Últimos assuntos
» Ansiedade e ataques de pânico
Ontem à(s) 19:27 por Mónica

» Grupo de Ajuda no WhatsApp
Qua Set 20 2017, 14:26 por vifc79

» EMDR alguém conhece ou já fez?
Qua Set 20 2017, 12:32 por sketch

» comecei com o lyrica
Sab Set 16 2017, 09:15 por Convidado

» Serão meras extrassistoles???!!!
Sex Set 15 2017, 08:03 por Mónica

» Gravidez com ansiedade generalizada
Sex Set 15 2017, 07:45 por Mónica

» Boa noite pessoal
Qua Set 13 2017, 22:53 por Paulo machado

» Hipocondriaca
Qua Set 13 2017, 13:17 por CsaSousa

» AJUDA...ESTOU COM A SENSAÇÃO DE DESMAIO E TONTURAS.
Qua Set 13 2017, 09:00 por Duarte

» Ajuda Financeira - Motivo Doença
Sab Set 09 2017, 21:58 por Tiago de Paula

Quem está conectado
22 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes

Mónica

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Qui Nov 11 2010, 21:43

Comecei a tomar alprazolam com 19 anos por causa de ataques de pânico. Hoje tenho 35.

Desde então tenho mantido uma terapêutica regular de alprazolam com doses que variavam entre 1 mg a 5 mg diários. Estive estes anos todos medicado porque sentia-me melhor.

Este Verão decidi interromper a medicação. Nessa altura tomava 1 mg diário de alprazolam + 15 mg de mirtazapina.
Iniciei a redução do alprazolam no início do mês de Julho. Optei por por substituí-lo por uma dose equivalente de diazepam, que é uma benzo com uma meia vida maior.

O efeito secundário que mais me afectou com a descontinuação da benzo (e mesmo com o uso diário) foi a depressão. Bem como as insónias. Estive o Verão inteiro numa batalha, alternando entre dias cheios de ânsias ou então depressivos. Davam-me alento as "janelas" de boa disposição que apareciam de vez em quando.
Em Setembro deixei o diazepam e fiquei apenas com a mirtazapina. Inicialmente aumentei os 15 mg de mirtazapina para 22,5 mg ou mesmo 30 mg. À noite a ansiedade não me deixava dormir. De dia a depressão não me deixava viver. Era um inferno.

A ressaca aguda do xanax acabou por passar, bem como a depressão melhorou.

Iniciei há 2 dias a redução da dose da mirtazapina.Tomo-a há 3 anos e reduzi para 7,5 mg ao deitar. A noite passada dormi com um olho aberto e outro fechado. Acordo de manhã com a sensação que não me deitei. O coração quer-me saltar pela boca. É uma sensação diferente de um ataque de pânico. Não há tonturas nem visão afunilada. O coração bate e bate com força e não pára. Estou no limiar do ataque de pânico. Tomo 500 mg de valeriana de barriga vazia e meto-me debaixo do chuveiro. Tenho de me controlar porque dentro de meia hora estou a lidar com pessoas. Começo a planear de maneira geral o dia e o coração acalma. Lembro-me que tenho um objectivo e tarefas a cumprir. O dia corre normalmente.

Vamos ver como corre esta noite

Um abraço a todos Very Happy


Última edição por bichobrabo em Qui Nov 11 2010, 21:48, editado 1 vez(es)
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Qui Nov 11 2010, 21:48

bichobrabo escreveu:Comecei a tomar alprazolam com 19 anos por causa de ataques de pânico. Hoje tenho 35.

Desde então tenho mantido uma terapêutica regular de alprazolam com doses que variavam entre 1 mg a 5 mg diários. Estive estes anos todos medicado porque sentia-me melhor.

Este Verão decidi interromper a medicação. Nessa altura tomava 1 mg diário de alprazolam + 15 mg de mirtazapina.
Iniciei a redução do alprazolam no início do mês de Julho. Optei por por substituí-lo por uma dose equivalente de diazepam, que é uma benzo com uma meia vida maior.

O efeito secundário que mais me afectou com a descontinuação da benzo (e mesmo com o uso diário) foi a depressão. Bem como as insónias. Estive o Verão inteiro numa batalha, alternando entre dias cheios de ânsias ou então depressivos. Davam-me alento as "janelas" de boa disposição que apareciam de vez em quando.
Em Setembro deixei o diazepam e fiquei apenas com a mirtazapina. Inicialmente aumentei os 15 mg de mirtazapina para 22,5 mg ou mesmo 30 mg. À noite a ansiedade não me deixava dormir. De dia, a depressão não me deixava viver. Era um inferno.

A ressaca aguda do xanax acabou por passar, bem como a depressão melhorou.

Iniciei há 2 dias a redução da dose da mirtazapina.Tomo-a há 3 anos e reduzi para 7,5 mg ao deitar. A noite passada dormi com um olho aberto e outro fechado. Acordo de manhã com a sensação que não me deitei. O coração quer-me saltar pela boca. É uma sensação diferente de um ataque de pânico. Não há tonturas nem visão afunilada. O coração bate e bate e não pára. Estou no limiar do ataque de pânico. Tomo 500 mg de valeriana de barriga vazia e meto-me debaixo do chuveiro. Tenho de me controlar porque dentro de meia hora estou a lidar com pessoas. Começo a planear de maneira geral o dia e o coração acalma. Lembro-me que tenho um objectivo e tarefas a cumprir. O dia corre normalmente.

Vamos ver como corre esta noite

Um abraço a todos Very Happy


Deves ter muito cuidado a descontinuar a mirtazapina, porque te está a segurar a antiga ressaca de xanax e pode voltar tudo em triplicado...
faz isso com calma!

Abraço!
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Qui Nov 11 2010, 21:59

O pior já passou brick. Não sejas pessimista! Smile

O que sinto é o nervosismo que consta na bula da mirtazapina que, quando comparado com o que senti quando deixei o alprazolam/diazepam, é uma brincadeira de meninos.

A expectativas (negativas ou positivas) com que fazes o desmame é um factor crucial no sucesso/insucesso.
Não fales cá de porras em triplicado!

Um grande abraço amigo brick Very Happy
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Qui Nov 11 2010, 22:31

bichobrabo escreveu:O pior já passou brick. Não sejas pessimista! Smile

O que sinto é o nervosismo que consta na bula da mirtazapina que, quando comparado com o que senti quando deixei o alprazolam/diazepam, é uma brincadeira de meninos.

A expectativas (negativas ou positivas) com que fazes o desmame é um factor crucial no sucesso/insucesso.
Não fales cá de porras em triplicado!

Um grande abraço amigo brick Very Happy

Sim, pensamento positivo acima de tudo!!!

Força aí ! cheers
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Sex Nov 12 2010, 13:23

Bem, mais uma noite passou. Mais uma vez acordei com a sensação que dormi com um olho aberto e outro fechado. Fartei-me de sonhar à brava. E com pesadelos, algo que não tinha há algum tempo.
Levantei-me de manhã sonolento, com vontade de dormir mais. O que não foi mau de todo, tendo em conta que ontem acordei aceleradíssimo.

Vou manter os 7,5 mg de mirtazapina (uma dose subterapêutica) e reduzi-la gradualmente ao longo dos próximos dias, consoante as ânsias.

Entretanto a valeriana e passiflora vão ser as minhas alternativas.

cumps a todos Smile
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por flordelotus em Qui Nov 18 2010, 16:32


Um desmame consciente, com muita força de vontade e postivismo e com uma boa alterantiva para minorar os efeitos secundários.

Um sugestão...Podes tomar vitaminas para ajudar o organismo e expelir os químicos.

Boa continuação

flordelotus

Mensagens : 32
Reputação : 2
Data de inscrição : 02/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por chii em Sex Nov 19 2010, 14:17

Os antidepressivos levam 2 anos a serem totalmente expelidos do organismo.
Normalmante é quando tenho recaidas...

chii

Mensagens : 14
Reputação : 0
Data de inscrição : 12/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Sex Nov 19 2010, 14:58

diria mais que são 7anos.
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por resende em Sex Nov 19 2010, 16:50

Quê???? 7 anos??????

Estou f#######... Nunca mais vai parar isto.... Jesus

resende

Mensagens : 285
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/11/2010
Idade : 35
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Sex Nov 19 2010, 16:58

há pessoas que não têm qualquer problema em largar os ads, ja outros têm.
Os 7 anos que falo tem a ver com a renovação das células que se renovam de 7 em 7 anos.
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Sex Nov 19 2010, 19:18

Mas que células é que se renovam de 7 em 7 anos?
Ó camarada brick Very Happy , então tu andas a meter medo ao pessoal panicoso?

No meu caso e com a mirtazapina, dois a três dias foi o suficiente para passar o nervosismo causado pela descontinução. É claro que nem toda a gente é igual.

Também já descontinuei o cipralex. Tomei-o durante 1 ano. E larguei os 10 mg sem qualquer redução. Andei um pouco enjoado durante uns 3 dias. Depois passou.

É típico dos panicosos (onde eu me incluo) arranjar um medinho em todo o lado. Até no tratamento! Se não se pensar muito no assunto e até evitar "excesso" de informação, um desmame corre sempre melhor.

O meu ponto de vista é que não há que ter medo do desmame. Custa muito, mas com força de vontade faz-se.

cumps a todos

Ps: Atenção que não estou a afirmar que os ISRS são rebuçados.
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Sex Nov 19 2010, 19:49

Vi no house e li algures, mas não estou a encontrar.

bichobrabo, quanto tempo viveste sem medicação?
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Sex Nov 19 2010, 20:42

Brick, a questão é "Onde é que acaba a ressaca e começa a maluquice?"

Não ignoro os relatos de pessoas que se queixam de sintomas para o resto da vida depois de tomarem benzodiazepinas ou anti-depressivos. Mas há uma linha muito ténue entre os sintomas que inicialmente levaram alguém a tomar medicamentos e os sintomas pós-toma.

Eu quero acreditar que, no meu caso, a ansiedade que sinto é passageira. E se veio para ficar depois de ter tomado tanto tempo comprimidos, vou ter que viver o melhor que conseguir com ela. O que não vou fazer de certeza é passar horas a ler o paxilprogress (não o censuro quem o faz, nem de maneira alguma faço este comentário para ofender alguém no forum), porque senão de certeza que me acontece algo.

cumps brick Very Happy
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Sex Nov 19 2010, 21:08

A minha posição é a seguinte e vou defendê-la enquanto alguém me conseguir provar o contrário. Antidepressivos e ansioliticos não curam, só aliviam e é por pouco tempo, podem, aliás, criar sintomas mais graves que os originais e o pior é que quem começar a tomar vai tomar para sempre se não procurar outras alternativas.
O desmame de qualquer um destes pode ser muito pior do que largar o álcool ou até a heroína, mas tal como há pessoas que não têm problemas com o alcool ha outras que não têm problemas com os ad/ans. Este facto poderá estar relacionado com o metabolismo do citocromo P450.

Ainda estou à espera da tua resposta bichobrabo
cat
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Sab Nov 20 2010, 10:22

Mas concordo contigo brick. Uma grande parte das drogas só aliviam, não curam nada. Aliás, grande parte da abordagem na medicina tradicional às doenças crónicas é baseada em terapêuticas com medicamentos que atenuam ou fazem desaparecer os sintomas. Mas as doenças persistem.
Relativamente à minha questão pessoal, parece-me erróneo alguém tirar conclusões com base em 2 ou 3 dados. Eu que me conheço a mim próprio não consigo explicar muitas coisas.
O meu caso clínico é complexo (como qualquer um) e não se consegue resumir a meia dúzia de palavras. Por exemplo, as ânsias desapareceram-me em 2002, bem como qualquer tipo de medo. Só voltaram a aparecer em 2009. E não coincide com deixar ou voltar a tomar medicamentos.
De qualquer maneira posso dizer que só após quase 15 anos é que decidi fazer um desmame, por incrível que pareça. Por desinformação, nunca foi um assunto que me causasse grande celeuma. Se bem que considere, que para o pessoal das manias, um pouco de desinformação até faz bem.
Tomava os meus medicamentos, vivia com os meus fantasmas e não questionava a situação.
Acredito que poderia ter interrompido a terapia poucos meses após o início, tal como fiz agora. Teria sido melhor se o tivesse feito mais cedo. Não o fiz porque o médico não me incentivou a tal.
As minhas intervenções no fórum não são feitas no sentido de desvalorizar o contributo dos outros participantes. São opiniões pessoais e que têm como sustentação a minha experiência.
Abri este tópico porque me pareceu útil partilhar a minha experiência pessoal com as drogas. Melhor ainda porque até agora o desmame tem sido um sucesso. Poderá até dar ânimo a outras pessoas, porque o pior que se pode fazer quando se está na mesma situação é ouvir ou ler relatos de alguém a quem o desmame não correu tão bem.
Vou actualizando a minha situação.

cumps

Ps: Quem tem dificuldades em largar AD ou benzo, também teria os mesmo problemas com a heroína ou vice-versa . Infelizmente a minha geração foi bastante fustigada com o cavalo e conheço pessoalmente casos de amigos/conhecidos. Na minha modesta opinião, a dificuldade em largar tem a ver com a pessoa e não com a droga (dura).
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por flordelotus em Sab Nov 20 2010, 16:44

bichobrabo escreveu:

É típico dos panicosos (onde eu me incluo) arranjar um medinho em todo o lado. Até no tratamento! Se não se pensar muito no assunto e até evitar "excesso" de informação, um desmame corre sempre melhor.

O meu ponto de vista é que não há que ter medo do desmame. Custa muito, mas com força de vontade faz-se.

cumps a todos


Achas que é só os panicosos que arranjam medinhos?? Todas as pessoas têm os seus medinhos, mas enquantos ele viverem bem controlados, tudo bem..quando descontrolarem-se..vem aí a carga de medicamentos.

Muita força de vontade é preciso e também é preciso reflectir e entender o porque dos medinhos porque podes fazer um desmame fenomenal mas se não tratares da verdadeira causa do problema, podes continuar sempre com recaídas e nunca sabes "onde acaba a ressaca e começa a maluqueira".

Grande parte dos problemas panicosos e depressivos começam em problemas emocionais, nem que sejam problemas de treta...mesmo estes fazem moça e basta uma pessoa estar "flor-de-estufa" que lá cai ao chão. Enquanto homens e mulheres fizerem questão de eliminar a parte emocional como problema fulcral do problema físico que têm, continuam e continuam à roda a tentar chafurdar mais e inventar mais para não sairem dessa roda.

E há quem já esteja livre de químicos e tenha quase todos os problemas emocionais enfrentados e está sempre a procurar algo para ficar sempre no vitimismo ou auto-piedade .

Para além do desmame, é preciso mudar de pensamentos negativos em positivos, tratar da parte emocional e se nada disto não cura uma pessoa....venha o além como alguns dizem .... lol!

Pela tua força de vontade e nota-se isso na tua escrita vai em frente.

Tudo de bom

flordelotus

Mensagens : 32
Reputação : 2
Data de inscrição : 02/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Sab Nov 20 2010, 19:55

obrigado flor de lotus pelo voto de confiança.

De facto estou determinadíssimo. Vamos ver se é suficiente. Se não for, também não me vou chatear muito com o assunto. E é esta a filosofia. Não nos chatearmos.
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Sab Nov 20 2010, 20:07

Sim.

Falando um pouco sobre o site paxilprogr... ele existe porque realmente o paxil/seroxat/paroxetina é um dos antidepressivos mais dificil de largar e ali as pessoas sentem que não estão malucas. Há la pessoas que tomaram seroxat para sindrome de colon irritavel e acabaram por ficar com sintomas bem piores e o meu caso foi dentro deste género, simplesmente não vale a pena correr o risco. Mas aparecem pessoas que tomaram cipralex, remeron, prozac e tb tiveram dificulades. há tb um site dedicado ao cymbalta. As pessoas que vagueiam por esses sites procuram apenas apoio, pois os médicos não sabem o que fazer ou muitas vezes nem um desmame correcto sabem fazer.

Espero que recuperes rápido e tens outras alternativas para lidar com a ansiedade e tu sabes disso, portanto não terás qq problema em lidar com este problema...
vai deixando o teu relato.
estamos deste lado para ouvir e apoiar!

Surprised
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Tremelix em Seg Nov 22 2010, 16:45

Meu caro bichobrabo

O meu primeiro ataque de ânsias e AP foi tão forte que até fixei a data: 17 Novembro 1977. Há uns anitos não é ? Daí para cá tomei sei lá quantos "drunfos" e tal como tu tomava-os e largava-os sem qualquer problema. Nos intervalos das crises trabalhava 12 horas por dia, viajava por todo o Mundo e divertia-me imenso com noitadas nas discotecas, copos e gajas.
Mas...
Há sempre um "mas" nestas histórias.
Cada crise que foi aparecendo foi sempre pior que as anteriores e a actual já dura há quatro anos e nos primeiros 6 meses foi um horror. E lá tiveram de vir os "drunfos" de novo, que uns dias fazem efeito e outros nem por isso.
Percebo a tua filosofia porque eu próprio a segui e nem sequer me preocupava com desmames porque nem sabia o que isso era e às vezes estava um mês ou mais sem tomar ad's ou benzos de um dia para o outro. No entanto, passado uns tempos lá vinha "ela" em força depois das "janelas" se fecharem.
Por isso, tudo isto relacionado com a "parvalheira" é muito relativo e cada caso é um caso.

Um abraço e as melhoras!
avatar
Tremelix

Mensagens : 129
Reputação : 16
Data de inscrição : 30/10/2010
Idade : 64
Localização : Por aqui

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Seg Nov 22 2010, 17:59

Já somos dois amigo tremelix: 20 de Junho de 1995.

As crises continuam terríveis, mas a primeira vez que a tive foi como se estivesse a lutar com 2 cães durante 2 horas. Não sabia o que me estava a acontecer. Quando atenuou senti-me estoirado, parecia que tinha corrido 40 kms e tido uma gripe ao mesmo tempo. E a partir daí foi sempre a piorar. Tal como contaste que te aconteceu, num mês perdi muito peso. Fiquei um esqueleto de 61 kg. Acordava de manhã em pânico, quando sentia o meu pai a sair de casa. Cheguei a ir com ele para o trabalho e dormir num gabinete de tão exausto que estava.
Na altura fiquei totalmente dependente. Deixei a Universidade nesse ano (voltei no ano seguinte).

Esta condição é terrível. Dá-nos um grau de incapacidade elevadíssimo. Além de nos tirar muita qualidade de vida.

E agora, já fazia uns anos que não sentia estas ânsias. Andava depressivo, acho eu que pelo uso das benzo. Até já pensava que isto dos AP já me tinha passado.


Última edição por bichobrabo em Qua Maio 23 2012, 07:24, editado 1 vez(es)
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Ter Abr 05 2011, 21:25

Venho fazer uma actualização do desmame que comecei a fazer, se não me engano, em início de Julho.

Agora que olho para trás, reconheço que foi muito duro. A ressaca aguda do alprazolam é uma coisa que não desejo ao meu pior inimigo.

Neste momento sinto-me sem qualquer dependência relativa a drogas, o que é uma sensação muito boa. Felizmente julgo que, no meu caso, é possível ter uma vida com relativa qualidade sem os químicos.
E sou da opinião que poderia ter largado os medicamentos poucos meses depois do início da terapia. As drogas só narcotizam o que sentimos e dessa maneira não conseguimos desenvolver estratégias reais para lidar com a ansiedade.

Não estou 100% livre de ansiedade e até de uma fobia . Mas considero que é tolerável. E acredito que haverá uma tendência para a melhoria, porque há dias em que aguento a situação fóbica sem problemas.

Moral da história: tudo é possível com muita força de vontade (e se tivermos uma ajuda melhor ainda).

Cumps a todos Smile
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Ter Abr 05 2011, 21:42

Muita força companheiro. Estas no caminho certo;-)
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por bichobrabo em Sab Nov 24 2012, 20:38

Bem aqui fica uma atualização:

Atualizo, porque, desde a última vez que escrevi houve uma melhoria muito significativa da minha condição.

Já o tinha feito noutro tópico, mas fiquei um pouco intimidado quando digitei mirtazapina no motor de busca do Google e constatei que este tópico aparece nos primeiros resultados.

Relembro que esta é uma descrição pessoal com base na minha experiencia.

Posso afirmar que estou 100% funcional; a agorafobia desapareceu praticamente, bem como a ansiedade noturna. Seria impensável beber um café à noite há 1 ano atrás, como fiz hoje.

É possível abandonar terapêuticas prolongadas de psicofármacos. É um processo duro e prolongado porque, em primeiro lugar, é necessário deixar os medicamentos. Depois, e isto talvez demore mais tempo, é preciso aprender a viver sem medicamentos.

Um bem haja a todos.


Última edição por bichobrabo em Sab Nov 24 2012, 22:07, editado 1 vez(es) (Razão : ortografia)
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Brick em Sab Nov 24 2012, 21:08

cheers

Obrigado por partilhares a tua história de sucesso!
Esperamos por muito mais!

Very Happy

_________________
Não sou médico! Todas as informações prestadas sobre desmames têm como base uma experiência pessoal com antidepressivos e ansiolíticos e não substituem as recomendações dadas por pessoal qualificado!(Psiquiatra ou Médico de Família)
avatar
Brick
Admin
Admin

Mensagens : 5414
Reputação : 550
Data de inscrição : 29/10/2010
Localização : Viseu

Ver perfil do usuário http://www.ansiosos.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por niks em Dom Nov 25 2012, 00:01

Boa bicho !!! Muita Força de vontade e pensamento positivo é 99,9% da hipotese de cura ou melhora dos nossos estados, aconselho todos a saber lidar com "dor" éla existe e faz parte, aceitem-na como aceitam a alegria...o não aceitarmos a dor no nosso caso emocional é o que nos leva a ter sintomas fisicos de algo que está somente na nossa mente !! Quem tiver possibilidade para fazer psico terapia aconselho vivamente, imaginem se com alguem de 100 kg aos ombros antes da consulta e sem esses 100 kg depois da consulta...é o que sinto ! Um grande abraço bicho e continuação dessa força toda que me dá força a mim tb Wink

niks

Mensagens : 919
Reputação : 17
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: descontinuação de mirtazapina e alprazolam

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum