Últimos assuntos
» Ansiedade/Fobia Social - Xanax Sintomas
Ontem à(s) 22:22 por Tiago Neves

» Meu diário enfrentando Depressão e TAG
Qui Mar 23 2017, 19:29 por Jana_10

» Sertralina
Qui Mar 23 2017, 18:48 por Convidado

» 194 dias sem Sedoxil!
Qui Mar 23 2017, 17:27 por Jana_10

» Meu relato de depressão...
Qui Mar 23 2017, 17:26 por Jana_10

» Ansiedade e ataques de pânico
Qua Mar 22 2017, 15:06 por MEB

» Fluvoxamina - efeitos secundários
Ter Mar 21 2017, 12:33 por 1006

» Porque sinto isto desta forma tão estranha?
Ter Mar 21 2017, 12:19 por sombraescura

» Em Nome do Pai, Em Nome do Filho
Seg Mar 20 2017, 00:44 por Vicent_Vega

» Falta de concentração e tonturas
Dom Mar 19 2017, 14:14 por Duarte

Quem está conectado
16 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 16 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 52 em Sab Fev 01 2014, 18:10

Nao quero viver assim!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Nao quero viver assim!

Mensagem por JNB em Dom Abr 27 2014, 20:50

Ola ansiosos(as)

A minha historia com a ansiedade dura a bastantes anos. Tive o meu 1 ataque de pânico a 6 anos atras, numa viagem profissional de alfa pendular Lisboa-Algarve. Resumindo, apos 2 médicos me observarem dentro do comboio, tiveram de parar o comboio no meio do Alentejo. Assim que sai do comboio acho que o ataque de pânico passou, mas a partir desse dia não consigo andar de autocarro, comboio, metro, táxi nem de carro (expecto se for eu a conduzir)...a sensação e que o veiculo não tem travões e vamos ter um acidente, não consigo explicar. Nessa mesma semana fui a um psiquiatra que me receitou OLCADIL 2mg 2x/dia. Durante estes anos tive alguns ataques de pânico, e vejo a minha vida muito limitada, não vou a grandes centros comerciais, comer em espaços públicos com muita gente e complicado, estar em filas de transito nem pensar, cinemas e espaços fechados são outro grande problema. Há 2 anos mudei-me para Lisboa por motivos profissionais, e ia enfrentando os meus medos (tomava VICTAN quando tinha de conduzir no meio de Lisboa, jantar fora com o namorado, etc) não me metia em situações que sabia que não conseguia mas ate ia fazendo a vida com alguma calma. Este ano fui de ferias de Carnaval, e vim doente (desloquei um ombro), meti baixa, e claro o meu contrato de trabalho não me foi renovado. Comecei a sentir-me muito ansiosa porque alem do braço imobilizado, detetaram-me Síndrome Vertiginoso. Com o desemprego, e estes problemas de saúde comecei a ficar cada vez mais ansiosa, sentia tremores por todo o lado, tonturas horríveis, e houve uma noite que não conseguia estar na cama com tanta ansiedade, passei a noite acordada. No dia a seguir fui de urgência para uma casa de saúde para ter consulta com um psiquiatra. Expliquei a situação e sai de la com uma receita enorme: SERTRALINA 50MG de manha, OLCADIL 2MG 3X/ dia, TIAPRIDA 100MG 3X/ dia e Quetiapina 50mg ao jantar. Sinto-me mais calma, mas não completamente descontraída e não consigo sair para procurar emprego. Não tenho dinheiro para fazer psicoterapia, nem andar sempre no psiquiatra, não sei se algum de vocês se sentem assim e como tentam combater estes medos e ansiedade. Isto e muito limitativo  Mad 

Beijinhos
Joana
avatar
JNB

Mensagens : 83
Reputação : 1
Data de inscrição : 27/04/2014
Idade : 32
Localização : Carnaxide

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por HugoSousa em Dom Abr 27 2014, 21:22

JNB escreveu:não consigo explicar

Mesmo se o conseguisses fica sempre a sensação que não nos percebem.
Bem vinda a este espaço Wink 
Aqui é um pouco diferente, aqui o que relatas é familiar a alguns de nós.
Os centros comerciais, os cinemas, os transportes... Tudo isso faz parte da ansiedade. Há outras fobias, não se aplica a comparação melhores ou piores, são apenas outras.

Tens a certeza desse "Síndrome Vertiginoso"? Fizeste exames aos ouvidos e tal?
Não poderá ter sido algo precipitado? A ansiedade esconde-se por trás de muitos nomes, e como pode provocar tonturas... Mas isso agora nem é o mais importante.

Quanto aos medicamentos que estás a tomar não os conheço, mas espera que alguém virá aqui falar-te disso.

O importante por agora é ficares com a noção (nem peço para que acredites, apenas fica com a noção por agora) que é possível recuperares muito do que sentes ter perdido. Que vais voltar a entrar em centros comerciais e nem te lembras de te perguntar se te vais sentir mal.
A sério que é possível, pode levar algum tempo e não será isento de pequenos retrocessos, mas é possível.
Sempre que estiveres mal vais mesmo sentir-te mal, diminuída, limitada, etc... Mas não te martirizes por isso, não te culpes, espera apenas que passe. Depois de cada queda vais tendo a tua "história", a recordação do que foi e mais importante a memória de teres ultrapassado cada momento. Essa memória permite reforçar-te, aos poucos, para as próximas quedas.

Não vejas a medicação como algo que te vai resolver o problema, basta veres que muito dele depende do que se passa à tua volta, trabalho, família, etc... Vê a medicação como algo que te dá estabilidade para seres tu a resolver as coisas. Pois sem ela não terias a lucidez necessária para lutar.
E assim podes largá-la bem mais rapidamente, pois percebes que as ferramentas afinal estão em ti



HugoSousa

Mensagens : 120
Reputação : 22
Data de inscrição : 28/03/2014
Localização : Oeiras

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por JNB em Dom Abr 27 2014, 21:36

Hugo Sousa obrigado pela receção e pelas tuas palavras de conforto  Very Happy  Tenho a certeza que vou ficar bem, mas há momentos em que já nem me lembro de como e estar bem...
Em relação ao Síndrome Vertiginoso fui 3 vezes ao Otorrino no Egas Moniz. Primeiro fui a urgência do São Francisco, onde me reencaminharam para o otorrino. Como tinha o braço imobilizado não conseguiram fazer manobras para reposicionar o liquido do ouvido receitarem Beta-Histina e mandaram voltar la na semana seguinte assim fiz. Nessa consulta já me fizeram as manobras necessárias e colocaram um colar cervical e mandaram-me voltar na semana seguinte. Nessa terceira consulta disseram que não parecia síndrome vertiginoso e o chefe de serviço falou logo em ansiedade. Enfim, a verdade e que sinto-me na mesma, já la vai 1 mês desde aquela manha que acordei com a tal tontura que nem conseguia andar.
Pareces muito sereno, como lutaste contra a ansiedade? Tiveste ajuda psicológica, medicação? O meu grande problema neste momento e estar financeiramente limitada para fazer alguma coisa fora a consulta mensal na psiquiatra.
Grata pela atenção,
Beijinhos

_________________
Não sou um profissional da área, pelo que as minhas recomendações se baseiam na minha experiência pessoal.
avatar
JNB

Mensagens : 83
Reputação : 1
Data de inscrição : 27/04/2014
Idade : 32
Localização : Carnaxide

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por HugoSousa em Seg Abr 28 2014, 14:01

JNB escreveu:Tenho a certeza que vou ficar bem, mas há momentos em que já nem me lembro de como e estar bem...

Esta certeza já é uma etapa enorme ultrapassada, se não a tivesses estarias mais longe, agora é só uma questão de conseguires afinar o tal "estar bem" com tudo o que te rodeia que, por mais temporário que seja, vai sobrecarregando.

Fiquei sem perceber se tens o tal síndrome vertiginoso ou não  Rolling Eyes
Mas tenta meter isso de lado e não deixar que se misture com a ansiedade (já explico)


JNB escreveu:Pareces muito sereno, como lutaste contra a ansiedade? Tiveste ajuda psicológica, medicação?

Estou bem mais sereno, quanto ao "muito" acho sempre exagerado pensar assim.
Como lutei? Acho que esta é a pergunta certa com as palavras certas
Ao princípio não lutei, antes andei uns 2 anos a fazer mil exames até ir a um psiquiatra que me diagnosticou nuns 10 minutos isto da ansiedade. Como desses dois anos resultaram algumas fobias, sendo a hipocondría a que mais me limitou, nos tempos que se seguiram aceitei "isto" e fui confiando no médico, como perceberás uma pessoa hipocondríaca não deve evitar ir à net à procura de informações, é pior que ler as contra-indicações duma bula.
(Por isso é que te disse para não misturares problemas ou doenças no mesmo saco)
Nunca fiz psicoterapia, e depois de recuperar mantive quase sempre uma medicação que considero normal ou ligeira (é difícil fazer comparações)
Mas farto das esporádicas “mordidas” próprias da ansiedade um dia percebi que tinha mesmo de “lutar”, procurei informação, mudei hábitos, passei a ver a medicação não como algo que resolve mas como algo que me dá estabilidade para eu conseguir resolver, e essa noção parece-me importante, pois faz a diferença entre o esperar e o lutar.
Resumindo: Evitar evitamentos ;)Um pouco de exercício, beber mais água e não dar importância às “quedas”, é esperar que elas passem porque a história me ensinou que passam sempre.

Também estou a experimentar suplementos homeopáticos e magnésio para tentar reduzir os medicamentos. Umas das teorias é que se o teu organismo receber melhor os medicamentos poderás reduzir a quantidade que tomas.
(mas tem cuidado com esta abordagem, eu descobri que neste meio há alguma trafulhice, mesmo a nível de laboratórios e farmácias. Ou seja, não fará mal mas pode não estar a fazer bem. Quem me receitou os suplementos e o magnésio foi mesmo um Médico).



JNB escreveu:Isto e muito limitativo  Mad 

Sim, é bastante limitativo, mas é ultrapassável  Wink 

Tens é de ser tu a "lutar" e a encontrar as tuas ferramentas. Uma consulta por mês até vai ser demasiado.
Fica por cá

HugoSousa

Mensagens : 120
Reputação : 22
Data de inscrição : 28/03/2014
Localização : Oeiras

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por JNB em Seg Abr 28 2014, 15:20

Ola Hugo, mais uma vez muito obrigada pela rápida resposta.
Eu também sou hipocondríaca, penso que tenho todas as doenças e mais algumas, e penso sempre porque não a mim, em vez da famosa frase: Porque a mim? Claro que pensar assim não é bom, mas é assim que me sinto. A comunicação social não ajuda....cada vez que ligo a TV é só desgraças, doenças, pessoas que morreram 15 minutos depois de terem alta do hospital, enfim acho que percebes lol.
Em relação ao medicamentos penso o mesmo que tu, são uma "muleta", não a cura. Tento esforçar-me ao máximo para lutar contra a ansiedade. Por exemplo hoje fui acompanhar a minha mãe a Santa Maria, levei o carro ate la, corri o hospital todo, ou seja tento que não limite o apoio a minha mãe, e coloco-me em situações que podem causar mais ansiedade para não ganhar "medo" de sair de casa. Mas por exemplo ia a Lisboa sozinha varias vezes por semana sozinha e agora não me imagino sequer a entrar na A5. Isto assusta-me pois sou bastante solitária e não quero viver com medo de estar sozinha  Sad Depois sinto um cansaço extremo, tenho falta de energia, sinto falta de forca nos braços e pernas, o que é mau pois a minha psiquiatra mandou fazer 2 caminhadas por dia e yoga. Sou sincera não tenho forca para tal, o que me deixa a pensar que tenho outro problema (a cabeça não para).
O que te ajuda a relaxar e tentar fazer as coisas que te deixam mais ansioso? Sabes que algum grupo de apoio, ou fizeste tudo sozinho?
Em relação ao síndrome vertiginoso tento não pensar nisso, tomo o beta-histina e faco o meu dia-a-dia. Mas ate eu fiquei sem saber se tinha ou não porque na ultima vez que fui ao otorrino os 3 médicos que estavam no gabinete tinham opiniões diferentes...o que não me deixa nada descansada.
Enfim viver um dia de cada vez  Very Happy 

P.S Desculpa os erros, o meu teclado é Inglês e o corretor não vai a tudo lol

_________________
Não sou um profissional da área, pelo que as minhas recomendações se baseiam na minha experiência pessoal.
avatar
JNB

Mensagens : 83
Reputação : 1
Data de inscrição : 27/04/2014
Idade : 32
Localização : Carnaxide

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por Brick em Seg Abr 28 2014, 15:59

Quem me receitou os suplementos e o magnésio foi mesmo um Médico as probabilidades de fraude são ainda maiores...

_________________
Não sou médico! Todas as informações prestadas sobre desmames têm como base uma experiência pessoal com antidepressivos e ansiolíticos e não substituem as recomendações dadas por pessoal qualificado!(Psiquiatra ou Médico de Família)
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5382
Reputação : 549
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por HugoSousa em Seg Abr 28 2014, 16:39

Brick escreveu:Quem me receitou os suplementos e o magnésio foi mesmo um Médico as probabilidades de fraude são ainda maiores...

Fraudes há por todo o lado, mas creio preferir um homeopata que me inspire alguma confiança no conhecimento dos medicamentos que quero deixar, já bastava o meu cepticismo em relação à homeopatia.

Já tinha lido sobre os benefícios do Magnésio, mas em termos de probabilidades de fazer a escolha certa em tomá-lo prefiro vindo dum médico do que lido na net (sem menosprezar aqui a importância deste espaço de partilha, convém sublinhar).

O importante é a relação que se estabelece com o profissional e aferir sempre os resultados, não "deixar andar".

- - / - -
O que descobri neste caso foi que uma farmácia/laboratório manipulava os produtos e vendia os mesmos usando o código de barras (com preço e nome) dum outro laboratório conhecido. Assim não tinham de pagar registos nem serem regulados pelo Infarmed. Este médico fez questão nas marcas, eu pensei que fosse mania dele, mas depois vim a perceber isto da usurpação dos códigos de barras e utilização em frascos diferentes.

HugoSousa

Mensagens : 120
Reputação : 22
Data de inscrição : 28/03/2014
Localização : Oeiras

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por HugoSousa em Seg Abr 28 2014, 17:03

Bolas pá, isso da hipocondría é uma m*rda.

Mas se te disser que isso passa acreditas? É verdade sim, a mim passou Wink
(só mais um pormenor, eu detesto hospitais, e mesmo na altura má da doença tive de acompanhar um filho pequeno a ser cosido nas urgências, o que te posso dizer é que na altura o corpo aguenta e reages a tudo, depois claro que vem a ressaca desse momento).

Em relação à hipocondría tenta aprender com o passar de cada situação. Tenta não deixar escalar.


JNB escreveu:O que te ajuda a relaxar e tentar fazer as coisas que te deixam mais ansioso? Sabes que algum grupo de apoio, ou fizeste tudo sozinho?

Infelizmente não há fórmulas secretas que funcionem para todos, cada um tem diferentes factores que compõem a sua equação.
E cada um reagirá à sua maneira a cada solução.
Não sei se há grupos de apoio mas imagino que sim.

O que me ajuda é precisamente não estar quieto, arranja algo que gostes e dedica algum tempo a isso (tens é de gostar mesmo). Eu gosto de escrever, fotografia e mais umas coisas.
Há quem goste de correr, ler, etc... etc... Isto serve para preencher o espaço vazio que te deixa tempo para matutar em demasia.

E sim, terás de fazer quase tudo sozinha na medida em que depende de ti.
Por outro lado este fórum ajuda imenso na partilha de opiniões e experiências.

Não tenhas receio de falhar ao enfrentar os medos, isso vai diminuir-te ainda mais, arrisca, aos poucos é possível ir vencendo as situações que te provocam ansiedade.

Fica bem Wink


HugoSousa

Mensagens : 120
Reputação : 22
Data de inscrição : 28/03/2014
Localização : Oeiras

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por JNB em Seg Abr 28 2014, 17:18

Hugo muito obrigada pelas tuas palavras...
Vou andando por aqui  Very Happy 

Beijinhos

_________________
Não sou um profissional da área, pelo que as minhas recomendações se baseiam na minha experiência pessoal.
avatar
JNB

Mensagens : 83
Reputação : 1
Data de inscrição : 27/04/2014
Idade : 32
Localização : Carnaxide

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por FSL em Seg Abr 28 2014, 20:17

Expliquei a situação e sai de la com uma receita enorme: SERTRALINA 50MG de manha, OLCADIL 2MG 3X/ dia, TIAPRIDA 100MG 3X/ dia e Quetiapina 50mg ao jantar.

Mais uma pessoa com síndrome do pânico, que tem tratamento eficaz através da psicoterapia, a ser medicada como se fosse uma psicótica ou esquizofrénica.

Estranho mundo este...  Rolling Eyes 


_________________
Desmame de dose inicial de 10mg de Escitalopram e 3.0mg de Bromazepam:
Outubro 2015 9mg de Escitalopram 3.0mg de Bromazepam ----- Novembro 2015 8,1mg of Escitalopram 3.0mg de Bromazepam
Marco 2016 5mg de Escitalopram 3.0mg de Bromazepam ---- Julho 2016 2,70mg de Escitalopram 3.0mg de Bromazepam
Agosto 2016 2,42mg de Escitalopram 3.0mg de Bromazepam --- Setembro 2016 2,27mg de Escitalopram 3.0mg de Bromazepam --- Outubro 2016 2,12mg de Escitalopram 3.0mg de Bromazepam --- Novembro 2016 1,97mg de Escitalopram 3.0mg de Bromazepam
avatar
FSL

Mensagens : 518
Reputação : 73
Data de inscrição : 05/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por TGoD em Seg Abr 28 2014, 21:01

FSL escreveu:
Expliquei a situação e sai de la com uma receita enorme: SERTRALINA 50MG de manha, OLCADIL 2MG 3X/ dia, TIAPRIDA 100MG 3X/ dia e Quetiapina 50mg ao jantar.

Mais uma pessoa com síndrome do pânico, que tem tratamento eficaz através da psicoterapia, a ser medicada como se fosse uma psicótica ou esquizofrénica.

Estranho mundo este...  Rolling Eyes 

Verdade, anti-psicóticos é para esquizofrenia e chegaram-me a receitar para sindrome do pánico, o objectivo deles deve ser tornar uma pessoa num zombie e eventualmente não ter ataques de pânico.
avatar
TGoD

Mensagens : 156
Reputação : 6
Data de inscrição : 19/03/2014
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por JNB em Seg Abr 28 2014, 21:57

Eu também achei demasiada medicação, mas a psiquiatra explicou o porque de cada medicamento:
- Sertralina é um medicamento utilizado no tratamento da depressão.
- Cloxazolam (Olcadil) é um medicamento utilizado para perturbações da ansiedade e sintomas ansiosos.
- Tiaprida no meu caso é para discinesias, ou seja para movimentos involuntários do corpo.
- Quetiapina é utilizado como um sedativo para as pessoas com distúrbios do sono ou ansiedade.

Quando cheguei a Casa de Saúde de Carnaxide eu tremia incontrolavelmente, estava completamente em pânico, tinha os músculos completamente rígidos, estava assim a dias, dai esta medicação.
Alem disto não tinha pregado olho a noite anterior, passava as noites literalmente em branco nem conseguia estar na cama.
Eu adorava fazer psicoterapia, mas infelizmente não tenho possibilidades financeiras para o fazer. Já entrei em com contacto com a Faculdade de Psicologia de Lisboa, pois disseram-me que as consultas seriam gratuitas, mas ate ao momento não obtive resposta.
Alguém sabe de algum grupo de apoio gratuito ou consultas de psicoterapia a preços acessíveis? Acho que poderia ajudar-me mas não posso ir roubar para pagar a psicoterapia  Sad  

Obrigada pela vossa atenção.

Beijinhos
Joana

_________________
Não sou um profissional da área, pelo que as minhas recomendações se baseiam na minha experiência pessoal.
avatar
JNB

Mensagens : 83
Reputação : 1
Data de inscrição : 27/04/2014
Idade : 32
Localização : Carnaxide

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por mrbombas em Seg Abr 28 2014, 22:54

Um anti psicótico em dose baixa, serve para acalmar os pensamentos... Mas não deve passar do meio ano de toma... Alem de ser penoso no inicio o desmame não é dos piores...

_________________
distorções cognitivas
avatar
mrbombas

Mensagens : 861
Reputação : 90
Data de inscrição : 31/07/2013
Idade : 34
Localização : Fátima

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nao quero viver assim!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum