Últimos assuntos
Quem está conectado
22 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 22 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

Bastante indecisa!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bastante indecisa!

Mensagem por ICarvalho em Ter Set 09 2014, 17:32

Boa tarde a todos.

Quero vos hoje falar de algo que me condiciona...a minha personalidade.
Desde que perdi o meu pai,o meu fiel amigo,aos meus 12 anos de idade,que a minha vida mudou.

Vivia um conto de fadas,onde tinhamos uma vida boa,com muito amor,felicidade,liberdade...até que o destino quis levar para o ceu o nosso porto seguro,a nossa base familiar.

Depressa me apercebi das adversidades da vida,dos contratempos financeiros que a minha mãe,infelizmente teve que enfrentar,sozinha,comigo a seu encargo...Depressa me aqpercebi que o mundo não era tão cor-de-rosa quanto imaginava,que tinhamos que lutar para não ficarmos sem nada.E lutamos,e conseguimos...Deixei de estudar quando completei o meu 9ºano porque achei que a minha mae precisava do meu apoio,e não tinha possibilidades para avançar mais academicamente,e aqui estou eu,volvidos 15anos,onde estive em dois empregos,apenas com pausa nas licenças de maternidade.

Sempre trabalhei,embora não no sitio que goste.Não gosto da pessoa com quem passo 8h diárias,5X/semana.Antes de ir para lá trabalhar sentia-me uma pessoa livre,que tinha as minhas próprias idéias,uma pessoa que não me importava com o que os outros pensavam...e agora após anos de convivio com essa pessoa,sinto-me deprimida,dou demasiada importância ao que os outros possam pensar,se essa pessoa aprova o que sou,o que faço,mesmo fora da minha área profissional,sinto que essa pessoa exerce um enorme poder sobre mim..

.Era uma pessoa decidida e agora fácilmente me arrependo das decisoes que tomo.Ou seja se numa hora decido que devo trocar de carro,troco e logo me arrependo,se arranjo o antigo,arranjo e me arrependo,não sei se conseguiram compreender este exemplo,mas é exatamente o que se passa comigo.

A minha relação com o dinheiro é no minimo...estranha,sinto-me deveras culpada por o gastar ...e outras vezes sinto-me culpada por o poupar e não gozá-lo mais...Não sei como lidar com isto e esta minha maneira de ser está a causar-me imensos problemas familiares,especialmente com o meu marido .

Com o meu filho mais velho errei muito,ele tem uma maneira de ser especial,está a ser seguido pela psicologa com suspeita de hiperatividade e défice de atenção,e eu sempre o repreendi,mais pelo o que os outros pensavam,pelo o que os outros criticavam,e criou-se entre nós uma relação muito complicada...

Quero ser diferente,mas não consigo,em 24 horas do dia 23h ando stressada,irritada,cansada,confusa...nada me satisfaz...Nada me completa totalmente,falta sempre algo,não consigo desfrutar dos momentos por completo por muito bons que eles sejam...Tenho td para ser feliz,emprego,casa,2 filhos lindos,marido,familia unida,vida monetaria estavel,e mesmo assim falta sempre algo e não sei o quê...

Criei este tópico como forma de desabafo,e aceito de cada pessoa que se dispuser 5 minutos a ler este texto extenso que me possa dar uma palavrinha que para mim era muito importante...

Obrigado desde já...

ICarvalho

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 09/09/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastante indecisa!

Mensagem por mrbombas em Ter Set 09 2014, 23:09

Ja consultaste um psicólogo?

Antes demais, podes mudar de emprego?


_________________
distorções cognitivas
avatar
mrbombas

Mensagens : 861
Reputação : 90
Data de inscrição : 31/07/2013
Idade : 34
Localização : Fátima

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastante indecisa!

Mensagem por Sherlock em Qua Set 10 2014, 11:14

Sobre o conto de fadas que é nossa vida, isso se deve ao fato de sermos educados pensando que o bem sempre vence o mal, que o bom sempre é recompensado e o mal punido, mas a realidade é muito diferente, vejo que hoje em dia, a pessoa de bem é a exceção, quando na verdade deveria ser o contrário. Esse tipo de pensamento penso ser comum a todos. Pensar que sou honesto e sofro com perdas importantes na familia, é injusto claro, mas se pensarmos que no mundo não existe justiça, talvez isso nos deixe mais pés no chão.

Mesmo não pensando nisso da maneira conciente, é como se o inconciente tivesse como regra de vida, o triunfo do bem sobre o mal, e talvez os momentos em que estamos tristes sem aparentemente saber o motivo, é quando nosso inconciente se dá conta de que a realidade não condiz com nosso conto de fada.

Penso que todo ser é egocentrico, alguns mais e outros menos, e nos importar com o que os outros pensam de certa forma é um nivel elevado de egocentrismo, pensar que tal pessoa pode avaliar nossas vidas, sendo que na maioria das vezes ela está preocupada com os proprios problemas e não os meus. Uma idéia sobre o que os outros pensam sobre mim é tentar lembrar que a avaliação dos outros não me serve de guia ( li isso em um livro de Carl Rogers - Tornar-se pessoa ). Muita gente diz que não se importa com o que os outros pensam, mas na verdade a maioria das proprias ações é forjada sob a moral da sociedade.

Também é comum o medo da mudança, sair da zona de conforto pode ser complexo para muitos, o fato de não fazer o que se gosta, talvez seja justificado pela barreira da zona de conforto ser maior do que o desconforto sentido ao realizar uma atividade que não se gosta. Cabe pensar se vale a pena pular a barreira maior e ver o que se tem do outro lado. O aprendizado da vida pode ter influencia sobre nossas decisões futuras, se me ocorreram muitas cenas ruins durante minha vida, certamente devo pensar que um novo passo ao desconhecido pode dar errado. Cada passo é um passo, diferente do outro.

A questão financeira, sobre gastar ou não gastar, penso que pode ter relação com seu pai, como se ao gastar pudesse imaginá-lo desaprovando ( pode relembrar alguma memória do passado, alguma cena em que alguém lhe reprimiu ao gastar dinheiro de forma errada ) e não gastando talvez possa estar pensando no julgamento alheio, quando podem estar pensando que ganha muito dinheiro e não gasta, não se diverte, etc.

Sherlock

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/09/2014
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bastante indecisa!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum