Últimos assuntos
» Ansiedade e ataques de pânico
Ontem à(s) 17:18 por Mónica

» Grupo de Ajuda no WhatsApp
Qua Set 20 2017, 14:26 por vifc79

» EMDR alguém conhece ou já fez?
Qua Set 20 2017, 12:32 por sketch

» comecei com o lyrica
Sab Set 16 2017, 09:15 por Convidado

» Serão meras extrassistoles???!!!
Sex Set 15 2017, 08:03 por Mónica

» Gravidez com ansiedade generalizada
Sex Set 15 2017, 07:45 por Mónica

» Boa noite pessoal
Qua Set 13 2017, 22:53 por Paulo machado

» Hipocondriaca
Qua Set 13 2017, 13:17 por CsaSousa

» AJUDA...ESTOU COM A SENSAÇÃO DE DESMAIO E TONTURAS.
Qua Set 13 2017, 09:00 por Duarte

» Ajuda Financeira - Motivo Doença
Sab Set 09 2017, 21:58 por Tiago de Paula

Quem está conectado
13 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 13 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

Criar Pasárgada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Criar Pasárgada

Mensagem por Vicent_Vega em Seg Set 21 2015, 20:57

###Se###Não###É###Mais###Anónimo###Não###Sou###Livre###Para###Escrever###


Última edição por Vicent_Vega em Ter Ago 15 2017, 21:05, editado 2 vez(es)

Vicent_Vega

Mensagens : 31
Reputação : 7
Data de inscrição : 02/04/2014
Localização : Cu de Judas

Ver perfil do usuário http://o-homem-no-escafandro.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criar Pasárgada

Mensagem por Buk em Ter Jul 11 2017, 11:22

Oi, Vicent. Eu sou do Brasil, cara. Acompanho seus escritos há anos e me identifico um pouco contigo. Eu também não sei o que fazer da vida. Tenho problemas para lidar com as pessoas. Não gosto de várias e simultaneamente não consigo reagir aos males que elas fazem de maneira a satisfazer meu orgulho. Trabalho, igualmente, num estabelecimento comercial do meu pai (que já faleceu) de bebidas e alimentação (trabalho que odeio) e não consigo sair disso. Como você, sou de Humanas, e, ao contrário, consegui me formar, porém não consegui emprego para dar aulas ainda e não tenho iniciativa pra continuar tentando. Não tive sorte com as mulheres, nunca namorei. Já desperdicei várias oportunidades: por idealismo, romantismo e idiotismo. Até hoje, acho que não conseguiria namorar alguém não tendo a consciência a todo o tempo que eu amava este alguém. Sou depressivo, sou infeliz, sem dúvida. Como você, não tenho coragem de me matar. Sou solitário também, mas tenho alguns colegas. Nada tão íntimo, tão confessional, tão aberto, como teria de ser pra eu classificar como "amigos de verdade". Em alguns aspectos são, em outros não são. Aliás, sinto falta de todos os laços puros, abertos, sólidos. Amor verdadeiro, amizade verdadeira. Às vezes até esqueço que existem ou podem existir. Me esqueço até do conceito. A imaginação dessas duas realidades adormece, literalmente. Eu tinha uma noção fulgurosa da ideia de romance, o próprio imaginá-lo já me era suficiente para transportar-me àquela realidade imaginada, de uma maneira bem forte, bem filosófica. Infelizmente, nunca o conheci em vida, apenas pela imaginação.

É difícil mudar, mas precisamos.

Buk

Mensagens : 4
Reputação : 2
Data de inscrição : 07/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum