em que realmente só por nós mesmos nao conseguimos ultrapassar determinadas fases na vida.. O problema é quando algo se passa conosco e apenas tomamos os medicamentos, isso é errado. Os medicamentos servem como uma tampa e quando são retirados se nao tivermos feito um trabalho com um psicólogo ou terapeuta tudo volta.. Parecemos um vulcão! Digo isto por experiência própria! Tudo tem uma razão de existir, temos que conseguir resolver com terapia os nossos problemas! No meu caso tomei medicamentos durante 10 anos, sempre que os retirava voltavam os medos, tristeza profunda, ataques de pânico e eu nao compreendia o porquê! Cheguei mesmo a pensar que talvez estivesse mesmo maluca ou simplesmente fosse impossível viver sem medicamentos.. Até que encontrei o meu psicólogo actual, faço terapia com ele desde Setembro de 2011. À 6 meses que nao tomo antidepressivos e calmantes é mesmo muito raro. Tem sido um percurso muito complicado e demoroso pois o cérebro é muito complexo e ter tomado tantos anos medicação e nao ter tido uma terapia como deve ser ao longo dos anos piorou os medos e as ansiedades! Nao é um percurso fácil, é necessário muita forca de vontade e sobretudo muita paciência! Continuo a sofrer de ansiedade e ataques de pânico que vou combatendo com valdispert e resolvendo com terapia!Mas é muito bom sentirmos que estamos a conseguir ultrapassar tudo aquilo que nos fez perder a alegria de viver! Continuo na minha batalha! E acreditem que é muito importante termos à nossa volta pessoas que nos amam e nos ajudam, mas nao se esqueçam que só podemos contar conosco para vencer! Para quem se encontra na minha situação muita forca! É complicado mas a vida é demasiado curta para termos medo de a viver! Beijinhos grandes

bushinha

Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por bichobrabo em Sex Jul 13 2012, 21:55

Revejo-me muito na tua descrição, ainda que faça auto-psicoterapia. E julgo que estou uns passos à frente, pela mera razão do tempo, pois já deixei as drogas há 2 anos.

Força nisso. As vitórias dão-nos alento para continuarmos.
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por bichobrabo em Sex Jul 13 2012, 22:04

Mas sabes o que me chateia agora? Estou funcional, ou seja, faço tudo o que quero, viajo sozinho, trabalho, ando de avião e elevador e os ataques de pânico quando tendem a aparecer, são logo controlados, porque posso dizer que os consigo controlar.

O que me chateia é o nervoso miudinho, como se de uma mosca chata se tratasse, que não me deixa relaxar nas viagens e apreciar a paisagem, mesmo estando presente durante periodos curtos de tempo. É um certa tendência para deprimir quando este nervoso miudinho persiste. É o desgaste que traz ao longo dos anos.

avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por bichobrabo em Sex Jul 13 2012, 22:13

E já me esquecia da porra do zumbido que tenho no ouvido esquerdo. Apareceu-me durante o desmame e umas vezes está melhor, outras pior.

Já ando aziado do ginkgo biloba
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por bushinha em Sab Jul 14 2012, 23:04

É bom saber que há pessoas que passaram pelo mesmo ou estão a passar! O que sinto mais além Da ansiedade e alguns ataques de pânico os quais tb já consigo controlar é a mente hiperactiva.. Já passaram 6 meses e as melhoras são muitas mas confesso que tenho fases em que me sinto mesmo a perder as forcas.. Mas pelo que li até normalizar pode passar um ano.. Temos que ter forca e aproveitar os bons momentos e sobretudo ocupar a mente! Forca para todos, beijinhos

bushinha

Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depois do desmame da medicação...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum