Últimos assuntos
Quem está conectado
14 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 14 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

Licença, será que será ruim falar um pouco sobre quem sou?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Licença, será que será ruim falar um pouco sobre quem sou?

Mensagem por juréia em Seg Fev 15 2016, 02:17

Oi para quem lê. Tenho 25 anos e sofro assim como muitos...
Tudo começou aos 8 anos. Eu sempre havia sido uma criança extremamente alegre, gentil, obediente, educada com os mais velhos, aventureira, amante da natureza mesmo... Tive uma infância incrivelmente privilegiada. Minha família é pobre, mas nunca nos faltou nada.
Onde eu morava havia o quarto em que eu e meu irmão dormíamos, a sala cozinha e atravessando-a, o quarto dos meus pais.
Num determinado dia em 98, tive uma experiência realmente estranha para uma criança tão privilegiada quanto fui. Era noite e meu pai já havia ido dormir. E eu e meu irmão já estávamos deitados, minha mãe nos deu boa noite e foi deitar.
Meu irmão dormiu quase imediatamente, mas eu ainda estava acordada e de olhos fechados. Quando comecei a ouvir umas conversas, pessoas falando. Me levantei e fui para a sala, ver se a tv ainda estava ligada, mas não estava e eu também não estava mais ouvindo nada. Então voltei a me deitar e imediatamente que fechei meus olhos, voltei a ouvir as vozes, sentei na cama e disse "mãe?" e ela não respondeu, pois não estava mesmo na sala. Fui até seu quarto e ela e meu pai dormiam profundamente, estava tudo muito silencioso. Voltei p a cama. Logo as vozes voltaram a conversar e resolvi prestar atenção ao q elas diziam. Falavam cada vez mais alto e com mais nitidez.
Pude ouvir mulheres e homens falando uns cm os outros, davam risadas, cochichavam e gargalhavam.
Quando enfim identifiquei o teor das conversas........ Essas vozes falavam de mim, tiravam sarro. Diziam que eu era uma imprestável e inútil, que eu não fazia diferença alguma, outras davam risada ao ouvir isso e diziam que eu deveria subir num lugar bem alto e me jogar lá de cima. As outras vozes concordavam e reafirmavam, diziam que eu não faria falta. Que eu deveria morrer... Disseram que seria um favor para o mundo. As vozes masculinas e femininas, ao mesmo tempo diziam coisas diferentes, como se houvesse na sala uma reunião de pessoas. Mas de repente, essas vozes não paravam mais igual quando eu me levantava, mas começavam a falar mais alto e cada vez mais pareciam falar ao meu redor...
Fiquei muito assustada e tive medo de me levantar da cama. Me encolhi e comecei a falar o pai nosso mentalmente, pq na época minha mãe era religiosa e nos fazia orar. Repeti o que me lembrava, várias vezes. As vozes foram ficando distantes e assim peguei no sono...
Aproximadamente um ano antes disso, cm 7 anos. Quando meu irmão e eu ainda dormíamos no quarto dos meus pais, nesta mesma casa. Me lembro de abrir os olhos no meio da noite, a luz da sala iluminava o quarto o suficiente para eu ver que meu pai dormia todo torto, com a boca aberta (estranhamente não estava roncando como era de costume) e minha mãe também, mesmo tendo insônia normalmente, dormia pesado naquele momento. Meu irmão dormia no beliche de cima.
De repente vi uma pequena mancha escura surgir na parede, acima da cama de meus pais. A mancha parecia viva e aumentava de tamanho. Chamei minha mãe e tentei me mover, mas mesmo ouvindo minha voz e me esforçando, minha boca não estava abrindo e meu corpo não estava se movendo. A mancha começou a sair da parede e se mover lentamente em minha direção. As bordas desta mancha se moviam como pequenos tentáculos independentes. Enquanto ela chegava mais perto, vi que meus pais não me ouviram e não se movimentaram na cama. Fechei meus olhos em pânico, pouco antes da mancha chegar no meu rosto e não me lembro de mais nada. Fiquei aterrorizada, não me recordo de som algum, além das minhas tentativas de gritar bem alto, que não moviam minha boca mas quase me ensurdeciam a "voz". Apaguei.
Acho que foi assim que "TUDO" estranhamente mudou na minha vida...
No mesmo ano de 98, me lembro muito nitidamente de estar na praia com minha amiga, também da mesma idade que eu. Morávamos perto da praia e nessa idade já íamos sozinhos encontrar nossos conhecidos e vizinhos lá. Brincávamos sobe a supervisão de uma amiga da família, bem na beirada da água. Quando olhamos para o mar a dentro, avistamos ao mesmo tempo, um objeto muito grande no céu, bem longe da praia, próximo à uma ilha que tem aqui. Demos as costas e saímos correndo da água. Quando olhamos novamente, havia desaparecido. A senhora que estava conosco também avistou e um homem que pescava próximo estava comentando o que tinha visto. Haviam poucas pessoas na praia, mas acho que só nós 4 havíamos visto, pois foi muito rápido. Apesar do objeto estar distante, ele se assemelhava em tamanho, com a ilha próxima, mas flutuava à metros da superfície do mar. Mas esta não seria a primeira vez que eu veria algo assim e viveria situações semelhantes.
Nunca mais me esqueci destes ocorridos, pois minha vida realmente não foi mais a mesma......

juréia

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 14/02/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença, será que será ruim falar um pouco sobre quem sou?

Mensagem por fixit em Seg Fev 15 2016, 19:29

Olá Jureia, li o teu relato com atenção. O que queres dizer quando dizes que a tua vida nunca mais foi a mesma?

fixit

Mensagens : 37
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum