Últimos assuntos
» Coitofobia e Parafobia
Ontem à(s) 02:30 por Bia...

» Desmame : Quet xr + bup
Ontem à(s) 00:50 por ClariceWilke

» Desmame Sertralina
Ontem à(s) 00:30 por patuxa

» Me sinto depressivo
Ontem à(s) 00:23 por patuxa

» Fluvoxamina
Ontem à(s) 00:18 por patuxa

» Sem saída!?
Ontem à(s) 00:14 por patuxa

» Olá a todos, gostava de saber como posso fazer o desmame
Qui Dez 14 2017, 10:27 por bandulha

» Desmame de Cipralex, Victan, Mirtazapina e Nozinan
Ter Dez 12 2017, 22:41 por j77

» Dúvidas drogas e medicamentos
Ter Dez 12 2017, 00:15 por Convidado

» Dificuldade de aceitar a morte da minha mãe.
Seg Dez 11 2017, 15:41 por Priscila Soares

Quem está conectado
14 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 14 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

Falta de ar, medo, "paranóia"

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Qua Maio 03 2017, 22:50

Boa noite!
Já há algum tempo que passo pelo fórum e acompanho os tópicos. Só hoje decidi registar-me e consequentemente deixar o meu testemunho, com o intuito de trocar ideias/ajuda/apoio, ajudar de alguma forma quem passou ou está a passar pelo mesmo.
Tenho 28 anos. Aos 18 anos no 2o ano de faculdade comecei a ficar apática, cansada, sem sono, ouvia vozes, tinha medos sem sentido, e fui ao médico de família. Diagnóstico: Esgotamento nervoso e depressão. Tomei antidepressivos (já não me recordo quais), tomei Inderal (medicação para taquicardia, porque o coração parecia que ia saltar), e Kainever. Entretanto, na altura, fui por aconselhamento do médico de família, ao psicológo do Centro de Saúde, após 3 sessões desisti. Quando lhe tentava explicar o meu medo de me abandonarem, de os meus pais falecerem... ouvia "se continuares assim acredita que é isso que vai acontecer". Sério???
Bom, passado 1 ano sentia-me melhor e abandonei a medicação. Sem desmame. Loucura, claro.

Passados 4 anos... Tive uma recaída e a Fluoxetina passa a ser a minha melhor amiga. E entra na minha vida o Sedoxil também. Durante 3 anos foram os meus companheiros. Bons ou maus eram eles que me iam dando alguma qualidade de vida... eu queria era dormir e não me sentir triste (dizia eu)! E ate ia funcionando... achava eu.

Termino o meu percurso académico, volto para casa dos pais, começo a trabalhar... e passados 3 anos de Fluoxetina e Sedoxil, sinto-me novamente em baixo. Como nunca. Choro fácil, coração acelerado, infelicidade constante, começo a ganhar ódio por mim mesma, como compulsivamente, depois arrependo-me e entro em desespero... tinha que reagir e lutar por mim. Procurei um psiquiatra particular e um psicologo particular também. Passo então a tomar Paroxetina e Venlafaxina (1 de cada por dia) e SEDOXIL (ate 3 por dia), juntamente com consultas de psicologia todas as semanas. Melhorei... Sim melhorei. No entanto, de 0 a 100%, sentia-me nos 60%...
Com o tempo (2 anos) consegui reduzir para apenas meio comprimido de Venlafaxina e Sedoxil em SOS e a consulta de psicologia de 2 em 2 meses.
Mas continuava a não me sentir bem. Com paranóias na cabeça, com distúrbios alimentares, com medos... ia-me arrastando.
Este ano, em Fevereiro, com o falecimento de um familiar muito próximo, "desentendi-me" com o Psicologo. Em jeito de "terapia de choque" ou o "diabo que o valha" dizia-me coisas que me derrotaram por completo. E abandonei as consultas. Não fazia sentido para mim. Mas continuei com a Venlafaxina e o sedoxil.
Farta de químicos, decidi ir a um Naturopata.
Na primeira consulta, vim carregada de suplementos/medicação natural... a verdade é que passado um mês, já não tomava antidepressivo, ja nao tomava Sedoxil, dormia perfeitamente bem, andava calma, estável, FELIZ.
"Finalmente. A paz.", suspirava eu...
Mas foi cedo de mais...

Hoje com 3 meses de tratamento com naturopatia (que segundo o naturopata era o prazo para concluir o tratamento e livrar me de depressão, ansiedade e afins) estou no fundo do poço novamente.
Comecei por não acordar a meio da noite, depois por dificuldade em adormecer, por noites sem dormir, pernas a bater uma na outra, choro, falta de ar, medos... andava bem durante o dia, chegava ao final do dia, começava a pensar jo tormento que ia passar em nao dormir e a ansiedade aparecia.
Não me sinto con depressao. Já vivi com ela e agora não me parece ser a depressao qur me atormenta. Mas sim a ANSIEDADE, PÂNICO, MEDO, FALTA DE AR... Nao vivo. Com medo de sofrer um com medo do futuro, perco o presentr, perco a felicidade.

Resolvi marcar consulta em um novo psiquiatra, e entretanto continuar com a naturopatia. Voltei ao Sedoxil também.

É horrivel viver assim. Não ha qualidade de vida.
É um sufoco constante, uma angústia, um sofrimento... Nao quero viver assim...

Desculpem o desabafo...
Alguém já passou pelo mesmo?
Algum conselho?

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por guevara em Qui Maio 04 2017, 09:10

OLá. Eu estou num estado muito parecido com o teu, mas acho que nalguns aspectos é muito pior. Os meus medos são irracionais e completamente tresloucados. Gostava de falar mais contigo .

guevara

Mensagens : 64
Reputação : 4
Data de inscrição : 27/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Qui Maio 04 2017, 09:44

Olá,
Infelizmente os psicólogos também são seres humanos e têm dias maus, outros simplesmente não têm jeito para a coisa e são maus profissionais (acontece em todas as profissões).

Eu acho que tens conseguido, aos poucos, ultrapassar os problemas, dizes que já não te sentes deprimida que já é um primeiro passo. Não sou médico, nem perto disso, mas diria que esses ataques da ansiedade poderão ser ressaca de falta de medicação. Largar tudo passado um mês, parece-me demasiado rápido. Investiga sobre a meia-vida da medicação, e vais ver que mesmo deixando de tomar, ela continua no corpo durante uns tempos, por isso é que os sintomas de abstinência às vezes só aparecem passado umas largas semanas.

Acho que também te deixaste levar com os 3 meses que ficavas curada de tudo. E chegou os 3 meses e desmotivaste. Eu acho que muitas vezes queremos chegar aos 100% a todo o custo, e temos de assumir que talvez isso não seja possível. Muita gente nasce com diferentes tipos de problemas, e nós, infelizmente, nascemos com estes. O pensar demais e querer voltar a todo o custo aos 100% só nos afunda mais. Eu acredito que é possível chegar aos 100%, mas temos de tirar esse objectivo da frente (sei que é contraditório).

Só posso dizer: continua a lutar! Força!

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Qui Maio 04 2017, 18:16

guevara escreveu:OLá. Eu estou num estado muito parecido com o teu, mas acho que nalguns aspectos é muito pior. Os meus medos são irracionais e completamente tresloucados. Gostava de falar mais contigo .

Olá
Medos são sempre medos. E no nosso caso são medos estúpidos. Tornam nos dependentes.
Eu tenho medo que os meus pais morram, tenho medo de ficar sozinha, tenho medo de ficar "assim" a vida toda, medo que ninguém me ature... para dar um exemplo: ofereci uma viagem aos meus pais no aniversario de casamento. Já estou com a paranóia de que o avião pode cair e vou culpar me a vida toda. Estúpido não?
Pior é que sabemos que é estupido mas continuamos com medo.

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Qui Maio 04 2017, 20:48

viper escreveu:Olá,
Infelizmente os psicólogos também são seres humanos e têm dias maus, outros simplesmente não têm jeito para a coisa e são maus profissionais (acontece em todas as profissões).

Eu acho que tens conseguido, aos poucos, ultrapassar os problemas, dizes que já não te sentes deprimida que já é um primeiro passo. Não sou médico, nem perto disso, mas diria que esses ataques da ansiedade poderão ser ressaca de falta de medicação. Largar tudo passado um mês, parece-me demasiado rápido. Investiga sobre a meia-vida da medicação, e vais ver que mesmo deixando de tomar, ela continua no corpo durante uns tempos, por isso é que os sintomas de abstinência às vezes só aparecem passado umas largas semanas.

Acho que também te deixaste levar com os 3 meses que ficavas curada de tudo. E chegou os 3 meses e desmotivaste. Eu acho que   muitas vezes queremos chegar aos 100% a todo o custo, e temos de assumir que talvez isso não seja possível. Muita gente nasce com diferentes tipos de problemas, e nós, infelizmente, nascemos com estes. O pensar demais e querer voltar a todo o custo aos 100% só nos afunda mais. Eu acredito que é possível chegar aos 100%, mas temos de tirar esse objectivo da frente (sei que é contraditório).

Só posso dizer: continua a lutar! Força!

Olá. Obrigadaaaaa pela tua resposta.
De facto, poderá ser ressaca. Mas supostamente estou a tomar suplementos da Naturopatia para combater ansiedade. Logo, como fiz o desmame corretamente, e tomo suplementos para o mesmo efeito à partida não deveria sentir "ressaca"... O naturopata é absolutamente contra a químicos. Eu disse lhe que estava a sentir me ansiosa novamente e ele diz que é impossível sem haver uma razão, um problema... Enfim! Tenho tomado meio sedoxil e nem lhe digo nada...
Se o Sedoxil me faz bem? Sinceramente, acho que já é mais psicológico que propriamente 'tratamento'. Por vezes tento não o tomar, mas começo a bater com as pernas, o coração parece que vai explodir, e então tomo, continuo igual mas se não tomar parece que morro. É uma das tais paranóias...

Falaste na meta dos três meses. Mas acho que não é por aí (penso eu).
Na minha cabeça não estava a meta. Tanto que eu dizia ao Naturopata "Veja lá se depois não volto ao mesmo. Mais vale ir devagarinho" (o meu medo a falar mais alto)

A verdade é que já passei mais tempo da minha vida MAL que bem. Tenho dias que me apetece desaparecer, morrer. Hoje é um deles.
Sinto me sozinha. Só faço sofrer quem mais gosto. Não me compreendem. Preocupam se comigo. A minha mãe chega a chorar e a dizer que já não sabe o que fazer para me ajudar.
Estou a esgotar todos os recursos. Já experimentei tudo e mais alguma coisa.

No outro dia conversava com uma senhora de 52 anos, que em jeito de desabafo dizia que desde os 20 anos que tem depressão. E dizia ela "A depressao não tem cura. Uma vez com depressão para sempre com depressão. Temos altos e baixos. Apenas isso."
E contou-me um pouco da historia de vida dela. O que me fez pensar EU NÃO QUERO VIVER ASSIM. Não quero chegar aos 50 anos e ter o mesmo discurso que esta senhora.
Se assim for prefiro morrer. Se for para viver sem qualidade, infeliz, ansiosa, preocupada, mais vale não viver.

Desespero mesmo

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Sex Maio 05 2017, 10:27

Se fizeste o desmame só em 1 mês, penso que não o fizeste correctamente Razz como já tomas há 3 anos, vais ter de demorar muito mais tempo que isso.
Os produtos naturais podem ajudar, mas penso que nunca irão compensar as alterações quimicas feitas pela medicação. Só quando o teu corpo estiver livre dos quimicos, penso serem uma boa ajuda. Os ansióliticos causam grande dependência, não é à toa que nas bulas vem indicado que o tratamento não deve exceder as 12 semanas (e já incluíndo o período de desmame).
Se tás-te a dar bem com metade, já é bom, mais tarde tenta reduzir para um quarto.

Como disseste são medos estúpidos, e tu dás outro exemplo de outro sentimento estúpido: tens medo de morrer mas preferes morrer. Não faz sentido nenhum, se tiveres de morrer que morras a tentar, a lutar. Pensa que um dia vamos todos morrer, está fora do nosso controlo, por isso evita ao máximo pensar nesse assunto.

Para adormecer, tenta focar-te ao máximo só na respiração, sempre que vier algo à cabeça ignora logo e volta à respiração (tempo para pensar vais ter quando tás acordada). No início não é fácil, mas vais ver com o tempo vais deixar de pensar quando queres ir dormir. De dia, também sempre que te vierem pensamentos estúpidos à cabeça, analisa-os, assume-os como estúpidos e concentra-te noutra coisa. Não vale apena partir a cabeça sempre com os mesmos assuntos. Mais uma vez, sei que nada disto é fácil, mas praticando e com tempo, o cérebro irá ficar convencido do correcto. Passamos muitos anos a pensar erradamente, e o cérebro toma os medos como factos bastantes reais mesmo quando nós sabemos que são medos idiotas. O cérebro age para nos proteger, é como quando alguém nos atira uma bola à cara, as mãos tapam logo a cara, se o cérebro perguntasse-nos o que fazer, levavamos com a bola na cara. Com estes medos, passa-se o mesmo, ele age sem nos perguntar, porque assumiu os factos como reais. Cabe-nos a nós, ao mudar a atitude e os pensamentos, corrigir o que o subconsciente assumiu erradamente. Não há milagres e demora tempo.

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Sex Maio 05 2017, 15:54

Obrigada pelos conselhos para adormecer.
Tento focar me banstante na respiração mas nem sempre é fácil.

Relativamente à medicação natural (naturopatia) estou com um dilema enorme.
Eu deixo mensalmente volta de 400€ na clínica de Naturopatia, só em suplementos.
O meu vencimento vai praticamente todo para a clínica. O primeiro mês eu pensei "que se lixe. Ultima hipótese. Se me fizer bem, ótimo"
E realmente fez me bem. Senti me como nunca.
Feliz, sem problemas, sem pensamentos estúpidos, com energia, com sono regulado... um sonho.

Mas passados mais de 2 meses, o peso na consciência do dinheiro gasto tem me atormentado. Pior ainda quando o tratamento já não me traz assim tao bem.
Ando a gastar uma fortuna para no final de contas continuar ansiosa, mal humorada, irritada. E a tristeza voltou. O pensamento de que não valho nada. De que estou sozinha.

É horrível.
Estou num impasse. Marquei consulta num dos melhores psiquiatras do país, que só tem vaga para Maio de 2018, contudo ficaram de me ligar caso alguem desista.


Eu só quero ficar bem. E ja nao me interessa se é com químicos ou nao.
Qualidade de vida acima de tudo.

Pior é qur agora até conseguir consulta no psiquiatra faço o que? Continuo com a naturopatia? A gastar um dinheirão e não estar bem? Tomo quimicos? O que?

Nao estou a conseguir gerir isto :-(

Hoje é sexta-feira, odeio sextas. Sinal de que o fim de semana está a chegar. Sinónimo de ficar em casa, pensar demasiado, deprimir... ainda por cima a chover.


É só a mim que as mudanças de clima afetam?
Primavera, Outono, mudanças de clima repentinas. Não vos deitam a baixo?

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Sab Maio 06 2017, 10:39

Compreendo que seja frustrante e concordo que o que der qualidade de vida será o melhor.
Já sabes que mesmo o melhor psiquiatra do mundo irá receitar medicação não é? Se achas que esse é o caminho, procurava outro (não canceles a marcação de qualquer maneira). Se nesse só tens marcação daqui a um ano, quando precisares terás de esperar novamente um ano. Por vezes poderá ser só encontrar a medicação certa, mas como somos todos diferentes é sempre uma questão de tentativa e erro, até acertar.
Quanto ao dinheiro esquece, ele serve para ser gasto de qualquer forma :p e se for para encontrar uma solução é bem gasto.

Quanto às mudanças de clima, eu sempre me sinto melhor na primavera / verão. O sol dá mais energia. Mas agora também tento apreciar a chuva e o frio, até sabe bem dormir no frio no meio de cobertores Smile não vale apena arranjatmos desculpas e que nada nos ajuda. Tentar ver o positivo em tudo Smile

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Sab Maio 06 2017, 20:16

Viper ainda não te agradeci a força que me tens dado. Sabe bem e faz bem.. Obrigada.

Tens razão. Dinheiro vai e volta. Haja saúde para o podermos ganhar que não faltara onde gastar...
Mas não deixa de me custar...

Pois, temo esperar muito tempo para a consulta do psiquiatra. Até lá não sei se procure um aqui na zona para até lá me medicar. Ou se continue com a Naturopatia e o sedoxil.

A ansiedade faz a nossa vida repleta de "se's"... i que é horrível:
"e se..."
"não sei se..."
"se..."

Grrrr raio de vida. Raio de paranóias. Até já me esta a afetar no meu relacionamento.

Acho que estou a desenvolver uma dependência emocional. Será possivel?

Isso de pensar positivo é sempre "mais facil falar"... eu bem tento. Ate pq mas energias atraem mas energias... mas por vezes n
ao se consegue. Quem sofre de ansiedade sabe o quão é difícil fugir dos medos, dos pensamentos. Sofremos com o futuro. E nao vivemos o agora.

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Dom Maio 07 2017, 20:12

Não tens de agradecer, estamos aqui uns para os outros Smile

Esquece os "ses", como dizes falar é fácil, e eu sei que também eu passo por altos e baixos, mas quanto mais treinarmos em sermos mais positivos mais a ansiedade reduz. Não acontece de um dia para o outro claro, por isso é importante a persistência.

O futuro já o conhecemos - vamos todos morrer, por isso que se lixe o futuro, e que aconteça o que tiver de acontecer, não vamos baixar os braços e vamos sempre lutar!

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por do Mundo em Dom Maio 07 2017, 21:11

Podem-me falar melhor dessa história do naturopata? O que tomam, em que quantidades quantas vezes ao dia se realmente sentem alguma diferença, etc ? Obrigado desde já.

do Mundo

Mensagens : 58
Reputação : 10
Data de inscrição : 06/05/2017
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por do Mundo em Dom Maio 07 2017, 21:23

Não me falem é em 400€ por mês que eu com esse dinheiro casava-me, comprava casa, carro e ainda tinha dois filhos.

do Mundo

Mensagens : 58
Reputação : 10
Data de inscrição : 06/05/2017
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Seg Maio 08 2017, 08:15

viper escreveu:Não tens de agradecer, estamos aqui uns para os outros Smile

Esquece os "ses", como dizes falar é fácil, e eu sei que também eu passo por altos e baixos, mas quanto mais treinarmos em sermos mais positivos mais a ansiedade reduz. Não acontece de um dia para o outro claro, por isso é importante a persistência.

O futuro já o conhecemos - vamos todos morrer, por isso que se lixe o futuro, e que aconteça o que tiver de acontecer, não vamos baixar os braços e vamos sempre lutar!

Eu sou muito indecisa... Já é de mim, aliás sou do Signo Balança. Os nativos deste signo são em norma indecisos.
Coloco os outros sempre em primeiro lugar. O que é ERRADO. Nós devemos ser SEMPRE a nossa PRIORIDADE

Devagar se vai ao longe.
Sim... Temos que ser positivos. Tentar pelo menos.
Os "ses" só nos prendem. É uma questão de treino, uma questão de foco no que realmente é melhor para nós.
Quando digo que fico sempre ansiosa quando penso em demasiado no futuro, não é de todo com o facto de ir morrer. Preocupa-me mais o facto de os meus morrerem, o facto de a minha relação não dar certo, o facto de não vir a ser feliz, o facto de ficar assim neste estado depressivo e ansioso para sempre...

Luto todos os dias. Não vou baixar os braços.
Embora por vezes apeteça desistir de tudo pale pale pale


BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Seg Maio 08 2017, 08:41

do Mundo escreveu:Podem-me falar melhor dessa história do naturopata? O que tomam, em que quantidades quantas vezes ao dia se realmente sentem alguma diferença, etc ? Obrigado desde já.

Olá Mundo
Nem me digas nada.. É de facto muito dispendioso. É certo que é natural, não tem contra-indicações, não há efeitos secundários...

Bom, para te explicar melhor (vou tentar ser sucinta):
- Fui a um Iridologista, é um médico que pela observação da íris do olho descreve tudo que tu sentes. Desde dores musculares, problemas neurológicos, etc.
O iridologista, que também é naturopata (no meu caso), diagnosticou-me depressão, ansiedade, esgotamento (nada de novo para mim), mas também diagnosticou outros problemas que mais tarde fiz exames e comprovou-se. Quase parece "bruxaria" Razz Razz Razz

Adiante, depois de diagnosticada a depressão e a ansiedade, falei que estava a tomar antidepressivos e ansiolítico, e ele disse que não precisava de tomar químicos para nada.
- " Vais fazer o desmame dos químicos e começar a tomar suplementos naturais." disse o naturopata.

Assim fiz, passado um mês estava a tomar apenas medicação natural, e a senti-me bem, como nunca. Dormia impecavelmente bem, acordava cheia de energia, bem humorada, bem disposta, calma, serena, FELIZ.

O que tomo???
Tanta coisa Shocked
- Magnésio (Mg)
- Lítio (Li)
- Manganês (Mn)
- Cobre, ouro e prata (Cu-Au-Ag)
- uma gotas de essência de flore de laranjeira para a ansiedade
- âmpolas específicas para a depressão DEPEGEN e NEUROGEN

Agora recentemente como voltei com as crises de ansiedade, receitou-me também umas gotas de Alumínio (Al)

E é isto...

Alguém já tomou algo deste género?




BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Seg Maio 08 2017, 09:26

Quando foste ao iridologista falaste antes do teu problemas, ou ele(a) disse-te tudo sem saber de nada?
Há algum tempo atrás já tinha ouvido falar do assunto (num dos programas da tarde da tv) e fiquei curioso. Dizem que os olhos são o espelho da alma, e talvez tenham razão, apesar de ser sempre um pouco céptico sobre esses assuntos.
Talvez um dia experimente Smile

Quanto aos suplementos, tomo magnésio, após ver um tópico aqui no fórum. E sinto que me dá mais energia.
Já tinha ouvido de flor de laranjeira para ansiedade, também irei experimentar.

Houve uma altura que experimentei acunpuctura, e também saí de lá com montes de remédios naturais e larguei uma nota preta. Uma coisa que fiz, foi ver na internet o preço desses remédios noutros locais, e olha que tive uma grande surpresa... o que comprei estava bastante inflaccionado. Compreendo que tenham de ganhar dinheiro para manter o negócio, o problema é que os preços que praticam só parece afastar os clientes.

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Seg Maio 08 2017, 11:40

Quando fui ao iridologista também ia muito desconfiada. Também me considero cética. Mas como já referi em post's anteriores o desespero já é tão grande que já estou por tudo.

Não falei rigorosamente NADA antes da observação da íris. Apenas idade, se sofria de alguma doença crónica, se tinha diabetes, colestrol, o comum...
E sim, depois da observação da íris ele disse tudo que eu estava a sentir, posso enumerar alguns problemas que ele detetou:
- ansiedade
- depressão
- esgotamento
- perca de memória
- rotura de ligamentos do pé direito (eu já sabia e ele "adivinhou")
- dores nas costas
- problemas nos ovários
- entre outros...

A consulta em si não é cara, o que "doi" realmente é os suplementos.
Eu já tentei ver na net, os oligoelementos ainda se encontra, agora o tal Neurogen e Depgen é mesmo manipulado por o laboratório deles.

Depois tb fico com receio de estar a tomar suplementos para substituir estes e dar asneira...

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Ter Maio 09 2017, 16:18

Tenho de experimentar isso Smile
Se puderes podes-me enviar o contacto do iridologista por mensagem privada sff?

Estou para experimentar também EMDR (que já foi falado aqui neste forum) e biofeedback.
Fiquei curioso com o biofeedback em que podemos ver a actividade do cérebro, respiração, pulsação,... e dizem que ajuda para treinar técnicas de redução de ansiedade. Ao visualizar a actividade a reduzir, ficamos convencidos (ou melhor o nosso cérebro passa a acreditar) que a técnica resulta. Estou a ver se encontro alguma coisa desse tipo cá em Portugal.

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Seg Maio 15 2017, 20:48


BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Qua Maio 17 2017, 09:34

... Hoje em jeito de desabafo ...

... Descobri que a minha falta de ar estava relacionada com um suplemento natural que andava a tomar. Já andava desconfiada, parei a toma do mesmo e eis que a falta de ar passou ...

... Terminaram alguns suplementos e decidi NÃO tomar mais. Para além do alívio na carteira, tenho reparado que não tenho tido alguns efeitos secundários ...

... Pareço um zombie,mas já assim me sentia. Então para quê andar a tomar porcarias, gastar dinheiro, se no fundo estou igual?

... Estou a tomar todas as noites MEIO Sedoxil (Mexazolam). Durmo pessimamente. Adormeço, mas acordo constantemente. Bato com as pernas uma na outra, coração acelerado, cérebro sempre a trabalhar... Acordo cansada, e farto-me de chorar o dia todo.

Estou um caco... Completamente!
Algum conselho?

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Qua Maio 17 2017, 18:56

Eu costumava tomar livetan (valeriana) quando tinha problemas de sono e ajudou. Pode é só começar a fazer efeito passado umas semanas. Também me acontecia o mesmo, adormecia bem mas estava sempre a acordar a meio da noite.
Agora só não sei é se podes tomar com sedoxil.

Se tiveres smartphone e perceberes bem inglês, experimenta também a aplicação Calm (recomendada pelo Mundo). Tenho usado e estou a gostar, ensina a meditar e tem umas histórias para dormir para adultos (parece coisa de criança eu sei Very Happy)

Tens também de tentar cansar o corpo ao máximo durante o dia, ou com exercício físico ou fazendo limpezas em casa, por exemplo em vez de aspirador, limpar tudo com vassoura, é 2 em 1 = limpeza + exercício físico Smile

Força!

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Qua Maio 17 2017, 21:11

Obrigada viper

Já ouvi falar do livetan!
Na altura resolveu te o problema? Dormias melhor?

Vou instalar a app... Obrigada...

Eu bem faço de tudo para me cansar. Saio do trabalho e não paro. Mesmo... por vezes dá me o sono se parar e volto logo à carga.. que é para guardar o sono para a noite. E nada...

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Qui Maio 18 2017, 09:17

Sim ajudou a ter um sono mais constante.

Como também o facto de acordar a meio da noite, me deixava nervoso porque ficava logo a pensar que não dormi quase nada, e tenho de ir trabalhar, bla bla bla e depois já não dormia. Passei a ir dormir mais cedo, por volta das 22h. Assim se acordasse, sentia-me mais seguro, que se voltasse a dormir ia descansar mais ou como deve ser. Também deixei de olhar para o relógio sempre que acordava.

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Qui Maio 18 2017, 10:44

Descreves completamente tudo o que eu sinto...

Eu deito-me por volta das 23h... Como tomo o sedoxil adormeço bem.
Esta noite até tomei Estazolam (Kainever) para ver se tinha uma noite descansada. Mas acordei na mesma durante a noite. E agora sinto me cansada claro. E não quero ficar novamente dependente.

É mesmo isso, o facto de acordar a meio da noite deixa me nervosa/ansiosa. Aliás, o facto de saber que vou deitar-me e que não vou descansar já me deixa nervosa, e já me deito nesse estado.

O olhar para o relógio é realmente um hábito que tenho que controlar...

... Saudades de dormir e só acordar com o despertador...

Quando tomavas o LIVETAN tomavas mais algum medicamento?
E não tem efeito imediato é isso? Causa dependência?

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por BeStrong em Qui Maio 18 2017, 10:54

Como tenho tomado benzodiazepinas, o livetan surtirá algum efeito???

BeStrong

Mensagens : 27
Reputação : 1
Data de inscrição : 03/05/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por viper em Qui Maio 18 2017, 11:03

Estava a fazer desmame de sertralina.
No meu caso, acho que só na segunda semana comecei a dormir melhor. A bula faz referência que só passado algumas semanas de toma contínua passa a ser eficaz.
Não causa dependência, mas como te disse é bom saber se não há problemas em tomar junto com sedoxil. Talvez na farmácia possam ajudar.

viper

Mensagens : 136
Reputação : 15
Data de inscrição : 30/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Falta de ar, medo, "paranóia"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum