Últimos assuntos
» Ansiedade e Hipocondria
Hoje à(s) 10:28 por CsaSousa

» SENTINDO SOZINHA, RODEADA DE DE GENTE
Hoje à(s) 10:25 por CsaSousa

» Um tabu entre clonazepam e alprazolam
Sex Nov 09 2018, 01:21 por LP0956

» 3 dias sem Paroxetina
Qua Nov 07 2018, 22:55 por Gustavo B

» Medicação para ansiedade
Ter Nov 06 2018, 00:31 por LP0956

» Rivotril ou Xanax para aliviar a abstinência causada pelo fim do efeito do Venvanse no final do dia?
Seg Nov 05 2018, 16:32 por LP0956

» Antidepressivos x vitaminas
Dom Nov 04 2018, 19:03 por Brick

» Mirtazipina
Seg Out 29 2018, 22:09 por Gustavo B

» Se não se morre da doença morre-se da cura!
Seg Out 29 2018, 16:37 por analobo

» Vida paralela
Seg Out 29 2018, 16:35 por analobo

Quem está conectado
6 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 6 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 65 em Seg Jan 01 2007, 03:04

Não saber que doença se tem é pior do que estar doente.

Ir em baixo

Não saber que doença se tem é pior do que estar doente.

Mensagem por Fábiofats em Seg Fev 27 2012, 20:27

Gostaria de trocar ideias com pessoas que têm ou estiveram numa situação igual a minha.
Tenho até vergonha de dizer. Faz mais de 8 anos que estou passando por isso e ainda não consegui resolver meu problema. Acontece que não consigo saber que doença eu tenho. Não sei se é física, mental , psicossomática ou espiritual. Olha que isto dá um belo tópico. Não saber o que te adoece é pior do que adoecer?
Vamos lá. De uma certa forma parece que tudo tem a ver com a ansiedade ou uma possível depressão. Ansiedade sempre tive, mão suadas, dificuldades de falar em público (essa aí eu consegui enganar a maldita). Só que nunca aceitei que pudesse ter depressão pois não me sinto depressivo. Quando tomei remédios para depressão, ao não surtiram nenhum efeito ao me davam uma angústia danada. Bem, vamos aos sintomas. Dor no corpo (coluna e braços), Zumbido (já meu parceiro a muitos anos), as vezes mais forte outras fraco (Engraçado como a gente só se dá conta que tem zumbido quando tem zumbido mesmo. Vou explicar: nunca me lembro dele quando não o sinto. Tipo “Opa, hoje não tem zumbido!”. Cansaço no peito, fadiga, sonolência (porém nunca durmo de dia). O sono é um capítulo a parte. Consigo dormir logo no início, porém acordo como se não tivesse dormido. Com a cara amassada, uma sensação estranha nos olhos e no rosto, parece que chorei a noite toda. Já fiz polissonografia e não deu nada de grave, só um pouco de hipopnéia. Dormir pra mim significa perda de tempo, mas se não durmo o corpo sente no outro dia. Não tenho problemas de coração, sangue e urina tudo bem, fiz até tomografia do cérebro, nada... Mas a sensação que sinto é que estou sendo desativado pouco a pouco, dia após dia, cada vez mais. Parece que o coração bate cada vez mais fraco. Trabalho, sou casado tenho dois filhos. Reluto em ir a piscólogos. Não acredito neles. Tomo ansiolíticos quando quero. As vezes passo uma semana sem tomar. Outros vezes tomo meio comprimido, as vezes inteiro. Resolvi não seguir regras de tratamento. Não quero ficar dependente. Estou tomando Alprazolan, Já tomei Rivotril e outros. Parece que nada resolve. Não estranhem a maneira de escrever, é que sou do Brasil. Boa sorte a todos.

Fábiofats

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/02/2012
Idade : 49
Localização : Porto Alegre - Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum