Últimos assuntos
» Preciso da vossa opinião
Ontem à(s) 11:09 por Brick

» LINKS, INFORMAÇÕES ÚTEIS E NOVIDADES
Sab Fev 18 2017, 21:20 por 1006

» O meu relato.
Sab Fev 18 2017, 21:15 por 1006

» Urgente!!!! Gotas
Sab Fev 18 2017, 20:06 por Brick

» Redenção e Incompreensão
Sab Fev 18 2017, 14:19 por 1006

» Eu tenho uma síndrome?
Qui Fev 16 2017, 20:03 por viper

» Ansiedade, nervosismo e stress, tudo de forma repentina em tarefas básicas diárias e sociais
Qui Fev 16 2017, 12:29 por viper

» Timidez ou fobia social?
Ter Fev 14 2017, 15:37 por Bigodes

» Aperto no Peito, dor costas e maxilar
Ter Fev 14 2017, 01:59 por comentadorsic

» Ansiedade - sintoma
Seg Fev 13 2017, 18:58 por Dbg

Quem está conectado
9 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 9 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 52 em Sab Fev 01 2014, 18:10

Será que sofro de ansiedade social intensa?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Será que sofro de ansiedade social intensa?

Mensagem por SkyBeliever em Dom Jul 15 2012, 11:31

Olá a todos.

Tenho 26 anos, e neste momento sinto-me desorientado e incrivelmente pouco confiante no que o futuro me reserva.

Toda esta desorientação e frustração se deve a um único facto: sou extremamente tímido e nervoso quando estou com pessoas. Quando conheço alguém, sinto que até sou capaz de criar uma primeira boa impressão e projectar uma boa confiança de início. Mas a verdade é que gradualmente e numa questão de pouco tempo, toda esta imagem rapidamente se desconstrói, os meus medos começam a vir ao de cima, a minha mente bloqueia e chego a um ponto que já não sei o que dizer, como reagir ao que me é dito, como continuar uma conversação, como preencher os dolorosos momentos de silêncio.

Esta paranóia de não saber o que falar, de bloqueio mental, progrediu de uma forma tal que neste momento até mesmo um simples café com amigos de longa data dá-me um certo medo. É um medo irracional de parecer estúpido e um falhado em frente às pessoas, e todo este nervosismo faz-me criar um bloqueio mental, a minha mente parece ficar enevoada e lenta de tal forma que tolda o meu raciocínio, e no fim a auto-profecia concretiza-se: sou no fim o rapaz tímido, pouco falador, ao qual as pessoas perguntam "Porque não falas? Estás aborrecido?".

Quando estou numa conversa em grupo, por exemplo, custa-me imenso participar nela. A verdade é que parece que não consigo acompanhar o ritmo da conversação. Quando consigo pensar no que dizer, já outra pessoa tem mudado de assunto ou então antecipa-se e fala primeiro que eu, e assim mantenho-me calado.

Procuro constantemente material de auto-ajuda na Internet para combater este meu problema social, já li vários livros e sites inteiros sobre conversação e combate à timidez sem resultados práticos, convenço-me a mim mesmo que se seguir uma rotina disciplinada de ginásio, boa alimentação e meditação, a minha ansiedade diminui e a minha capacidade de raciocínio aumenta nas conversações com as pessoas, mas nunca é suficiente. Cada vez que saio com amigos, chego a casa frustrado e sozinho porque mais uma vez fui o tímido, o reservado, o nervoso e vou-me abaixo.

Posso-vos também dizer que todo este problema que eu tenho dobra de intensidade quando envolve interacção com o sexo oposto. Tenho 100% certeza que é devido a estes medos e bloqueios sociais que neste momento aos 26 anos, me encontro virgem, sem nunca ter namorado e na realidade não me considero tão feio assim.

Outros pormenores esquisitos sobre mim são:
- sinto uma enorme ansiedade quando escrevo enquanto estou a ser observado por alguém, a minha mão chega mesmo a tremer.
- não consigo urinar quando alguém está por perto (muito raramente uso urinóis públicos, e quando uso é porque tenho a certeza que não está ninguém próximo)
- quando estou num evento social, chego a um ponto a partir de uma certa altura que o meu cérebro entra numa espécie de burn-out e simplesmente o meu raciocínio parece ficar enevoado e não sei o que dizer numa conversa,

Não tenho dinheiro para psicólogos nem psiquiatras, uma vez que ainda sou estudante (estou a acabar mestrado). Ninguém sabe sobre este meu problema, apenas vocês.

Cumprimentos a todos.

SkyBeliever

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum