Últimos assuntos
» Desesperada por ajuda
Ontem à(s) 14:19 por Augusto Rangel 2014

» Ajuda - Como fazer a redução de 0,25 xanax
Ontem à(s) 09:52 por Joao43

» O que fazer???
Qua Abr 18 2018, 13:47 por Baunilha

» Extra sistoles e ansiedade?
Qua Abr 18 2018, 04:19 por Jean Da Costa

» Dificuldade no ambiente de trabalho
Ter Abr 17 2018, 17:26 por Ana_Psicóloga

» Binaural Beats
Ter Abr 17 2018, 16:54 por Maria da Conceição Peralt

» O QUE É A MEDITAÇÃO
Ter Abr 17 2018, 16:50 por Maria da Conceição Peralt

» 5 htp causa insónia ??
Ter Abr 17 2018, 16:44 por Maria da Conceição Peralt

» EMDR alguém conhece ou já fez?
Ter Abr 17 2018, 15:35 por Maria da Conceição Peralt

» Medo de viver
Seg Abr 16 2018, 13:54 por guevara

Quem está conectado
18 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 18 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Qui Maio 25 2017, 20:26

Como fazer no caso de continuar com o tratamento contra crise de pânico?

Ir em baixo

Como fazer no caso de continuar com o tratamento contra crise de pânico?

Mensagem por Romildo Rigon em Sex Fev 08 2013, 13:53

Olá, o que deve ser feito nesse caso?
Minha esposa foi afastada do serviço do ter entrado em uma crise de panico. Ela começo então a passar por psigologo e psiquiatra. O tratamento havia medicamentos prescritos, só que a dosagem de tais medicamentos foram indicadas de forma reduzida, pelo o fato da minha esposa está gravida no periodo do tratamento. Com o parecer do psiquiatra, o afastamento foi sendo prolongado e sento laudado para avaliação da Previdência Social (INSS) e a Previdência foi beneficiando e concordando com o afastamento. Esse afastamento pelo o INSS se deu até um mês antes do nascimento do bebê, e por um motivo legal o INSS parou com o beneficio, porque aparti de um mês antes do nascimento e nos próximos 3 meses, ela estaria em "licença maternidade", agora sendo beneficiada pela empresa pela qual ela trabalha... Pois bem, vai terminar a licença maternidade dela, e o tratamento ainda continua e ainda sendo mestrado medicamento em dosagem reduzida por causo do bebe que é lactante. A questão toda é: minha esposa não tem o tratamento completo, por ainda não poder tomar o medicamento de forma integral e terminando a licença maternidade ela deveria continuar o afastamento (novamente pelo o INSS), até que o psiquiatra consiga poder indicar o medicamento completo (isso depois de 6 meses da amamentação do bebê) e ainda avaliar se ela esta apta a voltar a trabalha?

Romildo Rigon

Mensagens : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 08/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como fazer no caso de continuar com o tratamento contra crise de pânico?

Mensagem por HOMEOVER em Sex Fev 08 2013, 22:43

Consulte um bom advogado trabalhista para se orientar sobre o caso da sua esposa.

HOMEOVER

Mensagens : 203
Reputação : 20
Data de inscrição : 16/01/2013
Idade : 54
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como fazer no caso de continuar com o tratamento contra crise de pânico?

Mensagem por bichobrabo em Sab Fev 09 2013, 14:22

Eu ficava preocupado se a mãe do meu filho tomasse medicamentos psiquiátricos e amamentasse o bebé.

Esta é a opinião de um leigo na matéria, mas faria mais sentido substituir o leite contaminado da mãe por fórmula.

O que dizem os médicos sobre esta situação? Consegue-se estimar a dose dos medicamentos que o bebé toma através do leite da mãe?

A questão laboral que coloca é específica do Brasil. A moderação do forum é toda portuguesa. Talvez algum compatriota seu o possa esclarecer.
avatar
bichobrabo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1507
Reputação : 131
Data de inscrição : 30/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como fazer no caso de continuar com o tratamento contra crise de pânico?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum