Últimos assuntos
» Meu diário enfrentando Depressão e TAG
Ontem à(s) 19:29 por Jana_10

» Sertralina
Ontem à(s) 18:48 por Convidado

» 194 dias sem Sedoxil!
Ontem à(s) 17:27 por Jana_10

» Meu relato de depressão...
Ontem à(s) 17:26 por Jana_10

» Ansiedade e ataques de pânico
Qua Mar 22 2017, 15:06 por MEB

» Fluvoxamina - efeitos secundários
Ter Mar 21 2017, 12:33 por 1006

» Porque sinto isto desta forma tão estranha?
Ter Mar 21 2017, 12:19 por sombraescura

» Em Nome do Pai, Em Nome do Filho
Seg Mar 20 2017, 00:44 por Vicent_Vega

» Falta de concentração e tonturas
Dom Mar 19 2017, 14:14 por Duarte

» DESMAME DE ANTIDEPRESSIVOS E ANSIOLÍTICOS
Sab Mar 18 2017, 22:32 por Brick

Quem está conectado
13 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 13 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 52 em Sab Fev 01 2014, 18:10

Uma vida de dor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Uma vida de dor

Mensagem por andreza belchior em Qua Jun 01 2016, 06:06

Meu nome é Andreza belchior , tenho 39 anos , sou mãe solteira de uma menina linda de apenas 7 anos..
A tristeza me acompanha desde que sou criança, uma família muito humilde e uma mãe perversa que sempre quis ser Boa , mais hoje sei que ela sempre foi má..raramente durmo a noite , nem tomando sedativos, aos 9 anos presenciei meu pai ter um AVC, na minha frente e aos 10 anos iniciei meu processo de internações, sempre com problemas emocionais que me geravam úlceras duodenais e ocasionalmente perdia muito sangue, no decorrer desses anos realizei dezenas de transfusões de sangue..
Precisei trabalhar cedo, pois precisava comprar minhas roupas, remédios e etc...meus sonhos nunca se realizaram,entrei na faculdade de comunicação social e precisei sair pois não pude pagar e precisava ajudar em casa, sendo assim não aguentava a pressão e decidir seguir pelo pior caminho as drogas (sintéticas e a cocaina)até que cheguei ao ponto de somente pensar em não estar mais nesse plano terreno..mais acreditem eu amo viver e decidi sozinha , solitária e determinada que iria abandonar tudo isso, e comecei a ter fė, foi muito difícil..vcs não imaginam e eu só tinha 25 anos .
Morava com um namorado e minha família sempre me achou um problema, nesse período passei por mais 7 longas internações e dezenas de transfusões de sangue..
Meu namorado me abandonou e no mesmo mês conheço o pai da minha filha e no 2 mês de namoro engravidei..totalmente desestruturada emocionalmente e financeiramente...trabalhava em um call center e ganhava muito pouco.. minha filha nasceu e meu pai morreu(o único mentalmente saudável , porém não sabia como expressar amor era frio e justo) o pai da minha filha um crápula, por 2 vezes não o denunciei a polícia por amor a minha filha, precisei sair de casa quando ela fez 5 anos, sem emprego e sem ter onde morar, retornei para casa da minha mãe, que me trata como um problema que precisa carregar e faz insinuações tão cruéis que prefiro não citar..
Me sinto tão perdida que as vezes acho que errei de planeta..so sei que vivo um dia após o outro , desempregada, sem ter um teto para morar e a responsabilidade de criar e educar uma linda criança..
Acredito em Deus. Desculpem o longo texto, na verdade é um breve relato.
Ainda que eu anda pelo Vale da sombra da morte nada temerei pois o senhor está comigo...
Tenho dezenas de motivo a para me entupir de remédios, mais não aceito e decidi apenas viver um dia após o outro, praticar muito exercício físico e amar incondicionalmente a minha filha e ao meu próximo..
O futuro ainda é um mistério e pó presente um grande desafio..
Tenham uma excelente noite.

andreza belchior

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/06/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma vida de dor

Mensagem por MariaLaura em Qua Jun 01 2016, 09:39

Andreza a tua história é cheia de conteúdo. Não te rendes e enfrentas com as ferramentas que tens e que criaste com o sofrimento cada dia. Popularmente podemos dizer que o que custa é o primeiro movimento, colocar um pé à frente do outro e depois é só seguir. Gostei muito de ler-te porque o que relatas é uma fonte de inspiração. O exercício físico é uma chave muito importante. Obrigada.

MariaLaura

Mensagens : 37
Reputação : 15
Data de inscrição : 09/09/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma vida de dor

Mensagem por ester em Sab Jun 04 2016, 14:31

Estas de parabéns porque abandonaste as drogas.
es uma pessoa muito forte embora agora tens pouca confiança na vida.
para sair desta situação, tens que reflectir na vida.
es nova e ainda podes ser muito feliz, basta acreditares em ti!
tens que arranjar um trabalho para melhorar a tua situação e assim, valorizar-te mais.
não sei se vives com a tua família mas o ideal é viveres com a tua filha e fazeres novas actividade para conhecer nova/os amigos.
tens que acreditar que ainda podes ser muito feliz com alguém que te ama e respeita. conheço montes de pessoas que o foram independentemente da idade(60 ou 20 anos)
A tua filha vale todos os esforços.
Podes atingir todos os objectivos que queres. basta lutar para isso e fazer um pouco cada dia para la chegar...
Roma não se fez num dia!
Agarra num caderno e começa a definir o que esta bem e as tuas qualidade e o que está mal e que tens de mudares.
boa sorte!
Podes desabafar o que quiseres. neste forum existe pessoas maravilhosas...

ester

Mensagens : 98
Reputação : 5
Data de inscrição : 08/04/2016
Localização : portugal

Ver perfil do usuário http:// http://portuguesesfelizes.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma vida de dor

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum