Últimos assuntos
» Zolpidem e Anafranil
Hoje à(s) 16:46 por Brick

» Palpitações constantes...
Hoje à(s) 02:03 por Me

» Despersonalizacao
Ontem à(s) 14:22 por Contablogue

» SENSAÇÃO DE DESMAIO AO FECHAR OS OLHOS PARA DORMIR...
Ontem à(s) 10:49 por Duarte

» Zumbido (?)
Qua Nov 22 2017, 12:44 por Marta

» DESMAME DE ANTIDEPRESSIVOS E ANSIOLÍTICOS
Dom Nov 19 2017, 23:05 por Brick

» Extra sistoles , palpitações
Dom Nov 19 2017, 01:52 por Me

» Valdoxan.. efeitos secundários
Sab Nov 18 2017, 16:20 por Convidado

» Como ajudar uma pessoa com ansiedade?
Sab Nov 18 2017, 09:48 por ester

» Ciência, Ansiedade e Ayahuasca
Sex Nov 17 2017, 12:52 por Bruno Valentim

Quem está conectado
12 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 12 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

Conviver com o monstro da Insônia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Conviver com o monstro da Insônia

Mensagem por ABairon em Ter Ago 15 2017, 19:55

Olá, eu realmente desejo me corresponder com pessoas que sobrevivem com esse monstro chamado insônia. As causas, as crises, os remédios, as saídas, as sensações e esperanças.
Tenho insônia há muito... comecei com os remédios de gôndolas de farmácias, calmantes leves vendidos como bananas. Por um período adiantou, mas a coisa foi piorando, até que busquei ajuda médica. Primeiro clínicos gerais, depois neurologistas, fonoaudiologistas, psicólogos psiquiatras e médicos especialistas do sono... passei por dezenas de medicamentos até chegar as dúzias do tarja preta. Há quase uma década convivia com o Dormonid (Maleato de Midazolan) que me fudeu em vários sentidos. Hoje na tentativa de desmamar passei para o Zolpiden que não me deixa tão chapado APÓS acordar, mas me deixa hiperchapado ANTES de dormir... As crises de insônia vão e vem, duram dias, semanas, meses. E tem sido cada vez mais terrível sobreviver a isso. Realmente quero dialogar com pessoas que sofram deste mal.

Grato!

ABairon

Mensagens : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/08/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conviver com o monstro da Insônia

Mensagem por Isaac Macêdo em Qua Ago 16 2017, 22:22

As causas da minha insônia foram as crises de ansiedade junto meu problema de hipocondria, depois a falta de sono e a dificuldade para dormir logo depois, mesmo caindo de sono eu não conseguia dormir, e continua, até mesmo já tentei me matar por não conseguir dormir e por ter tido sempre uma vida ruim, deis da infância até agora, não fui à médicos pq vc sabe a situação que se encontra esse país, principalmente em casos específicos como insônia, o diagnóstico sempre vai ser errado e os medicamentos errados se você tiver sorte de encontrar um médico, já os medicamentos que me foram receitados depois de implorar a um foi o: Alprazolam 1mg antes de deitar, mas ele não é para essa finalidade e sim para a ansiedade na qual já controlei e fico pensando na minha saúde física e mental, que já estão um lixo, depois de 3 meses dormindo mal e perdendo dias e noites já tô exausto e nem sei como tô escrevendo esse monte de lixo... A sensação é de indescritível, já foram tantos os pensamentos, e também não contribuiu nada eu ficar aqui na internet procurando por ajuda ou doenças e remédios, a esperança de viver todos nós temos...

No teu caso vc já tem um medicamento eficiente e seguro, Zolpidem, não ligue para efeitos colaterais, pq dormir é oq vale para manter a saúde física e mental...

Isaac Macêdo

Mensagens : 6
Reputação : 3
Data de inscrição : 24/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conviver com o monstro da Insônia

Mensagem por ABairon em Qui Ago 17 2017, 22:02

Olá, Isaac. Grato pelas palavras... A insônia e depressão são daqueles tipos de coisa que "só se sabe quando se passa". Você pode estar enganado quanto aos médicos. Existe uma vasta gama de médicos ineficientes e ineficazes? Sim! Infelizmente. Mas há aqueles que fazem a diferença ou ao menos "finjam bem" ou te escutem com sinceridade. Se tens planos de saúde VÁ EM TODOS. Eu tenho plano e esgotei as possibilidades de psicologos, neurologistas e psiquiatras ao ponto da administradora me ligar, suspeitando de fraude. E em mais uma década de idas e vindas em médicos e esperanças, conto nos dedos de uma só mão os médicos que realmente me foram útil. Se não tem plano, use, abuse e reclame do SUS, marque e remarque. Vai demorar, vai se irritar e pode não dar em nada, mas TENTE! Não tem nada a perder! Use os medicamentos certos, como mandado até encontrar seu jeito e o que melhor se adeque, lembrando que alguns medicamentos so fazem efeito após semanas de uso... e que o que serve para A, B, C, D pode não servir para E.
Não tenho um medicamente eficiente e seguro, pois ja coloquei e coloco todo vez que o engulo minha vida em risco (das mais variadas formas) e o sono evita apenas o suicídio ou a loucura propriamente dita, pois é um sono oco, sem vigor que não revigora ou reanima.
Já que conseguiu controlar a ansiedade apegue-se a esse gancho e mergulhe em si para saber o que vc pode fazer para se ajudar...
Creio que não há como não pensar em suicidio depois de recorrentes crises de insonia. Após o terceiro dia insone tudo é chumbo! Eu so consigo enxergar a dor e so penso no alivio de deitar e dormir, não importa como! Eu quero matar as pessoas que acordam felizes e sorrindo ou a quem me pergunta coisas do tipo "Não dormiu? Ta tudo bem?" Eu fiz acompanhamento especifico no laboratório do sono, e acredite! Não adiantou lhufas... todas as polisonografias e exames que fiz não ajudaram em nada! Uma caracteristica DA MINHA insonia é que eu fico num esquema cetáceo (dormindo em vigília). As vezes estou "dormindo" roncando e todos que me olham dizem "mas vc tava dormindo", entretanto uma parte de meu cerebro estava absolutamente acordada. Nessas situações consigo descrever todos os barulhos ao meu redor, conversa, televisão, quem estava no quarto, etc. Inclusive em uma das polissonografias que fiz, a medica me sorriu e disse que eu estava dormindo plenamente desde as 22h, entretanto eu assisti Jô soares e ainda vi um pedaço do filme... É dificil cara. Dói, creio que parte de mim não voltará jamais, perdi uma parte da minha vida (fisica e mental) por conta da insonia, ansiedade e afins. Hoje por conta disso sofro de alguns outros problemas e parecec que tudo se soma e eu so estou esperando um tiro de misericordia da vida...

ABairon

Mensagens : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/08/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conviver com o monstro da Insônia

Mensagem por Isaac Macêdo em Sex Ago 18 2017, 02:33

É, da um certo alívio em encontrar pessoas que passam pelos quase mesmos problemas que os nossos, mas a dor de saber que você está em um labirinto sem saída é maior, mesmo assim eu ainda como, ouço e falo. Pensei em me tratar espiritualmente, pois antes de tudo tive essas tais experiências de morte, projeções astrais/sonhos vividos. Mas não tomo iniciativa e a desesperança é maior. Enquanto ao suicídio, ele vem na minha mente, mas é só pra lembrar das minhas futuras complicações. Ao mesmo tempo eu não cometeria, pois acredito na alma e no espírito, sabe.. Meio que uma redundância. Bem, por aqui é difícil conversar, olhe a mensagem privada que te enviei.. Vlw pelas palavras e fica com tudo de bom.. Todos sofrem, alguns muitos outros poucos mas é assim... Já aceitei e quero sair daqui para resolver isso tudo, mas não tenho planos de saúde e nem renda... E depender do SUS é uma longa jornada, mas enfim, é isso...

Isaac Macêdo

Mensagens : 6
Reputação : 3
Data de inscrição : 24/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conviver com o monstro da Insônia

Mensagem por zeta em Sex Ago 18 2017, 14:53

Insonia é do pior...já passei uma semana sem dormir nada de nada...
consultei uma neurologista e acerou na medicação:mirtazapina 30 mg e 1/2 victan por dia. Melhorei logo na primeira noite dormi como um bébé... quase um ano depois fiz o desmame seguindo as indicações da neurologista e com algumas dificuldades lá consegui. a dificuldade foram dores de cabeça frequentes que com o tempo foram desaparecendo.
No entanto, mirtazapina 30mg ajuda a aumentar o apetite logo engordamos. Mais tarde e devido a um resultado de um Tac voltei a tomar mirtazapina mas 15mg que é o que tomo hoje e durmo bem, sem grande apetite, portanto não engordei.
Agora, os medicamentos por si só não fazem milagres, temos de mudar a nossa atitude face á vida e sermos mais positivos..eu consigo isso através da meditação e reiki .
Boa sorte

_________________
Minhas respostas e conselhos, baseiam-se em experiências por mim vividas, pelo que para melhor orientação a nivel de medicação, por favor consultem o especialista adequado.
avatar
zeta
Moderador
Moderador

Mensagens : 907
Reputação : 122
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 48
Localização : Guimaraes

Ver perfil do usuário http://rosette27.webnode.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conviver com o monstro da Insônia

Mensagem por ABairon em Ter Ago 22 2017, 23:03

...Pois é, acredito que em problemas com este aspecto a "revolução mental" ou mesmo a simples movimentação mental em busca do positivismo vem antes mesmo do medicamento. Se se toma um sossega leão endiabrado, o efeito é terrivel. Obviamente o corpo apaga, mas como um nocaute que não traz efeitos positivos concretos para o corpo e alma, mas quando se tem algum aspecto mental em prol da melhora a coisa já anda um pouco melhor, pode ser minimamente, mas melhora. A ajuda espiritual, yoga, reike, etc. são excelentes companheiros de guerra nessas horas.

ABairon

Mensagens : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/08/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conviver com o monstro da Insônia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum