Últimos assuntos
» Zolpidem e Anafranil
Hoje à(s) 16:30 por Juka

» Despersonalizacao
Hoje à(s) 14:22 por Contablogue

» SENSAÇÃO DE DESMAIO AO FECHAR OS OLHOS PARA DORMIR...
Hoje à(s) 10:49 por Duarte

» Zumbido (?)
Ontem à(s) 12:44 por Marta

» DESMAME DE ANTIDEPRESSIVOS E ANSIOLÍTICOS
Dom Nov 19 2017, 23:05 por Brick

» Extra sistoles , palpitações
Dom Nov 19 2017, 01:52 por Me

» Valdoxan.. efeitos secundários
Sab Nov 18 2017, 16:20 por Convidado

» Como ajudar uma pessoa com ansiedade?
Sab Nov 18 2017, 09:48 por ester

» Ciência, Ansiedade e Ayahuasca
Sex Nov 17 2017, 12:52 por Bruno Valentim

» Ciência, Indíos e a Ayahuasca
Sex Nov 17 2017, 12:49 por Bruno Valentim

Quem está conectado
14 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 14 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por FSL em Dom Fev 09 2014, 04:51

Boas !
Vou aproveitar estas horas do turno noturno mais calmo para partilhar a minhas história pessoal. Penso que pode servir para abrir os olhos a algumas pessoas e ao mesmo tempo faço uma catarsesinha.  Smile 

Desde a adolescência que tive o síndrome do patinho feio. Embora fosse alegre e brincalhão, algo me perturbava muito que era a minha aparência física. Tinha pensamentos muito negativos, em festas nunca conseguia sequer dançar com uma míuda, afastava-me sempre com vergonha.

Fui crescendo assim com esta "falsa auto-imagem" até que aos 17 anos, por acidente descobri que tinha uma doença renal grave. Foi-me diagnosticado sindrome de junção e acabei por perder o rim direito. Na altura a minha médica de familia disse-me que eu aos 30, 40 anos teria de fazer hemodiálise. Não preciso dizer o impacto brutal que isto teve em mim. Eu já tinha problemas de auto-estima e agora mais isto. Não queria ir mais à praia pois fiquei com uma cicatriz horrível na altura. Escondia-me sempre que podia, não tirava a t-shirt com vergonha.

Entretanto entrei na faculdade e fui vítima de bulling. Na altura não se falava disso mas a verdade é que as situações que enfreitei apenas me atiravam mais para o fundo do poço. Mas nesta altura eu nem pensava em depressões... Elas lá chegariam.

No 2º ano da faculdade fui operado ao outro rim. Desta vez apenas para corrigir a mesma doença que o rim direito tinha. Outra bruta cicatriz...

Entretanto acabei o curso e comecei a trabalhar. No ano de 2002 recebemos em casa a notícia horrível: O meu pai tinha sido diagnosticado com cancro. Foi aqui que o pesadelo começou...

Casei-me passado 1 ano, tendo me divorciado passado  4 anos. Foi nesta altura que tendo tanto historial de "azares" que entrei no poço sem fundo e fui pedir ajuda médica. A minha história com antidepressivos tinha finalmente começado.

Fiz muita asneira com a medicação. Tomava e parava bruscamente pq não tolerava os sintomas colaterais. Tomei medicamentos horríveis que me puseram a cabeça completamente virada do avesso. Eu tenho tendencia a fazer montes de reações paradoxais ( com o Xanax era um festival de alucinações dignos de um filme de terror). O anafranil dava-me pensamentos suicidas, desenvolvi fobia do impulso. Via uma faca e tinha medo de pegar numa com medo de me automutilar.

Entretanto sugiu o crónico burn-out da profissão. Mais uma pedrada no charco.

O meu pai lutou e perdeu a luta para a doença no ano de 2010 ( foi um herói, aguentou 8 anos de tratamentos e operações ). Nesta fase fui completamente ao tapete. Meti baixa, simplesmente não me apetecia fazer nada. Só queria chorar e dormir...

Em 2011 entrei para uma escola de yoga e descobri passado uns largos meses que me tinha metido numa seita destrutiva. Saí no início de 2012 com mais uns brutais arranhões psicológicos.

2012 foi um dos piores e melhores anos da minha vida. Parei de trabalhar durante 4 meses e decidi ( não sei onde fui buscar esta clarividência ) que tinha de uma vez por todas de colocar a minha vida nos eixos. Ou era isso ou era morrer...

Durante a baixa, aproveitei para fazer uma análise total da minha vida, mesmo indo a todos os pormenores.

Comecei a praticar desporto regularmente, deitar-me cedo, meti-me em aulas de inglês avançado, habituei-me a ler livros (hj em dia não consigo estar sem ler um livro), continuo a praticar yoga em casa, faço relaxamentos, namoro muito ( já lhes perdi a conta  Laughing  o pato feio afinal deu um lindo cisne  Very Happy ), toco guitarra, deixei de ver telejornais, tornei-me vegetariano, saio com os amigos e tenho o que considero uma vida feliz e estável. Sou financeiramente independente e estou numa situação que se amanhã me apetecer sair do meu emprego posso perfeitamente fazê-lo. Ter essa independencia é muito bom  Very Happy 

Hoje com 36 anos a hemodiálise está muiiiiito longe. Afinal o rim que tenho aguentou-se muito bem (ecografia e análises da creatinina e ureia normais) e com sorte vou viver até aos 90 com ele sem problemas nenhuns.  Very Happy 

Como sabem estou na fase final do desmame dos AD e do ansiolítico. Está para já a correr mto bem. Só canto vitória passado uns 2 anos ou mais de zerar os comprimidos. A ver vamos...

Penso que tudo o que passei ensinou-me muiiiiiiiiita coisa desta vida. Sou mesmo uma pessoa completamente diferente ! Mais calmo e ponderado, muito menos impulsivo, desvalorizo muita coisa que antes me preocupava, menos exigente comigo e com a vida, menos ambicioso, menos perfecionista...

A depressão ensinou-me a aproveitar todos os bons momentos da vida, por mais insignificantes que sejam.

Espero sempre com muita esperança no coração que dias melhores virão.  I love you 

* Claro que ao longo destes anos tive muitos momentos felizes. Aqui só descrevi o mau pq gostava de mostrar que mesmo com tanta m*** que nos acontece é possivel vencer a depressão.
avatar
FSL

Mensagens : 518
Reputação : 73
Data de inscrição : 05/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Vitor em Dom Fev 09 2014, 09:03

FSL escreveu:Boas !
Vou aproveitar estas horas do turno noturno mais calmo para partilhar a minhas história pessoal. Penso que pode servir para abrir os olhos a algumas pessoas e ao mesmo tempo faço uma catarsesinha.  Smile 

Desde a adolescência que tive o síndrome do patinho feio. Embora fosse alegre e brincalhão, algo me perturbava muito que era a minha aparência física. Tinha pensamentos muito negativos, em festas nunca conseguia sequer dançar com uma míuda, afastava-me sempre com vergonha.

Fui crescendo assim com esta "falsa auto-imagem" até que aos 17 anos, por acidente descobri que tinha uma doença renal grave. Foi-me diagnosticado sindrome de junção e acabei por perder o rim direito. Na altura a minha médica de familia disse-me que eu aos 30, 40 anos teria de fazer hemodiálise. Não preciso dizer o impacto brutal que isto teve em mim. Eu já tinha problemas de auto-estima e agora mais isto. Não queria ir mais à praia pois fiquei com uma cicatriz horrível na altura. Escondia-me sempre que podia, não tirava a t-shirt com vergonha.

Entretanto entrei na faculdade e fui vítima de bulling. Na altura não se falava disso mas a verdade é que as situações que enfreitei apenas me atiravam mais para o fundo do poço. Mas nesta altura eu nem pensava em depressões... Elas lá chegariam.

No 2º ano da faculdade fui operado ao outro rim. Desta vez apenas para corrigir a mesma doença que o rim direito tinha. Outra bruta cicatriz...

Entretanto acabei o curso e comecei a trabalhar. No ano de 2002 recebemos em casa a notícia horrível: O meu pai tinha sido diagnosticado com cancro. Foi aqui que o pesadelo começou...

Casei-me passado 1 ano, tendo me divorciado passado  4 anos. Foi nesta altura que tendo tanto historial de "azares" que entrei no poço sem fundo e fui pedir ajuda médica. A minha história com antidepressivos tinha finalmente começado.

Fiz muita asneira com a medicação. Tomava e parava bruscamente pq não tolerava os sintomas colaterais. Tomei medicamentos horríveis que me puseram a cabeça completamente virada do avesso. Eu tenho tendencia a fazer montes de reações paradoxais ( com o Xanax era um festival de alucinações dignos de um filme de terror). O anafranil dava-me pensamentos suicidas, desenvolvi fobia do impulso. Via uma faca e tinha medo de pegar numa com medo de me automutilar.

Entretanto sugiu o crónico burn-out da profissão. Mais uma pedrada no charco.

O meu pai lutou e perdeu a luta para a doença no ano de 2010 ( foi um herói, aguentou 8 anos de tratamentos e operações ). Nesta fase fui completamente ao tapete. Meti baixa, simplesmente não me apetecia fazer nada. Só queria chorar e dormir...

Em 2011 entrei para uma escola de yoga e descobri passado uns largos meses que me tinha metido numa seita destrutiva. Saí no início de 2012 com mais uns brutais arranhões psicológicos.

2012 foi um dos piores e melhores anos da minha vida. Parei de trabalhar durante 4 meses e decidi ( não sei onde fui buscar esta clarividência ) que tinha de uma vez por todas de colocar a minha vida nos eixos. Ou era isso ou era morrer...

Durante a baixa, aproveitei para fazer uma análise total da minha vida, mesmo indo a todos os pormenores.

Comecei a praticar desporto regularmente, deitar-me cedo, meti-me em aulas de inglês avançado, habituei-me a ler livros (hj em dia não consigo estar sem ler um livro), continuo a praticar yoga em casa, faço relaxamentos, namoro muito ( já lhes perdi a conta  Laughing  o pato feio afinal deu um lindo cisne  Very Happy ), toco guitarra, deixei de ver telejornais, tornei-me vegetariano, saio com os amigos e tenho o que considero uma vida feliz e estável. Sou financeiramente independente e estou numa situação que se amanhã me apetecer sair do meu emprego posso perfeitamente fazê-lo. Ter essa independencia é muito bom  Very Happy 

Hoje com 36 anos a hemodiálise está muiiiiito longe. Afinal o rim que tenho aguentou-se muito bem (ecografia e análises da creatinina e ureia normais) e com sorte vou viver até aos 90 com ele sem problemas nenhuns.  Very Happy 

Como sabem estou na fase final do desmame dos AD e do ansiolítico. Está para já a correr mto bem. Só canto vitória passado uns 2 anos ou mais de zerar os comprimidos. A ver vamos...

Penso que tudo o que passei ensinou-me muiiiiiiiiita coisa desta vida. Sou mesmo uma pessoa completamente diferente ! Mais calmo e ponderado, muito menos impulsivo, desvalorizo muita coisa que antes me preocupava, menos exigente comigo e com a vida, menos ambicioso, menos perfecionista...

A depressão ensinou-me a aproveitar todos os bons momentos da vida, por mais insignificantes que sejam.

Espero sempre com muita esperança no coração que dias melhores virão.  I love you 

* Claro que ao longo destes anos tive muitos momentos felizes. Aqui só descrevi o mau pq gostava de mostrar que mesmo com tanta m*** que nos acontece é possivel vencer a depressão.

Parabéns FSL, és um exemplo de força, de luta e de vontade. És a prova de que todos nós quando realmente queremos vencer conseguimos mesmo contra tantas adversidades. Desejo-te sinceramente que sejas feliz toda a vida. cheers 

_________________
As minhas intervenções neste forum não visam de modo algum substituir o acto médico. Baseiam-se na minha experiência pessoal, de participantes deste forum e de outros. Cabe a cada participante do forum procurar aconselhamento médico, psicólogo ou outro pessoal qualificado.
avatar
Vitor
Moderador
Moderador

Mensagens : 887
Reputação : 85
Data de inscrição : 18/01/2012
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Brick em Dom Fev 09 2014, 12:29

Um mal nunca vem só, mas és um exemplo de força, coragem e dedicação. Tudo de bom na tua vida!!!

_________________
Não sou médico! Todas as informações prestadas sobre desmames têm como base uma experiência pessoal com antidepressivos e ansiolíticos e não substituem as recomendações dadas por pessoal qualificado!(Psiquiatra ou Médico de Família)
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5416
Reputação : 549
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por niks em Dom Fev 09 2014, 14:37

FSL em momentos como o que estou a passar em que nada parece funcionar inclusivé medicação, dás aquela força que precisamos Wink tb eu andei nos ultimos tempo a fazer porcaria com a medicação e agora tou a pagar a factura, melhores dias viram espero Wink

niks

Mensagens : 919
Reputação : 17
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por SORCIERE em Dom Fev 09 2014, 15:14

parabens é um guerreiro na vida!! muita forca e o desmame vai ser mais um passo para finalmente conseguires normalizar tudo mta forca

SORCIERE

Mensagens : 95
Reputação : 2
Data de inscrição : 12/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Vitor em Dom Fev 09 2014, 17:29

FSL
Das alterações que fizeste na tua vida qual foi aquela (ou aquelas) que sentiste que te ajudou mais a dares o "salto"?

_________________
As minhas intervenções neste forum não visam de modo algum substituir o acto médico. Baseiam-se na minha experiência pessoal, de participantes deste forum e de outros. Cabe a cada participante do forum procurar aconselhamento médico, psicólogo ou outro pessoal qualificado.
avatar
Vitor
Moderador
Moderador

Mensagens : 887
Reputação : 85
Data de inscrição : 18/01/2012
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por FSL em Dom Fev 09 2014, 23:17

Antes de mais obrigado pelo carinho. Devolvo essa energia a triplicar Smile

Vitor escreveu:FSL
Das alterações que fizeste na tua vida qual foi aquela (ou aquelas) que sentiste que te ajudou mais a dares o "salto"?

Bem Vitor vou tentar responder resumidamente.

O primeiro passo penso que foi mesmo ter aprendido a respeitar a medicação.
Durante todos os anos em que estive em consultas e envolvido com tomas de medicamentos (uma delas com um psiquiatra de renome que até dá entrevistas na televisão e tudo), só duas pessoas tiveram a sensatez de me explicar o que eram antidepressivos, o que esperar deles e como lidar com eles.

Por incrível que pareça essas pessoas foram uma médica novinha (era interna) no centro de saúde e um técnico de farmácia que perdeu uns bons 15min a acalmar-me numa fase que eu andava pior que uma barata quando leva com insecticida.

De resto desmames e coisas do género tive de aprender por mim mesmo  Rolling Eyes 
Felizmente encontrei fóruns como este !

Como todos nós eu simplesmente detesto Ad's e ansiolíticos mas também reconheço que deixei-me chegar a um ponto tal, que um gajo só quer que a dor da tristeza passe, mesmo que isso inclua meter pela garganta abaixo o pior dos medicamentos.

Depois como referi, aqueles 4 meses de baixa deram-me muito no que pensar.
Li montes de artigos, passei horas a pesquisar, como muita gente faz. Depois de fazer a triagem para mim os melhores adjuvantes da depressão e ansiedade são:

- Dormir bem, incluindo sempre que possível deitar entre as 22h e 23h (um depressivo precisa muito de um bom descanso, sem isso não sais da fossa),

- Não tentar controlar coisas que não posso e preocupar-me o menos possível com o futuro (isto demora a encaixar mas tem resultados muito bons), Aplica-se ao meu problema do rim por exemplo, entre outras coisas,

- Sou uma pessoa anti-dívidas. É a única maneira de não ser refém do meu emprego. Não compro I-phones, tablets, carros novos,etc etc. Isto só fez com que eu levasse uma vida muito mais tranquila e no emprego o burn-out vou resolvendo o melhor que posso (não deixo que me calquem, aprendi a impor-me. Desligo completamento do assunto laboral qdo fecho a porta e não estou para ninguém do trabalho nas minhas folgas.)

- Exercício físico moderado sem dúvida mais o Yoga.

- Depois dar mimos a mim próprio. Comprar uma roupa, um perfume, um bom chocolate com 70% de cacao  Laughing 

Penso estes serem para mim as coisas mais fundamentais  Smile 

Mas há imensas coisas a explorar e eu ainda não me fico por aqui !

avatar
FSL

Mensagens : 518
Reputação : 73
Data de inscrição : 05/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Kity em Ter Fev 11 2014, 12:53

És mesmo um lutador e exemplo pra todos nós! Smile
avatar
Kity

Mensagens : 622
Reputação : 147
Data de inscrição : 16/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por fixit em Qua Fev 12 2014, 01:39

FSL, és mesmo uma inspiração para nós e muito obrigada pelo teu testemunho. Continua na luta, com muita força e coragem que vais vencer. Aliás, vences todos os dias.

Tenho um pergunta a fazer-te, quanto ao exercício físico. Fazia parte da minha rotina como criança e no princípio da adolescência, até lá para os 16 anos. Adorava tudo o que tivesse a ver com desporto e por isso a minha curiosidade ainda é maior.

Quantas vezes, em média, praticas exercício por semana? Sentes o teu humor melhorado nesses momentos?

Conheci um rapaz que praticava exercício dia sim dia não e ele confessou-me que se havia um dia extra que ficava sem praticar sentia logo o humor a ir ao charco. Lembra-me também um relato de uma pessoa num forum de língua inglesa que disse que até hoje tinha conhecido 3 amigos em depressão, 2 deles começaram a praticar desporto e as melhoras foram visíveis.

Gostava também que o resto do pessoal partilhasse as suas experiências.

fixit

Mensagens : 40
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por FSL em Qua Fev 12 2014, 08:06

fixit escreveu:
Quantas vezes, em média, praticas exercício por semana? Sentes o teu humor melhorado nesses momentos?

Agora que é Inverno e ando um bocado mais preguiçoso faço 2x por semana. Vou ao ginásio e faço treinos de 1h30m (inlcuindo cardio, máquinas e alongamentos).

Sim a prática de desporto ajuda muito. Agora que falas nisso lembrei-me que foi precisamente o meu ginásio um dos sítios que primeiro consegui desbloquear a agorafobia. Acho que ficava tão cansado que a minha mente não tinha tempo de "pânicar".

Além disso como os AD's podem abrir o apetite, o exercício ajuda a não engordar. E faz bem à auto-estima.  Wink 

avatar
FSL

Mensagens : 518
Reputação : 73
Data de inscrição : 05/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Pedro_S em Qua Fev 12 2014, 15:10

Bem, sem querer repetir os elogios dos colegas, a verdade é que não posso deixar de dizer que belo exemplo de coragem, força e perseverança! Sem dúvida um exemplo a seguir por todos aqui no fórum e lá fora.

Quanto ao desporto, actividade fisíca, a mim ajuda-me imenso, e também eu basta ficar um dia sem fazer que fico logo mais em baixo. E tem dias que estou meio xoxo e sei que ao ir ao treino vou ficar bem melhor. E é verdade, vou e saio rejuvenescido!

_________________
"Dura lex, sed lex"
avatar
Pedro_S

Mensagens : 394
Reputação : 36
Data de inscrição : 09/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por vivalavida em Ter Fev 18 2014, 18:34

gosto de ouvir relatos positivos, é mesmo muito bom  Smile 


vivalavida

Mensagens : 15
Reputação : 1
Data de inscrição : 23/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por niks em Qua Fev 19 2014, 21:59

Por acaso o psiquiatra que vai à tv nao se chama vitor cotovio ou antonio sampaio??

niks

Mensagens : 919
Reputação : 17
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por FSL em Qua Fev 19 2014, 22:43

niks escreveu:Por acaso o psiquiatra que vai à tv nao se chama vitor cotovio ou antonio sampaio??

Não...
avatar
FSL

Mensagens : 518
Reputação : 73
Data de inscrição : 05/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por niks em Qua Fev 19 2014, 23:19

Hmm ok

niks

Mensagens : 919
Reputação : 17
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por jojoo em Sab Mar 01 2014, 23:58

grande testemunho Smile
porquê dizes que a escola de yoga é uma seita?
eu que estava a pensar um dia mais tarde ir a aulas de yoga e pilates

jojoo

Mensagens : 230
Reputação : 1
Data de inscrição : 09/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por FSL em Dom Mar 02 2014, 09:21

jojoo escreveu:grande testemunho Smile
porquê dizes que a escola de yoga é uma seita?
eu que estava a pensar um dia mais tarde ir a aulas de yoga e pilates

Praticar Yoga em ginásios ou complexos desportivos não tem nada de mal.

Agora é preciso ter cuidado com escolas de Yoga, que só pratiquem mesmo Yoga.

Andam muitas seitas nesse meio, infelizmente.
avatar
FSL

Mensagens : 518
Reputação : 73
Data de inscrição : 05/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Pedro_S em Dom Mar 02 2014, 10:46

Eu fiz Yoga vários anos. Ajudou-me imenso. Infelizmente agora tenho um problema na coluna e faço só pilates e piscina. Lembro-me na altura de falarem que havia algumas escolas de Yoga que de facto levavam aquilo quase como uma seita/religião. Inclusive uma conhecida escola de Yoga originária do Brasil. Penso que seja a isso que o colega FSL se refere: Levarem a prática a um extremo que não tem nada a ver com a prática regular de exercicio fisico.

_________________
"Dura lex, sed lex"
avatar
Pedro_S

Mensagens : 394
Reputação : 36
Data de inscrição : 09/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por jojoo em Dom Mar 02 2014, 11:22

eu estava a pensar ir para um sitio especifico de yoga e pilates porque ja estive a ver ginasios e tem muitas poucas vezes por semana e muitas vezes o horario nao dá pra mim...

 o sitio que encontrei so mesmo para yoga era 45 euros livre transito..realmente compensa muito,  mas pelo que voçes os 2 ja me disseram é melhor nao ir entao

alguem sabe um sitio em lisboa para aulas de yoga e pilates?
e tambem meditação...

jojoo

Mensagens : 230
Reputação : 1
Data de inscrição : 09/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por jojoo em Dom Mar 02 2014, 11:25

é este aqui que encontrei a 45 euros
http://www.sivananda.pt/home

jojoo

Mensagens : 230
Reputação : 1
Data de inscrição : 09/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Beli em Dom Mar 02 2014, 11:27

FSL, gostava de te dar os parabéns pela "energia positiva" que tens. É admirável como uma pessoa que lidou com fases tão dificeis na vida, como as que relatas, conseguiu dar a volta e tornar-se uma pessoa com uma "força" enorme para dar a volta por cima e ir em frente, e atrevo-me a dizer com uma alegria genuina de aproveitar a vida.

Também já fiz há uns anos atrás Yoga numa escola que depreendo que deverá ser da mesma linha da que tu referes. Li inclusive alguns livros do fundador, mas passado 1 ou 2 anos, deixei, porque não tinha a ver com a minha forma de entender o Yoga.

Fiz depois em mais 2 sitios que adorei, mas que por razões de "logistica" deixei. Atualmente faço em casa, seguindo aulas on-line ou apenas sózinha. Devido aos meus problemas de ansiedade tenho que insistir mais.

Tudo de Bom para ti, FSL, continua a tua caminhada, aproveita o que de bom a Vida te está a oferecer porque já és um vencedor.
avatar
Beli

Mensagens : 65
Reputação : 6
Data de inscrição : 07/07/2012
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por jojoo em Dom Mar 02 2014, 11:37

afinal estive a ver o mapa de aulas do ginasio pump nao no parque das nações mas sim na avenida da republica e lá ja posso ir ao yoga e pilates todos os dias menos na sexta eheheheheh
ao sabado  até ha uma aula de pilates e 2 aulas de yoga Smile

jojoo

Mensagens : 230
Reputação : 1
Data de inscrição : 09/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Vitor em Dom Mar 02 2014, 12:08

jojoo escreveu:eu estava a pensar ir para um sitio especifico de yoga e pilates porque ja estive a ver ginasios e tem muitas poucas vezes por semana e muitas vezes o horario nao dá pra mim...

 o sitio que encontrei so mesmo para yoga era 45 euros livre transito..realmente compensa muito,  mas pelo que voçes os 2 ja me disseram é melhor nao ir entao

alguem sabe um sitio em lisboa para aulas de yoga e pilates?
e tambem meditação...

Para a meditação o melhor é a União Budista de Portugal em Lisboa

_________________
As minhas intervenções neste forum não visam de modo algum substituir o acto médico. Baseiam-se na minha experiência pessoal, de participantes deste forum e de outros. Cabe a cada participante do forum procurar aconselhamento médico, psicólogo ou outro pessoal qualificado.
avatar
Vitor
Moderador
Moderador

Mensagens : 887
Reputação : 85
Data de inscrição : 18/01/2012
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por jojoo em Dom Mar 02 2014, 14:37

sabes quanto se paga?

jojoo

Mensagens : 230
Reputação : 1
Data de inscrição : 09/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por FSL em Dom Mar 02 2014, 15:28

Pedro_S escreveu: Lembro-me na altura de falarem que havia algumas escolas de Yoga que de facto levavam aquilo quase como uma seita/religião. Inclusive uma conhecida escola de Yoga originária do Brasil.

Bingo!

Também já fiz há uns anos atrás Yoga numa escola que depreendo que deverá ser da mesma linha da que tu referes. Li inclusive alguns livros do fundador, mas passado 1 ou 2 anos, deixei, porque não tinha a ver com a minha forma de entender o Yoga.

Bingo! É a tal escola onde não se escreve YOGA mas sim YÔGA. Acho que não preciso de dizer mais nada.

Hoje em dia parece ainda mais seita. Ou culto à personalidade do criador. Se forem ao site deles já nem vêm a palavra Yôga agora é Método...

Como disse atrás é preciso ter cuidado nesses meios.
Há gente bem intencionada mas também há muita gente à procura de explorar os vossos sentimentos e sobretudo dinheiro.
avatar
FSL

Mensagens : 518
Reputação : 73
Data de inscrição : 05/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O meu percurso pela depressão e ansiedade grave

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum