Quem está conectado
5 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 5 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 65 em Seg Jan 01 2007, 03:04

Parente com surtos frequentes que nega se tratar

Ir em baixo

Parente com surtos frequentes que nega se tratar

Mensagem por Bianca A em Qua Abr 11 2018, 04:14

Olá,


Me chamo Bianca, tenho 22 anos, atualmente fui morar com meu noivo, para ajudá-lo com a mãe, mas a convivência e harmonia estão cada vez mais difíceis, não só para mim, como para todos na casa. O pai de meu noivo saiu de casa para unir-se com outra mulher em Outubro/17, sua mãe começou a ter pequenos surtos de raiva contra o pai e chorava em seu quarto antes de dormir, se negou a ser acompanhada por um profissional e piorou com o o passar do tempo. Uma vez fingiu que iria se tratar, pagamos seu tratamento, mas ela não deu continuidade a nada. Em meados de dezembro, as acusações contra os filhos ( que nunca apoiaram a separação) começaram a ficar evidentes, os choros começaram a ganhar mais espaço e havia crises de raiva onde ela os acusava os filhos de apoiar a nova união do pai, mas conseguia voltar a normalidade pouco depois. Hoje, ela entra nos quartos dos filhos em qualquer hora apenas para os acusá-los, grita e se recusa a aceitar a verdade, inventa que o pai está com outra além da atual namorada, inventa que os filhos a odeiam para o resto da família, ela humilha todos que convivem com ela menos eu ( meu noivo e seus dois irmãos), ela quer aparentar normalidade apenas para mim, mas já ouvi ela cochichando algumas coisas sobre mim pelos cantos, tem mania de perseguição frequente (diz que todos estão contra ela, quando não os filhos, algum parente/amigo), ela quase nunca dorme, não deixa ninguém dormir e, para dormir, temos que implorar, depois de muito chorar, para que ela tome calmantes. Não há mais paz em casa, ela não quer se tratar, diz que está normal e fica com muito ódio se tocamos no assunto de orientação psiquiátrica, não sabemos mais como lidar com ela e o que fazer. Ela se recusa a ir ao médico, se recusa a tomar remédios, aparenta (mesmo que forçado) ser normal para os outros, não sabemos o que fazer, não dormimos ou temos motivação para viver, trabalhamos mal e não conseguimos mais estudar em paz. O que fazer? Estamos ficando sem esperanças e sem expectativa para viver.

Bianca A

Mensagens : 2
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum