Últimos assuntos
» O meu relato.
Ontem à(s) 23:17 por 1006

» Literatura
Ontem à(s) 21:44 por viper

» Clínica da Mente - Alerta com base na minha (má) experiência
Ontem à(s) 20:54 por viper

» Victan - desmame-
Ter Fev 21 2017, 23:13 por viper

» Hipnose Condicionativa
Ter Fev 21 2017, 11:57 por caferreira

» Preciso da vossa opinião
Seg Fev 20 2017, 21:10 por twiggysp

» LINKS, INFORMAÇÕES ÚTEIS E NOVIDADES
Sab Fev 18 2017, 21:20 por 1006

» Urgente!!!! Gotas
Sab Fev 18 2017, 20:06 por Brick

» Redenção e Incompreensão
Sab Fev 18 2017, 14:19 por 1006

» Eu tenho uma síndrome?
Qui Fev 16 2017, 20:03 por viper

Quem está conectado
17 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 17 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 52 em Sab Fev 01 2014, 18:10

A Ira de um Demônio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Ira de um Demônio

Mensagem por Demoniel em Qui Jul 30 2015, 23:37

Eu sou um jovem de 16 anos, com boa aparência, competências e conhecimento muito acima do padrão para minha idade. Tenho um pequeno problema com irritabilidade... Eu normalmente me irrito com a atitude dos meus familiares, sempre querendo criticar tudo que faço ou o que não faço, querendo que eu me torne uma pessoa que não sou... E não me venha falar que isso é adolescência porque não é, desde muito pequeno já tentavam me moldar de um certo modo, e por isso era uma criança fechada e anti-social, reconhecido por meus colegas na escola como um garoto rude e cruel.
Conforme cresci, tomei consciência de que era manipulado por minha família, e meu despertar parece ter os alertado... Pois a partir deste momento eles começaram a colocar defeitos em tudo que eu faço... Isso me deixa extremamente irritado, além de me afetar na vida social e acadêmica. Por diversas vezes já pensei em sabotá-los e assassinar todos um por um, porém se isso acontecesse, não conseguiria atingir meus objetivos devido a falta de dinheiro...
Me certifico de dizer que, desde pequeno nunca recebi nenhum tipo de afeto, nem desafeto, nunca ouvi um "Eu Te Amo" de meus Pais, Tios ou Avós. Percebo agora que não tenho nenhum afeto por seres humanos, e os vejo como máquinas com vários mecanismos semelhantes, sei que sou melhor que a maioria em vários quesitos... Exceto em auto-controle, já tive diversos acessos de raiva que me fizeram quebrar objetos, humilhar pessoas, queimar coisas e uma vez até cometer um assassinato.
Minha sede por conhecimento me levou a pesquisar muito sobre Psicologia, Neurologia, Terapia e outros temas... Na maioria das páginas da Internet e Livros que estudei, os conceitos mais próximos da minha sanidade mental diziam que eu demonstrava sinais típicos de Psicopatia, Narcisismo, Megalomania, Sadismo e requintes de Crueldade pura. Não me considero uma pessoa com problemas... Porém desejo saber como é possível lidar com a minha alta capacidade de me sentir irritado pela estupidez dos outros na opinião de vocês. O que acham que devo fazer para controlar essa Ira?

Demoniel

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 30/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ira de um Demônio

Mensagem por Brick em Sex Jul 31 2015, 09:10

Para começar não deves dar força a essa ira, evitando esse tipo de nicknames que acabam por demonstrar quem tu realmente és. Depois, deves pensar que não podes mudar o mundo/as pessoas, tenta mudar tu próprio para perceberes o mundo que te rodeia e aceitá-lo como ele é (elas são).
O facto de teres um conhecimento acima da média poderá ajudar-te talvez ao nível escolar/profissional, mas ao nível social acaba por te prejudicar.


_________________
Não sou médico! Todas as informações prestadas sobre desmames têm como base uma experiência pessoal com antidepressivos e ansiolíticos e não substituem as recomendações dadas por pessoal qualificado!(Psiquiatra ou Médico de Família)

Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5372
Reputação : 549
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ira de um Demônio

Mensagem por Panda em Dom Ago 23 2015, 01:12

E nunca mais cometer nenhum assassinato. Porque de certeza que foi um pequeno animal,ou seja,indefeso. Nao se descarregam os nossos problemas nos mais fracos. Qd tiveres 18 anos es maior de idade e ai,podes largar a tua familia. Se és assim tao inteligente safas.te bem. Ja outros o fizeram. Estudas e trabalhas e tens a tua independencia,longe dos que te fazem mal e sem fazeres mal a ninguem.

Panda

Mensagens : 452
Reputação : 2
Data de inscrição : 02/03/2014
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ira de um Demônio

Mensagem por Pedro_S em Dom Ago 23 2015, 09:28

Não quero ser mal interpretado, mas denoto nesse discurso alguma "megalomania". Acho que o melhor seria consultar um bom psicólogo, fazer uma avaliação, mandar cá para fora toda essa "raiva" e escutar também o que ele tenha para lhe dizer.

_________________
"Dura lex, sed lex"

Pedro_S

Mensagens : 381
Reputação : 33
Data de inscrição : 09/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ira de um Demônio

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum