Últimos assuntos
» Ansiedade e Hipocondria
Hoje à(s) 21:14 por Gustavo B

» SENTINDO SOZINHA, RODEADA DE DE GENTE
Ontem à(s) 01:50 por Gustavo B

» Um tabu entre clonazepam e alprazolam
Sex Nov 09 2018, 01:21 por LP0956

» 3 dias sem Paroxetina
Qua Nov 07 2018, 22:55 por Gustavo B

» Medicação para ansiedade
Ter Nov 06 2018, 00:31 por LP0956

» Rivotril ou Xanax para aliviar a abstinência causada pelo fim do efeito do Venvanse no final do dia?
Seg Nov 05 2018, 16:32 por LP0956

» Antidepressivos x vitaminas
Dom Nov 04 2018, 19:03 por Brick

» Mirtazipina
Seg Out 29 2018, 22:09 por Gustavo B

» Se não se morre da doença morre-se da cura!
Seg Out 29 2018, 16:37 por analobo

» Vida paralela
Seg Out 29 2018, 16:35 por analobo

Quem está conectado
11 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 10 Visitantes

Gustavo B

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 65 em Seg Jan 01 2007, 03:04

Que medicação tomar??

Ir em baixo

Que medicação tomar??

Mensagem por Deprimido83 em Seg Out 16 2017, 22:42

Boa noite, sou um novo utilizador no fórum.
Tenho 33 anos, tenho depressões recorrentemente pelos menos desde os 14 anos de idade. A primeira vez que fiz um tratamento sério com anti-depressivos foi durante 2016.
Como estava a terminar um doutoramento, tinha acabado um relacionamento (muito derivado da minha negatividade e falta de energia para fazer qualquer coisa - da minha depressão), estava com uma depressão profunda, ataques de pânico e insónias.

Fui a uma psiquiatra e elea receitou-me mirtazapina 15mg (que tomei durante um mês) tendo depois subido para os 30mg. Victan para quando tivesse crises de ansiedade/pânico (cada vez que tinha conversas com o meu orientador) e zolpidem para induzir o sono.
Senti melhorias ao longo do tempo, embora um aumento desgraçado do apetite e uma quebra brutal da líbido. Infelizmente larguei o tratamento ao fim de meio ano pois como a minha psiquiatra estava  300km de distância e perdi a receita, estive duas semanas sem o antidepressivo e quando voltei a tomar afectou-me a velocidade de raciocínio (algo que não podia tolerar a escrever uma tese).

Infelizmente, não ultrapassei totalmente a depressão. Ando por aqui, não encontro felicidade em nada, continuo com o desinteresse total pelo sexo oposto (não tenho paciência para jogos e não quero ser manipulado) e estou com os níveis de energia no zero. A minha vida é casa-trabalho-ginásio-casa. Ainda faço exercício físico para ter alguma sanidade mental.

Ultimamente estou a sentir-me a cair em queda livre. Fui a um novo psiquiatra em Miraflores, que me despachou em 30 minutos e de que mal senti paciência para sequer me ouvir. Especificamente quando lhe pedi que me recomendasse alguém com quem pudesse fazer psicoterapia pois tenho é que mudar os meus padrões comportamentais para não voltar a cair nesta depressão em que infelizmente me encontro.

Ele receitou-me Sertralina 50mg, alprazolam para crises de ansiedade e Triticum se tivesse dificuldades de sono. Muito francamente apetece-me deitar tudo ao lixo porque não gostei nada dele e voltar á Mirtazapina/Victan. O problema é que sinto que TENHO que começar um antidepressivo. Estou a afundar-me.
Por favor deiam-me a vossa opinião.
Também entrei em contacto com a minha psiquiatra anterior mas como está de baixa, não sei se me irá responder.

Deprimido83

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 16/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum