Últimos assuntos
» Ansiedade/Fobia Social - Xanax Sintomas
Ontem à(s) 22:22 por Tiago Neves

» Meu diário enfrentando Depressão e TAG
Qui Mar 23 2017, 19:29 por Jana_10

» Sertralina
Qui Mar 23 2017, 18:48 por Convidado

» 194 dias sem Sedoxil!
Qui Mar 23 2017, 17:27 por Jana_10

» Meu relato de depressão...
Qui Mar 23 2017, 17:26 por Jana_10

» Ansiedade e ataques de pânico
Qua Mar 22 2017, 15:06 por MEB

» Fluvoxamina - efeitos secundários
Ter Mar 21 2017, 12:33 por 1006

» Porque sinto isto desta forma tão estranha?
Ter Mar 21 2017, 12:19 por sombraescura

» Em Nome do Pai, Em Nome do Filho
Seg Mar 20 2017, 00:44 por Vicent_Vega

» Falta de concentração e tonturas
Dom Mar 19 2017, 14:14 por Duarte

Quem está conectado
17 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 17 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 52 em Sab Fev 01 2014, 18:10

Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por zahara em Ter Set 17 2013, 22:48

Boa noite,

Desde que me lembro que tenho insónias, começaram por ser na adolescência de forma esporádica, antes de uma visita de estudo por exemplo. Depois na faculdade, lembro-me de ter algumas insónias valentes em que só conseguia adormecer a ouvir Bob Marley bem alto. E cada vez foram piorando. Já no ultimo ano de curso, aos 22 anos,  tomei Sedoxil durante um ano, meio de manhã, meio ao jantar (não tomava aos fins de semana). Em 2005 e com 25 anos, tive uma experiência bastante penosa, uma semana inteira sem dormir...nada. Passava as noites em branco, com muito cansaço, muito sono, a ver as horas a passar e sem conseguir desligar, adormecer...coisa aparentemente simples. Nessa semana fui sempre trabalhar, tinha que conduzir para o trabalho e sinto-me abençoada por ainda estar aqui hoje. Bebia muitos cafés para conseguir aguentar o dia...No último dia da semana, o corpo não aguentou e nessa tarde não fui trabalhar. Tive um ataque de choro que durou toda a tarde, até que adormeci a chorar por exaustão. Fui ao médico de família ainda nesse dia e continuava sem conseguir parar de chorar. Foi-me diagnosticada uma depressão, e receitado Sedoxil e Xanax durante 6 meses. Os primeiros dias foram maravilhosos, pois nem me lembrava de adormecer. Tinha que tomar o Xanax já deitada, pois minutos depois apagava completamente. Até que essa dose deixou de fazer efeito e ía sendo aumentada...Passado alguns meses, eu não me reconhecia. Olhava-me ao espelho e não era eu. era uma pessoa pálida que se olhava ao espelho, uma sombra de mim. Nessa altura, resolvi dar uma volta na minha vida e voltei a estudar e a trabalhar em part-time. O que me fez bastante bem, pois era uma motivação e cansava-me bastante, gastando muita energia. Muitas vezes nem sei como conseguia acordar para ir às aulas, muitas vezes estava com os olhos abertos, mas a dormir e a fazer um esforço brutal para estar ali, a tomar o que estava a tomar. Ninguém imaginava e ainda bem. Já no final do tratamento e como sabia que a fase do desmame não iria ser pêra doce, decidi ir a uma consulta de homeopatia. E comecei a fazer o desmame dos químicos e a tomar madicamentos homeopatas. lembro-me que tomava muitos comprimidos por dia, uns para fortalecer o cabelo, outra para a pele, outro para a memória, outro para...mas consegui fazer o desmame com muita força de vontade e por também mantinha a cabeça e o corpo ocupados com o curso e o trabalho. Em 2009, 2010, as minhas insónias começaram a agravar-se de forma brutal. Comecei um novo emprego em 2010 e logo nas primeiras semanas as insónias dispararam. Semanas em que ía trabalhar dia sim, dia não com uma noite em branco na cabeça e no corpo. E custava tanto. Comecei a tomar novamente o Sedoxil, o qual foi perdendo o efeito aos longo do tempo. Até que tomar um Sedoxil antes de dormir deixou de fazer qualquer efeito, sem falar que no day after os reflexos são mínimos, os tempos de reacção, sentia-me muitas vezes meia hipnotizada. E fui experimentando coisas, chá de rooibos, que inicialmente fazia efeito. Chá de camomila que não fazia qualquer efeito, banho quente antes de dormir, leite quente antes de dormir, fazer caminhadas depois do trabalho, não ter tv no quarto, iniciei tratamentos com diferentes anti-depressivos que não consegui continuar, pois uns aceleravam-me mais o coração, com outros tinha dificuldade em conduzir, etc.  Foram 2 anos de altos e baixos de insónias, de dormir 2, 3, 4 horas por noite, às vezes nada, de pouca qualidade de vida, às vezes de alguma adrenalina, com as poucas horas de sono, que até estimulam a criatividade. Depois fiquei desempregada e passado um ou dois meses e depois de realizar um projecto pessoal, comecei a não conseguir dormir, a adormecer às 7 da manhã com alprazolam ou sedoxil ou lorenin. Estava a ficar desesperada e pela segunda vez este ano voltei a experimentar um tratamento diferente. Agora com Triticum. O primeiro dia em que tomei o triticum adormeci logo, foi quase instantâneo. Nos primeiros meses adormecia quase sempre na sala uma ou duas vezes, pois tomava 1/3 ao jantar. Os efeitos secundários foram bastante severos desde dores de cabeça constantes, dormência no corpo, dores de estômago, dificuldade em respirar a dormir, garganta seca, uma sensibilidade extrema à luz. Quando aumentei a dose para 2/3, conforme indicação do médico, tive que reduzir pois não conseguia estar mais de duas horas em frente a um ecrã, nem ao sol. Reduzi novamente para 1/3 (50 mg) e continuei até aos 6 meses assim. Até há duas semanas atrás. Mas estive sempre desejosa de chegar ao fim deste tratamento, pois o meu sono não era de qualidade, não tinha dificuldade em adormecer, isso era quase imediato, mas acordava sempre 1 ou 2 vezes por noite, sonhava a noite toda, sonhos muito vividos e de manhã acordava com a sensação que não tinha descansado nada. Mas, no meu caso que é adormecer, ajudou-me bastante, sendo essa a razão porque aguentei todos os efeitos adversos. Fui fazendo o desmame lentamente, muito lentamente mesmo, 1/2 de 1/3, 1/4 de 1/3 e cada vez menos. no final quase que a dose era praticamente placebo. Na semana seguinte fui dormindo bem, adormecia bem, um sono mais descansado, ainda com muitos sonhos. Na semana seguinte, comecei a ter insónias como antes do tratamento. Numa noite, só adormeci às 8 da manhã do dia seguinte com o alprazolam 0,5. Na noite seguinte adormeci às 4 e tal da manhã com meio de lorenin(de 2,5). E tem sido assim na última semana, ando completamente exausta, pois acordo às 9/10 da manhã completamente dopada dos comprimidos e ando o dia todo com sonolência. hoje andei 2 horas e meia para me cansar...ontem fui correr 45 min e não consegui dormir naturalmente.  [À parte disto, em Julho tive um grande ataque de ansiedade/pânico e foi-me receitada paroxetina, tratamento que iniciei e terminei no espaço de aprox. 1 mês, pois não me sentia bem e sentia-me a tentar remendar algo com outro remedo por cima e não indo à raiz do problema. Entretanto, experimentei a meditação e yoga e futuramente gostaria de tentar outros tratamentos alternativos como reiki e acunpunctura. Estou também a ter consultas de psicoterapia que penso que estão a ajudar tb.

Relativamente à insónia, sinto que voltei à estaca zero, que depois destes meses com o triticum...
Não quero tomar mais alprazolam, lorenin, diazepan, triticum, and so on. Mas no desespero para adormecer, tenho recorrido a eles...e o dia seguinte é para esquecer.

Amanhã vou experimentar melatonina. Hoje passei na Salutaris (ervanário) para ter alguma info sobre melatonina. E amanhã vou experimentar, penso que se chama Melatonin, 3 mg, 150 comprimidos ( é melatonina vegetal). Mais uma solução para tentar não recorrer aos químicos.

Obrigada a quem conseguiu ler o testamento até aqui Smile

A minha intenção ao contar a minha história é também tentar ajudar outros que se encontrem na mesma situação e partilhar experiências. Os medicamentos que funcionam com umas pessoas, não funcionam com outras, pelo que não é chapa 5. Mas são testemunhos e aprende-se sempre qualquer coisa. Tenho andado a procurar na internet algum grupo de ajuda dedicado à Insónia, pessoas que partilham as suas experiências e se entreajudam. Não encontrei nada...se alguém tiver conhecimento, por favor diga.

A única coisa que encontrei foi info sobre terapia cognitivo comportamental, em Blog do sono, pois acredito mesmo que tem a ver com a nossa mente e com as associações que fazemos. Neste momento, tenho quase que uma aversão ao quarto e à cama, tento passar o menor tempo possível no quarto.


Em Janeiro deste ano li o livro da Dra. Teresa Paiva, Bom Sono, Boa Vida e é muito esclarecedor, aconselho. Vou reler agora novamente, nesta fase.
Algo que também quero fazer um dia é marcar uma consulta com a Dra. Teresa Paiva, mas infelizmente ainda tenho que adiar...mas sei que é fundamental um diagnóstico específico. Tenho lido que muitas pessoas, incluindo eu, sofrem muito com as insónias e a vida perde muita qualidade, e as ferramentas certas - uma consulta de sono - terapias cognitivas comportamentais - resolvem o problema, não de forma imediata claro.

Deixo também o link do  Blog Centro do sono "blog relacionado com a Medicina do Sono da autoria da Professora Teresa Paiva, colegas e amigos" . O site do Centro do sono(CENC) é http://www.centrodosono.com, mas nas vezes que acedi não está online. Mas há mais informação na página do facebook.

Resumindo,
- Gostaria de saber se alguém conhece algum grupo de partilha e entreajuda sobre Insónia e dificuldades do sono.
- Gostaria de saber se alguém controla as insónias com o uso de melatonina e que melatonina aconselham a tomar. qual a mais eficaz.quanto tempo se deve tomar. será que a melatonina vai alterar com os mecanismos do sono?
- Que outras alternativas aos químicos aconselham para curar a insónia.

Vou experimentar a melatonina que vi hoje e depois também venho dizer se está a resultar ou não.

Obrigada.

E boa noite

zahara

Mensagens : 13
Reputação : 5
Data de inscrição : 22/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por Chloe Martins em Ter Set 17 2013, 23:24

Olá zahara ,

quanto a um grupo de partilha de insónias/problemas com o sono não faço ideia , mas penso que deverá haver algo para esse problema , pois existem bastantes pessoas que sofrem do mesmo mal .

Quando a usares químicos para adormecer , não aconselho nada , pois nunca te vão curar e ao final de um tempo deixam de fazer qualquer efeito e andares sempre a mudar não é nada saudável para ti , pois este tipo de medicação é para ser feita a curto prazo e o mínimo possível .

Acho que deves mesmo procurar soluções naturais sem duvida , ah imensa diversidade hoje em dia a nível desses produtos , claro que o efeito nunca será o mesmo como o dos químicos embora esta seja preferível pois não vicia nem cria ainda mais problemas .

Quanto á melatonina nunca tomei mas já ouvi falar muito bem e que ajuda imenso .

Claro que também já sofri de insónia , especialmente nas férias , principalmente nas da faculdade , trocava os horários todos e depois ficava a noite toda a ver séries ou a sair só adormecia bem de manhã , depois era uma dor de cabeça para conseguir adormecer cedo quando voltava á realidade , ou seja , ás aulas. Certos trabalhos com horários rotativos e de noite também ajudam a desregular o sono , pelo que é uma coisa muito comum hoje em dia ter insónia .

O que te aconselho é relaxares o máximo possível , meditação e yoga , muito exercício físico . E se ainda assim for complicado opta por um suporte natural , recorre apenas aos químicos em ultimo caso .

Se entretanto souber de algum grupo irei comunicar .

As melhoras e boa sorte!

Smile

_________________
Laughing Keep smiling and flying SmileRazz
avatar
Chloe Martins

Mensagens : 61
Reputação : 6
Data de inscrição : 24/06/2013
Idade : 27
Localização : Ibiza , Spain

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por xptriado em Qua Set 18 2013, 19:04

oi! eu tenho maioritariamente problemas de manutenção do sono a partir do segundo terço da noite (6 da manhã). Mas se houverem uns barulhitos à noite que me incomodem já também não consigo adormecer.
Tenho a dizer que a melatonina depois de experimentar em cerca de 7 ocasiões diferentes, não funcionou como devia porque acordo sempre cedo demais, ainda mais que antes.
No entanto tenho que te dizer que para adormecer é um show, nada me incomoda! Espero que tenhas a mesma reacção para adormecer que eu e se pudesses depois passar aqui para deixar o teu feedback tb era fixe, nomeadamente se acordas cedo ou nao.


PS: Ja era altura duma seccao sobre insonias!

xptriado

Mensagens : 102
Reputação : 3
Data de inscrição : 14/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por xptriado em Qua Set 18 2013, 19:06

Já agora, alguma vez experimentaste mirtazapina? comigo funcionou bem mas eu tinha uns efeitos secundarios tramados e larguei...

xptriado

Mensagens : 102
Reputação : 3
Data de inscrição : 14/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por zahara em Sex Out 04 2013, 13:25

Correcção: linhas 9, 10 e 11
1º post
"Fui ao médico de família ainda nesse dia e continuava sem conseguir parar de chorar. Foi-me diagnosticada uma depressão, e receitado Sedoxil e Xanax durante 6 meses. Os primeiros dias foram maravilhosos, pois nem me lembrava de adormecer."

Deve ler-se:
"(...) Foi-me diagnosticada uma depressão, e receitado Seroxat e Xanax durante 6 meses.(...)."

Obrigada.

zahara

Mensagens : 13
Reputação : 5
Data de inscrição : 22/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por zahara em Sex Out 04 2013, 13:42

Obrigada pelos vossos comentários.

Experimentei a Melatonina (Melatonin Pura 3mg) e apesar de me ter causado grande sonolência e de ter adormecido na sala...umas 2 vezes, quando cheguei à cama, tudo passou e fiquei com uma espécie de espertina...e só consegui adormecer por volta das 8 da manhã com o Lorenin...

E desde então que estou a tomar isso para adormecer. Sei que não devo automedicar-me, mas em casos desesperados, medidas desesperadas....infelizmente.

Vou tomar durante algumas semanas e depois reduzir lentamente...
Estou também a tomar um suplemento de selénio e cobre para reforçar o sistema imunitário e sistema nervoso. Tenho praticado yoga e meditação com mais regularidade.

Fui a uma consulta com a psicóloga que me aconselhou a voltar a tomar os antidepressivos, e se estas terapias complementares não resultarem na parte do sono, sei que terei que voltar a isso...

Sei que não posso tomar o Lorenin por muito mais tempo, nem fazer isso uma prática diária, pois começo a notar que me está a provocar depressão...

Xptriado:  ainda não experimentei a mirtazapina. Ajudou-te em relação ao sono? Que efeitos secundários tramados te provocou?

zahara

Mensagens : 13
Reputação : 5
Data de inscrição : 22/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por xptriado em Sex Out 04 2013, 15:01

hey,

pois a mirtazapina dava-me espasmos noturnos nas mãos que me impediam de dormir. era paradóxico porque estava cansado mas assim que fechava os olhos e entrava no sono acordava de imediato com um espasmo. horrivel, nao tenho palavras para descrever o ansioso que isso me deixava..

solucao do medico foi meterme uma dose pequena de clonazepam de manha. funcionou mas nunca consegui subir dos 22.5mg de mirtazapina, por causa dos espasmos e nao quis, nem o medico, aumentar o clonazepam para acima de 0.5mg. quando penso nisso talvez a solucao tivesse sido tomar o clonazepam à noite junto com a mirtazapina e aí talvez 0.25mg fosse suficiente.

pensei que nunca iria desaparecer e que teria q viver com isso.

os espasmos desapareceram quase totalmente depois de deixar a mirtazapina.

mas segundo consta isto é um efeito secundario muito muito raro...experiencei isto pela primeira vez dps de tomar amitriptilina durante 3 semaanas..nao o tenho nem com trazadone nem com agomelatina e penso eu q estará ligado à dopamina...

alem disso a mirtazapina dava-me um sono muito profundo durante metade da noite mas a segunda metade nao..em dias de trabalho acordava sempre dps d 6.30h de sono

deseja-me sorte, finalmente consegui q me receitassem doxepina 3mg. está na farmacia a fazer e vou buscar hoje! é suposto ajudar na segunda metade da noite melhor que a mirtazapina segundo li, além disso tem uma meia vida 4x mais pequena e nao cria habituacao, é uma dose muito baixa!funciona maioritariamente como anti histaminico a 3 mg

xptriado

Mensagens : 102
Reputação : 3
Data de inscrição : 14/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por Vitor em Sex Out 04 2013, 15:32

zahara escreveu:Boa noite,

Desde que me lembro que tenho insónias, começaram por ser na adolescência de forma esporádica, antes de uma visita de estudo por exemplo. Depois na faculdade, lembro-me de ter algumas insónias valentes em que só conseguia adormecer a ouvir Bob Marley bem alto. E cada vez foram piorando. Já no ultimo ano de curso, aos 22 anos,  tomei Sedoxil durante um ano, meio de manhã, meio ao jantar (não tomava aos fins de semana). Em 2005 e com 25 anos, tive uma experiência bastante penosa, uma semana inteira sem dormir...nada. Passava as noites em branco, com muito cansaço, muito sono, a ver as horas a passar e sem conseguir desligar, adormecer...coisa aparentemente simples. Nessa semana fui sempre trabalhar, tinha que conduzir para o trabalho e sinto-me abençoada por ainda estar aqui hoje. Bebia muitos cafés para conseguir aguentar o dia...No último dia da semana, o corpo não aguentou e nessa tarde não fui trabalhar. Tive um ataque de choro que durou toda a tarde, até que adormeci a chorar por exaustão. Fui ao médico de família ainda nesse dia e continuava sem conseguir parar de chorar. Foi-me diagnosticada uma depressão, e receitado Sedoxil e Xanax durante 6 meses. Os primeiros dias foram maravilhosos, pois nem me lembrava de adormecer. Tinha que tomar o Xanax já deitada, pois minutos depois apagava completamente. Até que essa dose deixou de fazer efeito e ía sendo aumentada...Passado alguns meses, eu não me reconhecia. Olhava-me ao espelho e não era eu. era uma pessoa pálida que se olhava ao espelho, uma sombra de mim. Nessa altura, resolvi dar uma volta na minha vida e voltei a estudar e a trabalhar em part-time. O que me fez bastante bem, pois era uma motivação e cansava-me bastante, gastando muita energia. Muitas vezes nem sei como conseguia acordar para ir às aulas, muitas vezes estava com os olhos abertos, mas a dormir e a fazer um esforço brutal para estar ali, a tomar o que estava a tomar. Ninguém imaginava e ainda bem. Já no final do tratamento e como sabia que a fase do desmame não iria ser pêra doce, decidi ir a uma consulta de homeopatia. E comecei a fazer o desmame dos químicos e a tomar madicamentos homeopatas. lembro-me que tomava muitos comprimidos por dia, uns para fortalecer o cabelo, outra para a pele, outro para a memória, outro para...mas consegui fazer o desmame com muita força de vontade e por também mantinha a cabeça e o corpo ocupados com o curso e o trabalho. Em 2009, 2010, as minhas insónias começaram a agravar-se de forma brutal. Comecei um novo emprego em 2010 e logo nas primeiras semanas as insónias dispararam. Semanas em que ía trabalhar dia sim, dia não com uma noite em branco na cabeça e no corpo. E custava tanto. Comecei a tomar novamente o Sedoxil, o qual foi perdendo o efeito aos longo do tempo. Até que tomar um Sedoxil antes de dormir deixou de fazer qualquer efeito, sem falar que no day after os reflexos são mínimos, os tempos de reacção, sentia-me muitas vezes meia hipnotizada. E fui experimentando coisas, chá de rooibos, que inicialmente fazia efeito. Chá de camomila que não fazia qualquer efeito, banho quente antes de dormir, leite quente antes de dormir, fazer caminhadas depois do trabalho, não ter tv no quarto, iniciei tratamentos com diferentes anti-depressivos que não consegui continuar, pois uns aceleravam-me mais o coração, com outros tinha dificuldade em conduzir, etc.  Foram 2 anos de altos e baixos de insónias, de dormir 2, 3, 4 horas por noite, às vezes nada, de pouca qualidade de vida, às vezes de alguma adrenalina, com as poucas horas de sono, que até estimulam a criatividade. Depois fiquei desempregada e passado um ou dois meses e depois de realizar um projecto pessoal, comecei a não conseguir dormir, a adormecer às 7 da manhã com alprazolam ou sedoxil ou lorenin. Estava a ficar desesperada e pela segunda vez este ano voltei a experimentar um tratamento diferente. Agora com Triticum. O primeiro dia em que tomei o triticum adormeci logo, foi quase instantâneo. Nos primeiros meses adormecia quase sempre na sala uma ou duas vezes, pois tomava 1/3 ao jantar. Os efeitos secundários foram bastante severos desde dores de cabeça constantes, dormência no corpo, dores de estômago, dificuldade em respirar a dormir, garganta seca, uma sensibilidade extrema à luz. Quando aumentei a dose para 2/3, conforme indicação do médico, tive que reduzir pois não conseguia estar mais de duas horas em frente a um ecrã, nem ao sol. Reduzi novamente para 1/3 (50 mg) e continuei até aos 6 meses assim. Até há duas semanas atrás. Mas estive sempre desejosa de chegar ao fim deste tratamento, pois o meu sono não era de qualidade, não tinha dificuldade em adormecer, isso era quase imediato, mas acordava sempre 1 ou 2 vezes por noite, sonhava a noite toda, sonhos muito vividos e de manhã acordava com a sensação que não tinha descansado nada. Mas, no meu caso que é adormecer, ajudou-me bastante, sendo essa a razão porque aguentei todos os efeitos adversos. Fui fazendo o desmame lentamente, muito lentamente mesmo, 1/2 de 1/3, 1/4 de 1/3 e cada vez menos. no final quase que a dose era praticamente placebo. Na semana seguinte fui dormindo bem, adormecia bem, um sono mais descansado, ainda com muitos sonhos. Na semana seguinte, comecei a ter insónias como antes do tratamento. Numa noite, só adormeci às 8 da manhã do dia seguinte com o alprazolam 0,5. Na noite seguinte adormeci às 4 e tal da manhã com meio de lorenin(de 2,5). E tem sido assim na última semana, ando completamente exausta, pois acordo às 9/10 da manhã completamente dopada dos comprimidos e ando o dia todo com sonolência. hoje andei 2 horas e meia para me cansar...ontem fui correr 45 min e não consegui dormir naturalmente.  [À parte disto, em Julho tive um grande ataque de ansiedade/pânico e foi-me receitada paroxetina, tratamento que iniciei e terminei no espaço de aprox. 1 mês, pois não me sentia bem e sentia-me a tentar remendar algo com outro remedo por cima e não indo à raiz do problema. Entretanto, experimentei a meditação e yoga e futuramente gostaria de tentar outros tratamentos alternativos como reiki e acunpunctura. Estou também a ter consultas de psicoterapia que penso que estão a ajudar tb.

Relativamente à insónia, sinto que voltei à estaca zero, que depois destes meses com o triticum...
Não quero tomar mais alprazolam, lorenin, diazepan, triticum, and so on. Mas no desespero para adormecer, tenho recorrido a eles...e o dia seguinte é para esquecer.

Amanhã vou experimentar melatonina. Hoje passei na Salutaris (ervanário) para ter alguma info sobre melatonina. E amanhã vou experimentar, penso que se chama Melatonin, 3 mg, 150 comprimidos ( é melatonina vegetal). Mais uma solução para tentar não recorrer aos químicos.

Obrigada a quem conseguiu ler o testamento até aqui Smile

A minha intenção ao contar a minha história é também tentar ajudar outros que se encontrem na mesma situação e partilhar experiências. Os medicamentos que funcionam com umas pessoas, não funcionam com outras, pelo que não é chapa 5. Mas são testemunhos e aprende-se sempre qualquer coisa. Tenho andado a procurar na internet algum grupo de ajuda dedicado à Insónia, pessoas que partilham as suas experiências e se entreajudam. Não encontrei nada...se alguém tiver conhecimento, por favor diga.

A única coisa que encontrei foi info sobre terapia cognitivo comportamental, em Blog do sono, pois acredito mesmo que tem a ver com a nossa mente e com as associações que fazemos. Neste momento, tenho quase que uma aversão ao quarto e à cama, tento passar o menor tempo possível no quarto.


Em Janeiro deste ano li o livro da Dra. Teresa Paiva, Bom Sono, Boa Vida e é muito esclarecedor, aconselho. Vou reler agora novamente, nesta fase.
Algo que também quero fazer um dia é marcar uma consulta com a Dra. Teresa Paiva, mas infelizmente ainda tenho que adiar...mas sei que é fundamental um diagnóstico específico. Tenho lido que muitas pessoas, incluindo eu, sofrem muito com as insónias e a vida perde muita qualidade, e as ferramentas certas - uma consulta de sono - terapias cognitivas comportamentais - resolvem o problema, não de forma imediata claro.

Deixo também o link do  Blog Centro do sono "blog relacionado com a Medicina do Sono da autoria da Professora Teresa Paiva, colegas e amigos" . O site do Centro do sono(CENC) é http://www.centrodosono.com, mas nas vezes que acedi não está online. Mas há mais informação na página do facebook.

Resumindo,
- Gostaria de saber se alguém conhece algum grupo de partilha e entreajuda sobre Insónia e dificuldades do sono.
- Gostaria de saber se alguém controla as insónias com o uso de melatonina e que melatonina aconselham a tomar. qual a mais eficaz.quanto tempo se deve tomar. será que a melatonina vai alterar com os mecanismos do sono?
- Que outras alternativas aos químicos aconselham para curar a insónia.

Vou experimentar a melatonina que vi hoje e depois também venho dizer se está a resultar ou não.

Obrigada.

E boa noite
Olá Zhara
Relativamente à meditação deixa-me dizer-te algumas coisas: Deve ser feita pelo menos 2 vezes por dia: ao levantar e antes de deitar, diariamente e sensivelmente sempre à mesma hora. Nada de posturas físicas rígidas e desconfortáveis. A posição de flor de lotus é o pouco importante. A coluna direita assim como a cabeça levemente inclina para a a frente. Um sofá individual é óptimo. Bastam 15 a 20 minutos a cada sessão. O local deve ser calmo sem interferência de qualquer som exterior ou interior da casa. Crias o teu espaço próprio para isso. Perfumar um o local com um pouco de incenso também é bom. As roupas devem ser folgadas e nada de cores escuras. O local entre as meditações deve ser arejado. Nada de músicas relaxantes; só tu e a tua mente. Uma regra fundamente é não haver esforços mentais durante a meditação. As meditações orientais (budismo, hinduísmo, taoismo, etc.), não se adequam muito a nós ocidentais. Eles estão "formatados" à milénios, e o modo de vida deles quer seja espiritual, religioso, alimentar, social, etc., é muito diferente do nosso. E tudo aquilo que eles são, desde a célula até à forma de ver a vida, joga tudo do mesmo lado, isto é: o conjunto do indivíduo está geneticamente "formatado" para tal.
Existem alguns estudiosos sérios ocidentais que se dedicaram a estudar, a experimentar métodos de meditação que melhor se adequam aos ocidentais. Porém isto não significa que não existam ocidentais que tirem bons resultados dos métodos orientais. O que no oriente é um modo de estar perante a vida, no ocidente tornou-se mais um negócio: yoga, meditação, retiros, reiky, etc. e isto através de instrutores formados nestas práticas com cursos de pouco mais de 2 anos. Enfim no ocidente é assim. E ainda por cima os instrutores de yoga falam no desenvolvimento dos chakras (ou chakram) através de posturas corporais (Ásanas). Um mito! Os chakras desenvolvem-se paralelamente ao desenvolvimento espiritual. Existem monges tibetanos com os chakras bastante desenvolvidos sem nunca terem feito um alongamento. E não se pense que a yoga é um método hindu, esse é o nome dado pelos hindus. A yoga é muito anterior à Índia.
Podes experimentar um método de meditação diferente, que eu considero interessante, que está neste forum para download na secção Ansiedade e Ataques de Pânico, tópico: Links e Informações úteis. Os resultados da meditação levam o seu tempo a aparecer. Mas quase sem darmos por isso surgem e crescem e passamos a ser diferentes.
aconselho a leitura do livro "A Arte da Meditação-Porquê Meditar?, Sobre o Quê? e Como?
do autor Matthieu Ricard, Doutorado em genética molecular no Instituto Pasteur e um dia resolveu deixar a carreira cientifica e tornou-se monge budista vivendo actualmente no Nepal. É assistente em certos assunto do Dalai Lama

Boa sorte e bons resultados

_________________
As minhas intervenções neste forum não visam de modo algum substituir o acto médico. Baseiam-se na minha experiência pessoal, de participantes deste forum e de outros. Cabe a cada participante do forum procurar aconselhamento médico, psicólogo ou outro pessoal qualificado.
avatar
Vitor
Moderador
Moderador

Mensagens : 875
Reputação : 81
Data de inscrição : 18/01/2012
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por zahara em Ter Out 08 2013, 12:59

Olá!

Expatriado: estás a tomar essa medicação só para a insónia? Estás a tomar trazodona também? Já tomei trazodona (triticum AC) e apesar de me fazer adormecer rapidamente, dava-me um sono muito vivo, parece que não descansava nada e por vezes fazia-me acordar mais cedo e depois não conseguia dormir mais. Será que não será isso que não te está a fazer dormir depois das 6h30 da manhã? O triticum provocava-me também dificuldades em respirar e boca muito seca, acordava muitas vezes com dificuldade em respirar pelo nariz ( andava quase sempre com o nariz tapado) e só conseguia dormir a respirar pelo nariz e pela boca e acordava com a boca completamente seca e com dores na garganta... já estás a dormir melhor com o novo medicamento?


Vitor: Muito obrigada pelas preciosas dicas em relação à meditação. Tenho começado a meditar 2x por dia e começo-me a sentir melhor quando estou a meditar, mas ainda não estou a conseguir adormecer naturalmente sem medicação... Mas é como dizes, os efeitos da meditação levam algum tempo, mas já sinto a minha mente um pouco mais calma. E espero um dia conseguir partir para o mundos sonhos de uma forma natural.

Já tinha ouvido falar desse livro e consegui encontrar uma versão em .pdf, na internet, mas está em espanhol. Por acaso sabes de algum site onde se possa fazer o download do livro com a versão em PT ou EN? Obrigada.

zahara

Mensagens : 13
Reputação : 5
Data de inscrição : 22/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por xptriado em Ter Out 08 2013, 13:08

Hey,

Trazodona experimentei e dava-me batimentos cardiacos rápidos, acordava em ataque de panico...nao sei se pelo medicamento em si ou porque andava demasiado ansioso.

a mirtazapina deu-me muitos sonhos vivos, mas depois passaram...eu nao tenho ideia de pq me dava p acordar às 6.30.

ainda nao experimentei o novo medicamento, quando experimentar, se funcionar, venho cá deixar uma mensagem. estou esperando o fim de semana para experimentar, pq nao tive oportunidade no anterior.

entretanto estou à de um amigo que o quarto é mt mais calmo que o meu. esta foi a primeira noite e dormi mt melhor que na minha...

boa sorte com a meditacao, tb quero experimentar

xptriado

Mensagens : 102
Reputação : 3
Data de inscrição : 14/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por Water power em Qua Out 16 2013, 18:05

Não sabia que havia tantas farmacêuticas no ramo, visto bem as combinações são imensas. O que sei é, não é por ser grande que é bom, Cada medicamento tem efeitos positivos e negativos, quanto maior for o nº de medicamentos maior serão os choques entres eles. Não exagerem, senão em vez de ficarem melhor ficam pior.
avatar
Water power

Mensagens : 28
Reputação : 2
Data de inscrição : 16/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por bichobrabo em Qua Out 16 2013, 18:11

quanto maior for o nº de medicamentos maior serão os choques entres eles
Do género carrinhos de choque?
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por Vitor em Qua Out 16 2013, 18:17

Carrinhos de Choque??!!Arrow 

_________________
As minhas intervenções neste forum não visam de modo algum substituir o acto médico. Baseiam-se na minha experiência pessoal, de participantes deste forum e de outros. Cabe a cada participante do forum procurar aconselhamento médico, psicólogo ou outro pessoal qualificado.
avatar
Vitor
Moderador
Moderador

Mensagens : 875
Reputação : 81
Data de inscrição : 18/01/2012
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por bichobrabo em Qua Out 16 2013, 18:22

Vitor escreveu:Carrinhos de Choque??!!Arrow 
Razz Razz

Estava a imaginar as caixas de medicamentos a chocar umas com as outras.
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por Water power em Qua Out 16 2013, 19:22

Foi o que me inspirou Very Happy 
avatar
Water power

Mensagens : 28
Reputação : 2
Data de inscrição : 16/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por solnascente em Qui Dez 19 2013, 00:04

eu por acaso durmo bem,mas quando tou um pouco mais agitado faço o seguinte.
todos os pensamentos que me vem a mente tento apaga-los e sempre que aparecem novamente apago-os e acabo por adormecer. Sleep
avatar
solnascente

Mensagens : 48
Reputação : 1
Data de inscrição : 26/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por duarte28 em Qui Dez 19 2013, 00:18

Eu tomo o tercian e durmo antes dormia mt msm ag so 5/6/7h depende enfim a vida :/

duarte28

Mensagens : 58
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por A Costa em Ter Abr 22 2014, 20:17

cheguei agora.

A Costa

Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por catarina em Seg Jan 05 2015, 15:18

Como posso meditar?

catarina

Mensagens : 25
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Melatonina / grupo de partilha e autoajuda / outras alternativas aos químicos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum