Últimos assuntos
» O meu relato.
Ontem à(s) 23:17 por 1006

» Literatura
Ontem à(s) 21:44 por viper

» Clínica da Mente - Alerta com base na minha (má) experiência
Ontem à(s) 20:54 por viper

» Victan - desmame-
Ter Fev 21 2017, 23:13 por viper

» Hipnose Condicionativa
Ter Fev 21 2017, 11:57 por caferreira

» Preciso da vossa opinião
Seg Fev 20 2017, 21:10 por twiggysp

» LINKS, INFORMAÇÕES ÚTEIS E NOVIDADES
Sab Fev 18 2017, 21:20 por 1006

» Urgente!!!! Gotas
Sab Fev 18 2017, 20:06 por Brick

» Redenção e Incompreensão
Sab Fev 18 2017, 14:19 por 1006

» Eu tenho uma síndrome?
Qui Fev 16 2017, 20:03 por viper

Quem está conectado
5 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 5 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 52 em Sab Fev 01 2014, 18:10

ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por Vitor em Seg Jan 07 2013, 11:39

Portugal é o segundo país do mundo com maior taxa de depressão
30/09/2011

Portugal é o país da Europa com maior taxa de depressão e o segundo maior do mundo, mas estima-se que um terço das pessoas com perturbações mentais graves não esteja tratada.

Segundo os dados revelados à agência Lusa pelo coordenador português da Aliança Europeia Contra a Depressão, o psiquiatra Ricardo Gusmão, os Estados Unidos é o único país que fica à frente de Portugal em taxa de depressão e perturbações mentais no geral.

“Parece que a conhecida melancolia portuguesa tem uma tradução psiquiátrica”, reconhece Ricardo Gusmão.

Mas, apesar de o consumo de antidepressivos ser muito mais elevado em Portugal do que noutros países, continuam a existir muitos doentes graves sem tratamento.

“A mais grave consequência do não tratamento da depressão é o suicídio e a maioria dos suicídios ocorre no contexto de depressão”, recorda o médico, em entrevista à Lusa, a propósito do Dia Europeu da Depressão, que se assinala sábado.

Uma das razões para a ausência de tratamento pode ser o estigma relacionado com a doença mental, que parece ser maior em Portugal do que noutros países, e existe não só entre os doentes, como na classe médica.

“Ainda é frequente haver médicos que acham que a depressão não é uma doença. Mas as doenças mentais são doenças do cérebro, e não do espírito, e o cérebro é o órgão que regula todos os outros. Em dois terços das pessoas com depressão, o primeiro sintoma que surge é físico”, explica o psiquiatra.

Para retirar o peso do estigma, Gusmão defende uma alteração dos currículos universitários de medicina, colocando o foco destas doenças no cérebro e no modelo médico e não no psicológico.

Há também muito estigma em relação aos próprios antidepressivos, que o médico garante não causarem dependência, ao contrário das benzodiazepinas, fármacos para a ansiedade.

A dificuldade de acesso a cuidados de saúde adequados pode ser outra das causas para que tantos portugueses com doença mental não tenham tratamento.

Ricardo Gusmão assume que, com os níveis actuais de consumo de antidepressivos, seria de esperar que a saúde mental em Portugal estivesse melhor.

Pode acontecer que as pessoas tomem mal a medicação, abandonando-a ou não a seguindo pelo período de tempo necessário, e até que haja quem a toma sem ter grande necessidade. Mas há, seguramente, diz o psiquiatra, quem está a ficar sem tratamento.

Entre 1995 e 2009, as vendas de antidepressivos aumentaram 300%. A Aliança Europeia Contra a Depressão em Portugal diz que estes remédios têm ficado cada vez mais baratos, permitindo maior acesso.

“Mas se nem todos estão a ser tratados o que há a fazer é racionalizar a prescrição destes fármacos”, defende Ricardo Gusmão.

A prevalência global das doenças mentais em Portugal é de 22%. Em cada ano, 7% da população sofre de depressão e o suicídio é responsável anualmente por mais de mil mortes, sendo a causa de morte prematura mais evitável de todas.

_________________
As minhas intervenções neste forum não visam de modo algum substituir o acto médico. Baseiam-se na minha experiência pessoal, de participantes deste forum e de outros. Cabe a cada participante do forum procurar aconselhamento médico, psicólogo ou outro pessoal qualificado.

Vitor
Moderador
Moderador

Mensagens : 875
Reputação : 81
Data de inscrição : 18/01/2012
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por Brick em Seg Jan 07 2013, 11:57

“Ainda é frequente haver médicos que acham que a depressão não é uma doença. Mas as doenças mentais são doenças do cérebro, e não do espírito, e o cérebro é o órgão que regula todos os outros. Em dois terços das pessoas com depressão, o primeiro sintoma que surge é físico”, explica o psiquiatra.


Shocked



Há também muito estigma em relação aos próprios antidepressivos, que o médico garante não causarem dependência, ao contrário das benzodiazepinas, fármacos para a ansiedade.


Shocked

_________________
Não sou médico! Todas as informações prestadas sobre desmames têm como base uma experiência pessoal com antidepressivos e ansiolíticos e não substituem as recomendações dadas por pessoal qualificado!(Psiquiatra ou Médico de Família)

Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5372
Reputação : 549
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por bichobrabo em Seg Jan 07 2013, 12:19

Garante que os anti-depressivos não causam dependência. Se calhar temos conceitos diferentes de dependência.

Médicos psiquiatras completamente alienados da realidade, a papaguearem o que a industria farmacêutica lhes dá.

Se calhar não é dependência, mas sim os eufemisticamente chamados sintomas de descontinuação. Qual é a diferença?

bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por zeta em Ter Jan 08 2013, 15:46

Realmente os suicidios têm vindo a aumentar, principalmente por aqui no norte. È rara a semana que não ouço noticia de mais um suicidio....
Portugal está deprimido, sim senhor, e não é só com anti depressivos que se vai resolver esta depressão, que já se está a tornar crónica...
Claro que os anti depressivos criam dependencia, sem duvida alguma...só dirá o contrario quem nunca tomou ou beneficia com a publicidade da toma dos ADs.
Mas que há casos em que realmente precisamos de ad, sim há.No entanto, deve ser tomado o menos tempo possivle, desde que a pessoa sinta que melhorou e alterou a sua vida, porque só anti depressivos não resolvem nehuma depressão.Tem que haver a cura do verdadeiro motivo que causou a depressão...

_________________
Minhas respostas e conselhos, baseiam-se em experiências por mim vividas, pelo que para melhor orientação a nivel de medicação, por favor consultem o especialista adequado.

zeta
Moderador
Moderador

Mensagens : 860
Reputação : 120
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 47
Localização : Guimaraes

Ver perfil do usuário http://rosette27.webnode.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por gillianmarg em Qua Jan 09 2013, 01:03

E depois chamam te para ires a uma junta médica e mandam te trabalhar porque depressão não é doença,foi o que me aconteceu a mim e a provavelmente muitas outras pessoas.Eu ainda aguentei algum tempo(agora já não dá mais para aguentar, tentei fazer me de forte mas agora preciso mesmo de apoio) mas infelizmente existem aqueles que precisam de ajuda imediata e, penso mesmo que (no meu caso) o facto de ser tão friamente analisado o meu problema por essas juntas médicas ainda agravou muito mais o problema.Tratarem este tipo de doenças de forma tão banal é cruel e,talvez,tambem eles estejam a contribuir para o aumento dos suicidios.

gillianmarg

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 06/01/2013
Idade : 46

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por zeta em Qua Jan 09 2013, 14:02

Portugal é um país que menospreza a doença psicológica e psiquiatra...Infelizmente, porque se lhe desse a atenção k dá, por exemplo, à diabetes, haveriam mais pessoas felizes e produtivas. E é claro que. Consequentemente menos suicídios...por isso temos nós próprios que tentarmos evitar k a doença tratando a logo k detectada. Temos k mudar este país tão atrasado neste assunto.

_________________
Minhas respostas e conselhos, baseiam-se em experiências por mim vividas, pelo que para melhor orientação a nivel de medicação, por favor consultem o especialista adequado.

zeta
Moderador
Moderador

Mensagens : 860
Reputação : 120
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 47
Localização : Guimaraes

Ver perfil do usuário http://rosette27.webnode.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por Lolitta em Sex Jan 11 2013, 11:43

No Brasil parece que a coisa é igual....somos os maiores consumidores do rivotril....realmente, tb acho que cada um de nós é que temos que correr atras da nossa cura, depender de medicos não vai ajudar. Meu psiquiatra foi contrar minha saída da medicação, essa semana estive nele outra vez e ele disse: admiro sua força de vontade em largar a medicação. Mas não posso deixar de ser acompanhada por ele por que ainda estou no começo do caminho e só larguei ate agora uma droga q tomava, ainda tenho a benzo pra largar....mas é possivel!!!

_________________
sunny

Lolitta

Mensagens : 66
Reputação : 12
Data de inscrição : 08/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por zeta em Sex Jan 11 2013, 16:54

È isso ,vai devagar e com confiança e conseguirás.
Força não desanimes nem te animes demasiado!!!mas hás de conseguir !

_________________
Minhas respostas e conselhos, baseiam-se em experiências por mim vividas, pelo que para melhor orientação a nivel de medicação, por favor consultem o especialista adequado.

zeta
Moderador
Moderador

Mensagens : 860
Reputação : 120
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 47
Localização : Guimaraes

Ver perfil do usuário http://rosette27.webnode.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ISTO EM 2011...Falta saber 2012 e como será 2013

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum