Últimos assuntos
» SENTINDO SOZINHA, RODEADA DE DE GENTE
Ontem à(s) 01:50 por Gustavo B

» Ansiedade e Hipocondria
Sab Nov 17 2018, 12:22 por CELIA GONÇALVES

» Um tabu entre clonazepam e alprazolam
Sex Nov 09 2018, 01:21 por LP0956

» 3 dias sem Paroxetina
Qua Nov 07 2018, 22:55 por Gustavo B

» Medicação para ansiedade
Ter Nov 06 2018, 00:31 por LP0956

» Rivotril ou Xanax para aliviar a abstinência causada pelo fim do efeito do Venvanse no final do dia?
Seg Nov 05 2018, 16:32 por LP0956

» Antidepressivos x vitaminas
Dom Nov 04 2018, 19:03 por Brick

» Mirtazipina
Seg Out 29 2018, 22:09 por Gustavo B

» Se não se morre da doença morre-se da cura!
Seg Out 29 2018, 16:37 por analobo

» Vida paralela
Seg Out 29 2018, 16:35 por analobo

Quem está conectado
8 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 8 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 65 em Seg Jan 01 2007, 03:04

Linhas de apoio, ou a falta delas

Ir em baixo

Linhas de apoio, ou a falta delas

Mensagem por Peculiar em Ter Dez 26 2017, 17:58

Depois de passar uma semana a tentar ligar para linhas de apoio não me atenderam uma única vez.

Seja suicídio, depressão ou apoio emocional... como é que não existe um serviço competente? Pior, todas pedem donativos, funcionam por zonas, e apenas em horários específicos... não sabia que a dor emocional ou o desespero funciona por horários.

Para não falar que é serviço de voluntariado. Talvez me esteja a escapar alguma coisa, mas como é que o estado não tem um serviço 24h de prevenção ao suicidio? Nunca ninguém se deu ao trabalho de exigir tal coisa?

Peço desculpa se isto é off-topic de alguma forma, mas... nem para reclamar me atendem o telefone.

Peculiar

Mensagens : 30
Reputação : 3
Data de inscrição : 31/10/2013
Idade : 35
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Linhas de apoio, ou a falta delas

Mensagem por Brick em Qua Dez 27 2017, 20:38

Donde és?

_________________
Não sou médico! Todas as informações prestadas sobre desmames têm como base uma experiência pessoal com antidepressivos e ansiolíticos e não substituem as recomendações dadas por pessoal qualificado!(Psiquiatra ou Médico de Família)
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5548
Reputação : 553
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Linhas de apoio, ou a falta delas

Mensagem por carlo_84 em Sab Jan 27 2018, 05:30

É lamentável saber que além do Brasil temos Portugal e outros. Estar em uma situação muito crítica não só na política, mas também, pela falta de profissionais médicos em carreira por simplesmente amar a mesma. Preocupam-se apenas no salário exagerado, atendimento rápido, nos entupir de comprimidos, mas com nós mesmos eles não estão nem ai, de que adianta o juramento durante colação de grau?!

Uma consulta aqui no Brasil com um psiquiatra considerando nota de 1 a 5, do 3 a 5 valores de R$400 a R$500, é um absurdo, sabendo que o salario mínimo é de R$954,00/mês.

Este fórum é excelente, pena não ter um chat além do fórum para conversarmos em grupos ou particular, mantendo assim o anonimato de todos. Eu mesmo gostaria de trocar idéias, experiencias e até mesmo ajudar várias pessoas

carlo_84

Mensagens : 5
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/01/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Linhas de apoio, ou a falta delas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum