Últimos assuntos
» Desmame Fluvoxamina
Hoje à(s) 10:22 por Vitor

» Desesperada e cansada
Hoje à(s) 08:16 por Titinha_35

» Ajuda com ansiedade específica
Ontem à(s) 15:50 por vanessa_sofia

» Convite Sintomas físicos e psicologicos da descontinuação ISRS
Qui Out 19 2017, 18:49 por Deisw

» Luto ou ansiedade?
Qua Out 18 2017, 18:34 por Makito

» Que medicação tomar??
Seg Out 16 2017, 22:42 por Deprimido83

» Ansiedade e ataques de pânico
Seg Out 16 2017, 19:23 por Barbara Reis

» desmame de Tercian
Seg Out 16 2017, 18:54 por joao_003

» A minha história
Dom Out 15 2017, 16:45 por joguirian

» EMDR alguém conhece ou já fez?
Sab Out 14 2017, 15:12 por sketch

Quem está conectado
22 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 22 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Mensagem por Joana em Ter Nov 29 2016, 23:20

Amigos, vou contar a minha história para ver se alguém pode me dar alguns conselhos interessantes, pois estou um pouco perdida e até meio desesperada. Já cheguei a pensar até em suicídio, mas esse momento passou.

Sou uma mulher de 28 anos, desempregada e completamente afastada da minha família. Já entrei em diversas empresas, mas não consigo me fixar de forma alguma. Algumas vezes fui demitida por não ter um bom relacionamento com os outros empregados, outra vez porque trabalhava muito lenta, outras várias vezes eu mesma me demiti para mudar para uma empresa melhor. No final, só me demiti por não ter me adaptado a empresa mesmo. Eu não sei lidar com os conflitos no trabalho, não sei bem o que fazer para que me respeitem, para que não me ofendam e não ultrapassem a barreira do bom senso. Resumindo: não sei até que ponto é falta de educação e sinal de intransigência exigir respeito e impedir que falem coisas que me ofendem.

Não sei como lidar com situações adversas no ambiente de trabalho, nem como lidar bem com colegas de trabalho que são ruins e fazem comentários maldosos. Não estou me fazendo de coitada sofredora, mas realmente não sei como responder porque normalmente eu não faço isso, deixo as pessoas em paz e por isso não sei o que fazer com quem é babaca comigo. Como primeira reação eu já estourei, já fui sarcástica, já fofoquei e já fui grosseira. Várias reações toscas que só demonstram a minha falta de maturidade e habilidade de lidar com pessoas babacas.

Já tive colega de trabalho que mandava indireta dizendo que todo pessoa tatuada (tenho tattoo) são imbecis e vão se cansar, já tive colega de trabalho que disse que mulher é mais burra mesmo e não sabe dirigir mesmo, já tive colega de trabalho que tentou me diminuir quanto ao meu conhecimento porque ela morou fora do país e eu não, já tive colega de trabalho que disse que eu parecia muito mais na entrevista do que realmente sou, já tive colega de trabalho que tentava mandar em mim e ordenar as minhas funções mesmo que não fosse meu chefe, já tive colegas de trabalho dando pitaco no meu trabalho sem ter capacidade técnica para isso, já tive colegas de trabalho que fazia piada sexual, etc etc etc. Para eles, nunca tive boas reações e sempre me dei mal. Eu fico puta, só isso! O que fazer para lidar com pessoas assim? Basicamente estou desempregada porque não sei lidar com nada disso.

Por outro lado, ao tentar pedir conselhos para meus pais, eles não falam nada que preste. Não me dou bem com eles porque meus pais são muito estranhos, muito negativos. Eles usam a desculpa de terem sido pobres para justificar tudo de ruim que aconteceu na vida deles, tudo tem uma desculpinha esfarrapada, nada é culpa deles e sempre do outro. Eu entendo que as dificuldades da vida nos fazem sofrer e eu tive uma infância muito pobre com meus pais, mas tento entender que a gente não pode desistir de tudo e é preciso lutar para mudar de vida. Acho ruim a postura dos meus pais porque muitas vezes vejo que é realmente desculpa esfarrapada sem fundo de verdade, colocam culpa no ambiente externo para os erros deles, para seu egocentrismo e egoísmo.

Uma coisa que nunca vou perdoá-los é por ter me colocado para estudar em colégio público no ensino médio, um lugar horroroso sem professores e sem nada. Aprendi porra nenhuma, um lixo. Cheguei a chorar para eles para me colocarem num colégio particular, implorei quando tinha 15 anos. Me ajoelhei para mudar de colégio porque queria estudar, mas eles sempre diziam que eram pobres e não tinham como pagar. Na época eu achei que fossem mesmo porque eu sofria muito, eles não me davam nada mesmo e eu passava por muita necessidade na vida. Não tinha roupas, só doadas, não tinha dinheiro para passagem, não tinha dinheiro para sair com as minhas amigas, não tinha dinheiro para fazer nada, eles nunca me davam nada. Porém, hoje em dia questiono essa "pobreza" deles porque mesmo usando esse discurso, mesmo justificando que não podiam me pagar uma educação de qualidade porque eram pobres, compravam sempre um carro novo de 3 em 3 anos, lá em casa tinha um tv enorme, geladeira nova e três computadores. Eu não tinha nada, mas meus pais entupiam a casa de bens materiais fúteis para eles aproveitarem, esquecendo dos filhos.

Estranhamente, quando vou pedir conselhos sobre trabalho com eles, não consigo nem escutar porque a postura deles é muito horrorosa. Minha mãe já me aconselhou a ser falsa, dissimular, mentir, enganar, fofocar para puxar tapete das pessoas, etc. Eles falam muito também que faz parte da vida "engolir sapo", que esse é o nosso destino como pobres e não podemos fazer nada senão ficamos desempregados e morremos de fome. Meus pais têm uma postura muito, muito, muito conformista!!! É horroroso! Você sai de uma conversa com eles pensando que a vida é uma merda e quer se matar, porque parece que NADA tem jeito, que tudo é do jeito que é e desistir faz parte da vida. MEU PAI JÁ FALOU ISSO, QUE DESISTIR FAZ PARTE. Nossa, quando penso isso me dá um ódio! Porque eu quero lutar, quero conseguir as coisas, mas o pensamento negativo, vitimista, pra baixo e conformista que eu fui criada não me ajuda em nada.

Teve uma vez, uma única vez, que falei para minha mãe que eu tava feliz no trabalho e ela mandou uma dessa: "hm, que bom pra você, porque nem todo mundo pode ter essa vida fácil de escolher profissão. alguns tem que só se sustentar". Invejosa nojenta, escrota! Já chegou a tentar envenenar a minha família contra mim, contra meu namorado. Ficava falando no começo do namoro que ele ia pra cidade dele me trair (ele ia visitar a familia, conheço todos e são uns amores), depois começou a fofocar q ele é gay, depois começou a fofocar que ele era meu capacho e depois fofocava que eu ela capacho dele. Nossa, que horror! Mulher venenosa, horrenda. A minha TENTATIVA de sucesso (pq só tentei mesmo, nunca consegui) incomoda tanto a minha mãe que ela faz tudo para me botar pra baixo, me denegrir e difamar. Porque ela faz isso??? Eu sempre, sempre, sempre a ajudei. Sempre que podia, a ajudava. Enfim, ela fez coisas muito piores, mas esse post é só para saber como conseguir me manter nos empregos mesmo e não vou me estender.

Não tenho com quem pedir conselhos, meus pais são pessoas que só me puxam pra baixo e estou bem perdida!! ME AJUDEM!

Joana

Mensagens : 11
Reputação : 2
Data de inscrição : 29/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Mensagem por ester em Sab Dez 17 2016, 17:09

Ola, realmente não tens uma vida facilitada.
mas acho que és uma pessoa muito corajosa porque tentas sempre lutar e ser feliz.
Vou te contar uma historia que acho muito linda:
havia um homem muito mau e alcoólico que tratava mal os filhos . batia.lhe a ele e a mãe deles. estes dois irmãos tiveram uma infância infeliz.
Em adulto um tornou-se alcoólico e tratava mal a família.
o outro, era um pai exemplar com uma vida de sucesso. a esposa, os filhos, toda a gente o adorava.
Quando perguntamos aos dois irmãos porquê que se transformaram assim.
os dois tiveram a mesma resposta:
« com a infância que tive, só podia ser assim!»
o que quero dizer é que tu tens o poder de decidir quem te pode magoar ou não.
Se ficas infeliz com o que as pessoas te dizem, os teus pais, o mundo inteiro, estás lhe dar a vitoria, a vitoria de controlar a tua vida, de ser feliz ou não.
Tu se quiseres decides que os outros( pessoas muito tóxicas) te influenciem ou não porque afinal, quem manda na tua vida.
és tu, tu és a protagonista da tua vida e mais ninguém.
vês pesssoas felizes que parecem ter tudo mas estas pessoas tambem têm problemas todos os dias como nós todos mas a maneira coo reagem a estes é que faz toda a diferença.
se quiseres falar, não hesites!

ester

Mensagens : 116
Reputação : 8
Data de inscrição : 08/04/2016
Localização : portugal

Ver perfil do usuário http:// http://portuguesesfelizes.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Mensagem por Joana em Ter Dez 27 2016, 16:02

ester escreveu:Ola, realmente não tens uma vida facilitada.
mas acho que és uma pessoa muito corajosa porque tentas sempre lutar e ser feliz.
Vou te contar uma historia que acho muito linda:
havia um homem muito mau e alcoólico que tratava mal os filhos . batia.lhe a ele e a mãe deles. estes dois irmãos tiveram uma infância infeliz.
Em adulto um tornou-se alcoólico e tratava mal a família.
o outro, era um pai exemplar com uma vida de sucesso. a esposa, os filhos, toda a gente o adorava.
Quando perguntamos aos dois irmãos porquê que se transformaram assim.
os dois tiveram a mesma resposta:
« com a infância que tive, só podia ser assim!»
o que quero dizer é que tu tens o poder de decidir quem te pode magoar ou não.
Se ficas infeliz com o que as pessoas te dizem, os teus pais, o mundo inteiro, estás lhe dar a vitoria, a vitoria de controlar a tua vida, de ser feliz ou não.
Tu se quiseres decides que os outros( pessoas muito tóxicas) te influenciem ou não porque afinal, quem manda na tua vida.
és tu, tu és a protagonista da tua vida e mais ninguém.
vês pesssoas felizes que parecem ter tudo mas estas pessoas tambem têm problemas todos os dias como nós todos mas a maneira coo reagem a estes é que faz toda a diferença.
se quiseres falar, não hesites!

Sim, eu estou tentando. Por outro lado, vejo nos meus pais um exemplo de grande desistência e eles se justificam muito usando os traumas do passado. É um discurso de fracassado muito pesado e influencia negativamente a família inteira. Espero nunca ser igual a eles e nunca passar meus problemas do passado para os meus filhos. Exatamente por serem assim os conselhos são sempre horríveis... Para a minha mãe a única forma de se dar bem no trabalho é sendo dissimulada, fofocando e puxando o tapete das pessoas. Exatamente por não ter um bom exemplo em casa fico meio perdida, só me resta aprender com a experiência.

Joana

Mensagens : 11
Reputação : 2
Data de inscrição : 29/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Mensagem por isabelafioris em Qua Jan 04 2017, 14:51

Oi, Joana, tudo bem?

Li seu relato e, como vivencio algo parecido com a sua situação com minha mãe, vou compartilhar com você o que ando fazendo para tentar contornar a situação.

Vivo com minha mãe e minha irmã, após meu pai ter saído de casa, por estar naquilo que chamamos de "crise de meia idade" (quer viver agora, aos 50 anos, o que não conseguiu viver enquanto era jovem, por ter casado e tido filhos cedo). Porém, minha mãe é uma pessoa totalmente tóxica, pessimista, raivosa, desequilibrada, não entende a necessidade que eu tenho de estudar (sou formada em direito e pretendo ingressar em alguma carreira pública), me coloca sempre para baixo e me deixa muito nervosa o tempo todo (ela e minha irmã brigam o dia INTEIRO, por todos os motivos que você pode imaginar, vivo em uma casa que tem um clima horrível, com brigas, gritos e xingamentos toda hora, todo dia).

Essa situação vem acontecendo há mais ou menos 03 anos e eu sempre sofri muito com isso, ao ponto de já ter acordado de madrugada chorando, pensando seriamente em suicídio.

Hoje, porém, eu resolvi tomar uma atitude aqui dentro: os problemas entre minha mãe e minha irmã não me dizem respeito e, portanto, não podem me atingir tanto assim. Não sou eu que vivo nesse embate diário, portanto, não posso mais parar a minha vida por causa disso.

Com relação à minha mãe, a minha percepção é outra: enquanto ela não perceber que está errada e querer mudar por ela própria, não há nada que eu possa fazer. Infelizmente, não podemos e não conseguimos mudar as pessoas e as atitudes delas, mas podemos mudar nosso posicionamento com relação a elas.

Agora, eu estou muito mais "apática" à minha mãe, tento não dar muita bola para ela e a negatividade e o controle dela e acredito que a sua saída seja essa. Não sei se você vive com seus pais ou não, se sim, será mais difícil. Se não, será muito mais fácil. Tente não pedir mais conselhos a eles, tente ser mais desapegada e apática a eles. Procure outras pessoas para te aconselharem.

Pode parecer horrível um filho fazer isso com os pais, mas, infelizmente, pais tóxicos existem e, muitas vezes, manter um relacionamento intenso com pessoas tóxicas pode nos fazer muito mal.

Com relação ao seu problema nos seus empregos, eu também já passei por isso. Inclusive, já saí de um emprego por não saber lidar com um colega que me assediava. Mas, depois disso, passei a ser muito mais direta e sincera com as pessoas. Se eu não gostava do que me falavam, eu simplesmente respondia: "isso não é apropriado para o ambiente de trabalho, por favor, não faça mais isso". E acho que é exatamente isso que você precisa fazer. Não tenha vergonha de falar aberta e explicitamente com seus colegas de trabalho sobre o que te incomoda. Se algum deles te ofender, não ofenda de volta, apenas o repreenda falando que não gostou da atitude e peça para a pessoa não fazer mais isso com você, porque não é apropriado para o local de trabalho. As pessoas costumam nos levar mais a sério e nos respeitar mais quando agimos assim, com objetividade e sinceridade, do que quando fazemos picuinhas, xingamos e etc.

Espero ter te ajudado de alguma forma. Boa sorte no seu próximo emprego!

isabelafioris

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 04/01/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Mensagem por caferreira em Seg Jan 09 2017, 15:23

Acho que dizes tudo, Joana. Sabes que para ter um resultado diferente dos teus pais, tens de ter uma atitude diferente perante a vida. Da mesma forma no trabalho para conseguir impactos diferentes precisas agir diferente.

Lembra-te que a vida é tua e és tu que pagas a fatura daquilo que escolhes, não os teus pais ou outras pessoas. No momento poderás sentir medo, mas o medo é o que te prende, mas o pior que te pode acontecer é deixar de fazer as coisas por medo e nada conseguires. Se fizeres errado e depois pagares, tudo bem, tentaste. Mas pagar por não fazer é pior.

Boa sorte.

caferreira

Mensagens : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 03/01/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Mensagem por ester em Seg Jan 09 2017, 21:39

Boa noite, são grandes lutadores e tenho a certeza que vão ultrapassar isto tudo e ser feliz na vida. Pelos menos, sabeis como reagir e encarar a vida. È simples, fazer tudo diferentes dos vosso pais que deveriam ser um exemplo para vós. não o são??? paciência, não se pode escolher.
Eu penso que se Deus ou o universo ( ou qualquer das vossas religiões) vós pôs aonde estão, é por terem uma lição de vida a aprender.
Eu tenho a certeza que todas as experiências, más ou boas, estão aqui para nós fazer crescer na nossa mente e no nosso interior...
Pensam: o que esta experiência me traz de bom? se tivesse tudo na vida, o que poderia aprender?
Todos na vida, tivemos os nossos traumatismo mas a maneira de encarar as dificuldades da vida é o que é mais importante e nós temos este poder.
o poder de decidir se vamos ser vitima toda a vida ou o protagonista da nossa vida.
Eu fui vitima mas nunca mais o vou a ser. nunca mais me vou olhar ao espelho e não me reconhecer.
Sois maravilhosa porque podiam escolher e seguir o exemplo e os pensamentos destas pessoas toxicas e não o fizeram. por isso, sois FANTÁSTICAS E ÚNICAS!
cump.

ester

Mensagens : 116
Reputação : 8
Data de inscrição : 08/04/2016
Localização : portugal

Ver perfil do usuário http:// http://portuguesesfelizes.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desemprego, problemas familiares, pobreza. O que fazer?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum